BLOG DE: ESTUDOS DA ESCRITURA SAGRADA - YHVHSHÚA:


25/02/2012


SENDO A TORAH (LEI) ENSINO DE YHVH ESPIRITUAL ELA É BOA:

ACHI SENHOR JOSÉ DE CAMARGO! ME PERGUNTO POR QUE VOSSA SENHORIA NÃO ENTROU NA CONVERSA???????? BEM, TANTO FAZ.

"NÃO SE TRATA DA FORÇA COM QUE VOCÊ BATE! MAS, O QUANTO VOCÊ AGUENTA A APANHAR! E, CONTINUA NA LUTA":

YESHA'YAHU:

ISAÍAS 53

1 Quem deu crédito à nossa pregação? e a quem se manifestou o braço do Senhor YAHUSHÚA?

2 Pois foi crescendo como renovo perante ele, e como raiz que sai duma terra seca; não tinha formosura nem beleza; e quando olhávamos para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos.

3 Era desprezado, e rejeitado dos homens; homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.

4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de 'ULHÍM, e oprimido.

5 Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós.

7 Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca.

8 Pela opressão e pelo juízo foi arrebatado; e quem dentre os da sua geração considerou que ele fora cortado da terra dos viventes, ferido por causa da transgressão do meu povo?

9 E deram-lhe a sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte, embora nunca tivesse cometido injustiça, nem houvesse engano na sua boca.

10 Todavia, foi da vontade do Senhor YHVH esmagá-lo, fazendo-o enfermar; quando ele se puser como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias, e a vontade do Senhor YHVH prosperará nas suas mãos.

11 Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo justo justificará a muitos, e as iniqüidades deles levará sobre si.

12 Pelo que lhe darei o seu quinhão com os grandes, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma até a morte, e foi contado com os

Escrito por anselmo.estevan às 14h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu.

HEBREUS 5

1 Porque todo sumo sacerdote tomado dentre os homens é constituído a favor dos homens nas coisas concernentes a 'ULHÍM, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecados,

2 podendo ele compadecer-se devidamente dos ignorantes e errados, porquanto também ele mesmo está rodeado de fraqueza.

3 E por esta razão deve ele, tanto pelo povo como também por si mesmo, oferecer sacrifício pelos pecados.

4 Ora, ninguém toma para si esta honra, senão quando é chamado por ELYÔN, como o foi Arão.

5 assim também O MASCHIYAH não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas o glorificou aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, hoje te gerei;

6 como também em outro lugar diz: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.

7 O qual nos dias da sua carne, tendo oferecido, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que podia livrar da morte, e tendo sido ouvido por causa da sua reverência,

8 ainda que era Filho, aprendeu a obediência por meio daquilo que sofreu;

9 e, tendo sido aperfeiçoado, veio a ser autor de eterna salvação para todos os que lhe obedecem,

10 sendo por ELYÔN chamado sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.

11 Sobre isso temos muito que dizer, mas de difícil interpretação, porquanto vos tornastes tardios em ouvir.

12 Porque, desde a infância sabes as sagradas letras, que podem necessitais de que se vos torne a ensinar os princípios elementares dos oráculos de ELYÔN, e vos haveis feito tais que precisais de leite, e não de alimento sólido.

13 Ora, qualquer que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, pois é criança;

14 mas o alimento sólido é para os adultos, os quais têm, pela prática, as faculdades exercitadas para discernir tanto o bem como o mal.

ENTÃO, ESSA É A MINHA MENSAGEM! VÃO ME CHAMAR DE HIPÓCRITA MAS NÃO FAZ MAL! POR QUE? PORQUE EU, ANSELMO ESTEVAN VOS DIGO QUE: "NÃO PRECISO DE NENHUMA REVELAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO PARA FALAR...!!!!! MAS COMO ASSIM? VOCÊ NÃO PRECISA MAIS DAS REVELAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO? NÃO! POR QUE? PORQUE MESMO A 'BÍBLIA ESTAR CORROMPIDA...!!!!'. TUDO O QUE PRECISAMOS JÁ ESTÁ NELA! NADA MAIS HÁ DE SER ACRESCENTADO OU DIMINUÍDO DO QUE JÁ ESTÁ PARA NOS ENSINAR!!!! ATÉ MESMO A BLASFÊMIA DO NOME DO ETERNO ELA O TRÁZ E NINGUÉM CONSEGUE ENCHERGAR.......ENTÃO NÃO PRECISO DE NADA DO QUE JÁ FOI COLOCADO NAS ESCRITURAS PARA NOS ENSINAR E A MENSAGEM ACIMA É A MINHA RESPOSTA: POIS SE QUEM É A PRÓPRIA SABEDORIA APRENDERU PELO SOFRER...!!!!! PARA NOS SALVAR! NÓS SÓ TEMOS QUE FICAR COM ELE PARA NÃO CAIRMOS DE NOVO! E NÃO REVELAÇÕES QUE VEM E VÃO ETC....POIS O SACRIFÍCIO JÁ FOI FEITO JÁ ESTAMOS SALVOS! SE CONTINUARMOS COM ELE NADA MAIS É PRECISO!!!! O QUE AINDA PRECISAMOS É O ALIMENTO SÓLIDO POIS JÁ NÃO SOMOS MAIS CRIANÇAS SÓ ISSO E O ALIMENTO SÓLIDO NÃO É REVELAÇÃO NÃO É SABER SEU NOME SANTO QUE SÓ ELE PODE NOS SALVAR E A ESCRITURA O DIZ ISSO NÃO SOU EU QUEM O QUER ASSIM! E DIGO MAIS:

1 YOCHANAN

I JOÃO 1

O verbo da vida e a comunhão com YHVHSHÚA

1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida

2 (pois a vida foi manifestada, e nós a temos visto, e dela testificamos, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e a nós foi manifestada);

3 sim, o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que vós também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho YHVH MASCHIYAH.

4 Estas coisas vos escrevemos, para que o nosso gozo seja completo.

ELYÔN é luz; aqueles que não andam na luz nao têm comunhão com ele (até 2:3)

5 E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que ELYÔN é luz, e nele não há trevas nenhumas.

6 Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade;

7 mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de YHVHSHÚA seu Filho nos purifica de todo pecado.

8 Se dissermos que não temos pecado nenhum, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.

9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

Escrito por anselmo.estevan às 13h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

10 Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

MATTITYAHU 7,12; 11,13:

12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas. (AQUI O GRANDE ENGANO......!!!). [SE É A LEI E OS PROFETAS! POR QUE ODIAVAM UNS AOS OUTROS???? PELO ENGANO DO ESCRIBA SOMENTE E NÃO POR SER A LEI DE YHVH! ENTENDEU?].

MATTIYAHU (11,13)

13 Pois todos os profetas e a lei profetizaram até João. (QUALQUER OUTRA PROFECIA QUE HOUVER É ENGANO E OBRA DE DEMÔNIOS.....). 2 TESSALONICENSES CAPÍTULO 2!

PEÇO DESCULPAS POR ERROS DE DIGITAÇÃO NO TEXTO ACIMA.......!!!!

Permalink Responder até Joao Joaquim Martins ontem

Anselmo Estevan , Mano, tá difícil né?

almo de Davi] Disse o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha mão direita, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.

Anselmo Estevan QUEM FALOU A QUEM?

É QUERIDO IRMÃO JOÃO! TÁ DIFICIL SIM!!!!! EU TAMBÉM SEI FAZER COLAGEM DOS TEXTOS DA UBE!!!!! MAS NÃO APAGO OU MUDO PARA DESFAZER O QUE O IRMÃO FALA... DESCULPE DE NOVO! POIS A SINCERIDADE ANDA DE MÃOS JUNTAS COM O AMOR! E SE EU FOR FALSO A SUA PESSOA O MEU AMOR NÃO TEM VALOR!!!!!!! AMÉN! ASSIM SEJA!

A MINHA ÚLTIMA MENSAGEM E NÃO É REVELADA NÃO É DA BÍBLIA MESMO (SENDO CORROMPIDA OU NÃO) MAS ESTÁ LÁ:

MATTITYAHU 24,24: PORQUE SURGIRÃO FALSOS MASCHIYAH (UNGIDOS) E FALSOS NEVYIM (PROFETAS) OPERANDO GRANDES SINAIS E PRODIGÍOS PARA ENGANAR, SE POSSÍVEL, OS PRÓPRIOS ELEITOS!

 

Permalink Responder até Anselmo Estevan 1 segundo atrás

Excluir

ACHI SENHOR JOSÉ DE CAMARGO! ME PERGUNTO POR QUE VOSSA SENHORIA NÃO ENTROU NA CONVERSA???????? BEM, TANTO FAZ.

"NÃO SE TRATA DA FORÇA COM QUE VOCÊ BATE! MAS, O QUANTO VOCÊ AGUENTA A APANHAR! E, CONTINUA NA LUTA":

YESHA'YAHU:

ISAÍAS 53

1 Quem deu crédito à nossa pregação? e a quem se manifestou o braço do Senhor YAHUSHÚA?

2 Pois foi crescendo como renovo perante ele, e como raiz que sai duma terra seca; não tinha formosura nem beleza; e quando olhávamos para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos.

3 Era desprezado, e rejeitado dos homens; homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.

4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de 'ULHÍM, e oprimido.

5 Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

6 Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós.

7 Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca.

Escrito por anselmo.estevan às 13h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

8 Pela opressão e pelo juízo foi arrebatado; e quem dentre os da sua geração considerou que ele fora cortado da terra dos viventes, ferido por causa da transgressão do meu povo?

9 E deram-lhe a sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte, embora nunca tivesse cometido injustiça, nem houvesse engano na sua boca.

10 Todavia, foi da vontade do Senhor YHVH esmagá-lo, fazendo-o enfermar; quando ele se puser como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias, e a vontade do Senhor YHVH prosperará nas suas mãos.

11 Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo justo justificará a muitos, e as iniqüidades deles levará sobre si.

12 Pelo que lhe darei o seu quinhão com os grandes, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma até a morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu.

HEBREUS 5

1 Porque todo sumo sacerdote tomado dentre os homens é constituído a favor dos homens nas coisas concernentes a 'ULHÍM, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecados,

2 podendo ele compadecer-se devidamente dos ignorantes e errados, porquanto também ele mesmo está rodeado de fraqueza.

3 E por esta razão deve ele, tanto pelo povo como também por si mesmo, oferecer sacrifício pelos pecados.

4 Ora, ninguém toma para si esta honra, senão quando é chamado por ELYÔN, como o foi Arão.

5 assim também O MASCHIYAH não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas o glorificou aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, hoje te gerei;

6 como também em outro lugar diz: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.

7 O qual nos dias da sua carne, tendo oferecido, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que podia livrar da morte, e tendo sido ouvido por causa da sua reverência,

8 ainda que era Filho, aprendeu a obediência por meio daquilo que sofreu;

9 e, tendo sido aperfeiçoado, veio a ser autor de eterna salvação para todos os que lhe obedecem,

10 sendo por ELYÔN chamado sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.

11 Sobre isso temos muito que dizer, mas de difícil interpretação, porquanto vos tornastes tardios em ouvir.

12 Porque, desde a infância sabes as sagradas letras, que podem necessitais de que se vos torne a ensinar os princípios elementares dos oráculos de ELYÔN, e vos haveis feito tais que precisais de leite, e não de alimento sólido.

13 Ora, qualquer que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, pois é criança;

14 mas o alimento sólido é para os adultos, os quais têm, pela prática, as faculdades exercitadas para discernir tanto o bem como o mal.

Escrito por anselmo.estevan às 13h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ENTÃO, ESSA É A MINHA MENSAGEM! VÃO ME CHAMAR DE HIPÓCRITA MAS NÃO FAZ MAL! POR QUE? PORQUE EU, ANSELMO ESTEVAN VOS DIGO QUE: "NÃO PRECISO DE NENHUMA REVELAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO PARA FALAR...!!!!! MAS COMO ASSIM? VOCÊ NÃO PRECISA MAIS DAS REVELAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO? NÃO! POR QUE? PORQUE MESMO A 'BÍBLIA ESTAR CORROMPIDA...!!!!'. TUDO O QUE PRECISAMOS JÁ ESTÁ NELA! NADA MAIS HÁ DE SER ACRESCENTADO OU DIMINUÍDO DO QUE JÁ ESTÁ PARA NOS ENSINAR!!!! ATÉ MESMO A BLASFÊMIA DO NOME DO ETERNO ELA O TRÁZ E NINGUÉM CONSEGUE ENCHERGAR.......ENTÃO NÃO PRECISO DE NADA DO QUE JÁ FOI COLOCADO NAS ESCRITURAS PARA NOS ENSINAR E A MENSAGEM ACIMA É A MINHA RESPOSTA: POIS SE QUEM É A PRÓPRIA SABEDORIA APRENDERU PELO SOFRER...!!!!! PARA NOS SALVAR! NÓS SÓ TEMOS QUE FICAR COM ELE PARA NÃO CAIRMOS DE NOVO! E NÃO REVELAÇÕES QUE VEM E VÃO ETC....POIS O SACRIFÍCIO JÁ FOI FEITO JÁ ESTAMOS SALVOS! SE CONTINUARMOS COM ELE NADA MAIS É PRECISO!!!! O QUE AINDA PRECISAMOS É O ALIMENTO SÓLIDO POIS JÁ NÃO SOMOS MAIS CRIANÇAS SÓ ISSO E O ALIMENTO SÓLIDO NÃO É REVELAÇÃO NÃO É SABER SEU NOME SANTO QUE SÓ ELE PODE NOS SALVAR E A ESCRITURA O DIZ ISSO NÃO SOU EU QUEM O QUER ASSIM! E DIGO MAIS:

1 YOCHANAN

I JOÃO 1

O verbo da vida e a comunhão com YHVHSHÚA

1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida

2 (pois a vida foi manifestada, e nós a temos visto, e dela testificamos, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e a nós foi manifestada);

3 sim, o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que vós também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho YHVH MASCHIYAH.

4 Estas coisas vos escrevemos, para que o nosso gozo seja completo.

ELYÔN é luz; aqueles que não andam na luz nao têm comunhão com ele (até 2:3)

5 E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que ELYÔN é luz, e nele não há trevas nenhumas.

6 Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade;

7 mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de YHVHSHÚA seu Filho nos purifica de todo pecado.

8 Se dissermos que não temos pecado nenhum, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.

9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

10 Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

I JOÃO 2

1 Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.

2 E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.

O amor fraternal

3 E nisto sabemos que o conhecemos; se guardamos os seus mandamentos.

4 Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade;

5 mas qualquer que guarda a sua palavra, nele realmente se tem aperfeiçoado o amor de YHVH. E nisto sabemos que estamos nele;

6 aquele que diz estar nele, também deve andar como ele andou.

Escrito por anselmo.estevan às 13h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

7 Amados, não vos escrevo mandamento novo, mas um mandamento antigo, que tendes desde o princípio. Este mandamento antigo é a palavra que ouvistes.

8 Contudo é um novo mandamento que vos escrevo, o qual é verdadeiro nele e em vós; porque as trevas vão passando, e já brilha a verdadeira luz.

9 Aquele que diz estar na luz, e odeia a seu irmão, até agora está nas trevas.

10 Aquele que ama a seu irmão permanece na luz, e nele não há tropeço.

11 Mas aquele que odeia a seu irmão está nas trevas, e anda nas trevas, e não sabe para onde vai; porque as trevas lhe cegaram os olhos.

A separação do mundo

12 Filhinhos, eu vos escrevo, porque os vossos pecados são perdoados por amor do seu Nome.

13 Pais, eu vos escrevo, porque conheceis aquele que é desde o princípio. Jovens, eu vos escrevo, porque vencestes o Maligno.

14 Eu vos escrevi, meninos, porque conheceis o Pai. Eu vos escrevi, pais, porque conheceis aquele que é desde o princípio. Eu escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de YHVH permanece em vós, e já vencestes o Maligno.

15 Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

16 Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo.

17 Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de YHVH, permanece para sempre.

Os anticristos

18 Filhinhos, esta é a última hora; e, conforme ouvistes que vem o anticristo, já muitos anticristos se têm levantado; por onde conhecemos que é a última hora.

19 Saíram dentre nós, mas não eram dos nossos; porque, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; mas todos eles saíram para que se manifestasse que não são dos nossos.

20 Ora, vós tendes a unção da parte do Santo, e todos tendes conhecimento.

21 Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade.

22 Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que YHVHSHÚA é o MASCHIYAH? Esse mesmo é o anticristo, esse que nega o Pai e o Filho.

23 Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; aquele que confessa o Filho, tem também o Pai.

24 Portanto, o que desde o princípio ouvistes, permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também vós permanecereis no Filho e no Pai.

25 E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna.

26 Estas coisas vos escrevo a respeito daqueles que vos querem enganar.

Escrito por anselmo.estevan às 13h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

A unção do Espírito Santo

27 E quanto a vós, a unção que dele recebestes fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como vos ensinou ela, assim nele permanecei.

28 E agora, filhinhos, permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança, e não fiquemos confundidos diante dele na sua vinda.

29 Se sabeis que ele é justo, sabeis que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele.

1 YOCHANAN 3

O amor aos irmãos

11 Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio, que nos amemos uns aos outros,

12 não sendo como Caim, que era do Maligno, e matou a seu irmão. E por que o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas.

13 Meus irmãos, não vos admireis se o mundo vos odeia.

14 Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte.

15 Todo o que odeia a seu irmão é homicida; e vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele.

1 YOCHANAN 4

YHVH é amor - Devemos amar a YHVH e aos nossos irmãos

7 Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor é de YHVH; e todo o que ama é nascido de YHVH e conhece a YHVH.

8 Aquele que não ama não conhece a YHVH; porque YHVH é amor.

9 Nisto se manifestou o amor de YHVH para conosco: em que YHVH enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por meio dele vivamos.

10 Nisto está o amor: não em que nós tenhamos amado a YHVH, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.

11 Amados, se YHVH assim nos amou, nós também devemos amar-nos uns aos outros.

12 Ninguém jamais viu a YHVH; e nos amamos uns aos outros, YHVH permanece em nós, e o seu amor é em nós aperfeiçoado.

13 Nisto conhecemos que permanecemos nele, e ele em nós: por ele nos ter dado do seu Espírito.

14 E nós temos visto, e testificamos que o Pai enviou seu Filho como Salvador do mundo.

15 Qualquer que confessar que YHVHSHÚA é o Filho de YHVH, YHVH permanece nele, e ele em YHVH.

16 E nós conhecemos, e cremos no amor que YHVH nos tem. YHVH é amor; e quem permanece em amor, permanece em YHVH, e YHVH nele.

Escrito por anselmo.estevan às 13h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

17 Nisto é aperfeiçoado em nós o amor, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos também nós neste mundo.

18 No amor não há medo antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo envolve castigo; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor.

19 Nós amamos, porque ele nos amou primeiro.

20 Se alguém diz: Eu amo a YHVH, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a YHVH, a quem não viu.

21 E dele temos este mandamento, que quem ama a YHVH ame também a seu irmão.

ESSA É A MINHA MENSAGEM! POIS O CUMPRIR A LEI A TORAH DE YHVH QUE É AMOR! PODEMOS CUMPRI-LA SOMENTE AMANDO UNS AOS OUTROS! FAZENDO ISSO (FAZENDO O QUE QUEREMOS QUE OS OUTROS NOS FAÇAM) SE O FIZERMOS AOS OUTROS JÁ CUMPRIMOS A LEI E CONTRA O AMOR NÃO HÁ NADA QUE O CONDENE PALAVRAS DO FILHO! E SE A LEI É DE YHVH QUE É AMOR!!! ELA É BOA! NÃO PODIA SALVAR NINGUÉM PORQUE A SALVAÇÃO ESTAVA E ESTÁ NO FILHO E EM SEU NOME SOMENTE!!!!!! POR ISSO QUE SOU CONTRA O QUE O HOMEM FEZ ENFRAQUECENDO A LEI SOB UMA INTERPRETAÇÃO ERRÔNEA DE ODIAR E ODIAR......NÃO FOI ISSO QUE O PAI DISSE SE FOSSE ASSIM O FILHO ESTARIA CONTRA O PAI E O DIABO NÃO FEZ NADA!!! O HOMEM O FEZ SOZINHO!

POR ISSO É QUE EU AMO O MEU AMIGO SENHOR JOÃO JOAQUIM MARTINS PORQUE ELE NÃO É FRIO NEM MORNO! MESMO ESTANDO DE OUTRO LADO QUE O MEU É O ÚNICO EM 17 MIL BLOGUEIROS QUE ME DEU ATENÇÃO!!!!! NEM O AUTOR DA POSTAGEM DO FÓRUM ENTROU PARA REGISTRAR O QUE PENSA SOMENTE EU E O IRMÃO JOÃO JOAQUIM MARTINS!!!!!! DESCULPE QUERIDO IRMÃO! MAS O ESPÍRITO SANTO JÁ DEIXOU SIM ESSA REVELAÇÃO PARA TODOS NÓS!!!!!!! NÃO PRECISA DE MAIS NENHUMA NÃO!!!! POIS SE FOSSE ASSIM! E ESSA REVELAÇÕES O QUE DIZEM?????? ELAS PRECISAM É SIM SER COLOCADAS EM PRÁTICA POR ISSO FALEI QUE O ESPÍRITO SANTO NÃO TEM MAIS NADA A REVELAR PARA MIM!!! POIS JÁ O FOI REVELADO EM AMOR PELO ACHI YOCHANAN!!! HÁ SÉCULOS ATRÁS....E EU SÓ PRECISO É COLOCAR EM PRÁTICA TODO ESSE CONHECIMENTO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! OK IRMÃO JOÃO????? DESCULPE MAS NÃO POSSO CONCORDAR CONTIGO! MAS O AMO EM YHVH SIM!!!!! SEJE O IRMÃO A FAVOR OU CONTRA A MINHA POSTAGEM! EU O AMO E ISSO ME LIBERTA DA ESCREVIDÃO DA CARNE!!!!!! ÉÉÉÉÉÉÉÉ´.

 

 

Joao Joaquim Martins respondeu à discussão de josé de camargo "O NOME QUE ESTA ACIMA DE TODO OS NOMES" em Uniao de Blogueiros Evangelicos

Para ver a nova resposta, visite:
http://www.ubeblogs.com.br/forum/topics/o-nome-que-esta-acima-de-to...

AO QUERIDO IRMÃO:

Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.
Romanos 8:31-39

Anselmo Estevan , SEI QUE VOCÊ QUER SABER SOBRE TODO MISTÉRIO DE NOSSA SALVAÇÃO.

A PARTIR DA MEIA NOITE DE HOJE VOU ME AUSENTAR ATÉ SEGUNDA FEIRA. QUANDO EU VOLTAR O SENHOR EM UMA ÚNICA REVELAÇÃO, VAI MOSTRAR A TODOS OS MISTÉRIOS QUE ESTÃO ESCONDIDOS.

ORE PARA QUE EU PASSA VOLTAR E TE DÁ A REVELAÇÃO COMPLETA. ELA JÁ FOI ME DADA, MAS O ESPÍRITO SANTO NÃO DEIXOU QUE EU COLOCASSE A PÚBLICO AINDA. POR ENQUANTO REFLITA NOS TEXTOS REVELADORES QUE VOCÊ FEZ SURGIR NA REDE.

Escrito por anselmo.estevan às 13h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

23/02/2012


MOSTRANDO TODA A VERDADE PARA QUEM TEM POUCA OU NENHUMA FÉ:

                      Eu, fiz uma pergunta e recebi respostas evasivas! Não me interessa: “Diabo! Satanás! Acusador! Demônios! Ou outros espíritos quaisquer!!!!!”. Por que? Porque quem dá a resposta é o Filho! Então a resposta que quero é se ESTÁ ESCRITO NO ANTIGO TESTAMENTO!!!! E NÃO O QUE SATANÁS FEZ OU DEIXOU DE FAZER? POIS, ESTAMOS FALANDO DO FILHO!!! VAMOS RECORDAR:

 

MATTITYAHU (MATEUS) 5,43-44:

 

43 Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo.

 

44 Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem;

 

       A PERGUNTA FOI ESSA: SE AS FRASES ACIMA estão escritas no ANTIGO TESTAMENTO? SE ESTÃO! ONDE ESTÁ????

 

 

           BEM, VAMOS ÀS REFERÊNCIAS DA PASSAGEM ACIMA QUE SÃO:

 

 

           Mt 5,43 (OUVISTES O QUE FOI DITO: AMARÁS O TEU PRÓXIMO E ODIARÁS O TEU INIMIGO.) – referência: [Lv 19,18]. [Dt 23,3-6].

 

           Mt 5,44 (EU, PORÉM VOS DIGO: AMAI OS VOSOS INIMIGOS E ORAI PELOS QUE VOS PERSEGUEM.) – referência [Lc 6,27; At 7,60].

 

            

           VAMOS A ESSAS PASSSAGENS QUE SÃO ÀS REFERÊNCIAS DE Mt 5,43-44 E VAMOS VER O QUE DIZEM:

 

Vayikha (Levítico):

 

LEVÍTICO 19

 

[18 Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor YHVH].

Escrito por anselmo.estevan às 19h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MOSTRANDO TODA A VERDADE....

D’varim (Deuteronômios)

 

 

DEUTERONÔMIO 23

[3 Nenhum amonita nem moabita entrará na assembléia do Senhor YHVH; nem ainda a sua décima geração entrará jamais na assembléia do Senhor YHVH;

 

4 porquanto não saíram com pão e água a receber-vos no caminho, quando saíeis do Egito; e, porquanto alugaram contra ti a Balaão, filho de Beor, de Petor, da Mesopotâmia, para te amaldiçoar.

 

5 Contudo o Senhor YHVH teu ‘ULHÍM (ETERNO) não quis ouvir a Balaão, antes trocou-te a maldição em bênção; porquanto o Senhor YHVH teu ‘ULHÍM (ETERNO) te amava.

 

6 Não lhes procurarás nem paz nem prosperidade por todos os teus dias para sempre].

 

 

 

LUCAS 6

 

27 Mas a vós que ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam,

 

 

ATOS 7

 

60 E pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor YHVH, não lhes imputes este pecado. Tendo dito isto, adormeceu. E Saulo consentia na sua morte.

 

 

 

            PRONTO! AGORA SIM, TEMOS AS REFERÊNCIAS DA RESPOSTA DO FILHO! MAS ONDE ESTÁ ESCRITO: {Mt 5,43 (OUVISTES O QUE FOI DITO: AMARÁS O TEU PRÓXIMO E ODIARÁS O TEU INIMIGO.) – referência: [Lv 19,18]. [Dt 23,3-

Escrito por anselmo.estevan às 19h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MOSTRANDO TODA A VERDADE....

6]}. NAS REFERÊNCIAS NÃO CITA NADA ESCRITO A ESSE RESPEITO?????? QUAL A EXPLICAÇÃO???? ESSA:

 

ESTUDO DE Mt 5,43-47 ODIARÁS O TEU INIMIGO: “Essa afirmação NÃO APARECE no ANTIGO TESTAMENTO, mas uma falsa conclusão NOS ENSINOS ESCRIBAS QUE HAVIA RESULTADO DO ENTENDIMENTO ESTREITO DE “VIZINHO” como simplesmente “AMIGO JUDEU”. Yahushúa mostrou que a VERDADEIRA intenção de Lv 19,18 ESTENDE-SE TAMBÉM AOS PRÓPRIOS INIMIGOS. COMPARE COM LUCAS 10,29ss.:

 

 

Vayikha (Levítico):

 

LEVÍTICO 19

 

[18 Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor YHVH].

 

LUCAS 10:

 

A parábola do bom samaritano 

 

 

[29 Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a YAHUSHÚA: E quem é o meu próximo?].

 

30 YAHUSHÚA, prosseguindo, disse: Um homem descia de YERUSHALAYIM (Jerusalém) a YERIKHO (Jericó), e caiu nas mãos de salteadores, os quais o despojaram e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.

 

31 Casualmente, descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e vendo-o, passou de largo.

 

32 De igual modo também um levita chegou àquele lugar, viu-o, e passou de largo.

 

33 Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou perto dele e, vendo-o, encheu-se de compaixão;

Escrito por anselmo.estevan às 19h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MOSTRANDO TODA A VERDADE....

34 e aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; e pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem e cuidou dele.

 

35 No dia seguinte tirou dois denários, deu-os ao hospedeiro e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que gastares a mais, eu to pagarei quando voltar.

 

36 Qual, pois, destes três te parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?

 

37 Respondeu o doutor da lei: Aquele que usou de misericórdia para com ele. Disse-lhe, pois, YAHUSHÚA: Vai, e faze tu o mesmo.

 

 

        E AÍ. SERÁ QUE DEU PARA ENTENDER QUE O FILHO FALA: ‘OUVISTES FALAR’(O QUE FOI DITO)! E NÃO DISSE: ESTÁ ESCRITO NA LEI.......!!!! OK! ENTÃO FALAR DE DIABO, SATANÁS, ETC. É BALELA!!!!!!! MAS PARA TIRAR DÚVIDAS VEJAM ESSAS PASSAGENS ABAIXO:

 

VAMOS VER TODAS AS PASSAGENS QUE CONTENHAM A PALAVRA INIMIGO NA BÍBLIA:

 

Inimigo (substantivo) cf. adversário:

Gn 22,7; 24,60; 49,8; Êx 1,10; 15,6; 15,9; 23,4; 23,22; 23,27; 32,25; Lv 26,7; 26,8; 26,16; 26,17; 26,25; 26,32; 26,34; 26,36; 26,37; 26,38; 26,39; 26,41; 26,44; Nm 10,9; 10,35; 14,42; 23,11; 24,8; 24,10; 24,18; 32,21; 35,23; Dt 1,42; 6,19; 12,10; 20,1; 20,3; 20,4; 20,14; 21,10; 23,9; 23,14; 25,19; 28,7; 28,25; 28,31; 28,48; 28,53; 28,55; 28,57; 28,68; 30,7; 32,27; 32,31; 32,42; 33,7; 33,27; 33,29; Js 7,3; 7,8; 7,12; 7,13; 8,22; 10,13; 10,19; 10,25; 21,44; 22,8; 23,1; Jz 2,14; 2,18; 3,28; 5,31; 8,34; 11,36; 16,23; 16,24; 1Sm 2,1; 4,3; 12,10; 12,11; 14,24; 14,30; 14,47; 18,25; 18,29; 19,17; 20,15; 20,16; 24,4; 24,19; 25,22; 25,26; 25,29; 26,8; 28,16; 29,8; 30,26; 2Sm 3,18; 4,8; 7,1; 7,9; 7,11; 12,14; 18,19; 18,32; 19,9; 22,1; 22,4; 22,15; 22,18; 22,38; 22,41; 22,49; 24,13; 1Rs 3,11; 5,3; 5,4; 8,33; 8,37; 8,44; 8,46; 8,48; 21,20; 2Rs  17,39; 21,14; 21,14; 1Cr 17,8; 17,10; 21,12; 22,9; 2Cr 6,24; 6,28; 6,34; 6,36; 20,27; 20,29; 25,8; 25,20; 26,13; 32,22; Ed 8,22; 8,31; Ne 4,11; 4,15; 5,9; 6,1; 6,16; 9,28; Et 7,4; 7,6; 8,1; 8,13; 9,1; 9,5; 9,10; 9,16; 9,22; 9,24; 13,24; 24,13; 27,7; 33,10; Sl 3,7; 6,10; 7,5; 8,2; 9,3; 9,6; 13,2; 13,4; 17,9; 18,3; 18,14;

Escrito por anselmo.estevan às 19h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MOSTRANDO TODA A VERDADE....

18,17; 18,37; 18,40; 18,48; 21,8; 25,2; 25,19; 27,2; 27,6; 30,1; 31,8; 31,15; 35,8; 35,19; 37,20; 38,19; 41,2;41,5; 41,11; 42,9; 43,2; 44,5; 44,7; 44,10; 44,16; 45,5; 54,7; 55,3; 55,12; 56,9; 59,1; 59,10; 61,3; 64,1; 66,3; 68,1; 68,21; 68,23; 69,4; 69,18; 71,70; 72,9; 74,3; 74,10; 74,18; 74,23; 78,53; 80,6; 81,14; 83,2; 89,10; 89,22; 89,44; 89,51; 92,9; 92,11; 97,3; 102,8; 106,10; 106,42; 107,2; 110,1; 110,2; 119,98; 127,5; 132,18; 138,7; 139,20; 139,22; 143,1; 143,9; 143,12; 144,6; Pv 16,7; 24,17; Is 1,24; 9,11; 16,9; 29,5; 42,13; 43,14; 59,18; 62,8; 63,10; 66,6; 66,14; Jr 6,25; 12,7; 15,9; 15,11; 15,14; 17,4; 18,17; 19,7; 19,9; 20,4; 20,5; 21,7; 10,14; 31,16; 34,20; 34,21; 44,30; 46,22; 49,37; 51,55; Lm 1,2; 1,5; 1,9; 1,16; 1,17; 1,21; 2,3; 2,4; 2,5; 2,7; 2,13; 2,17; 2,22; 3,46; 3,52; 4,12; 4,16; Ez 36,2; 39,27; Dn 4,19; Os 8,3; Am 3,11; 9,4; Mq 2,8; 4,10; 5,9; 7,6; 7,8; 7,10; Na 1,2; 1,8; 2,5; 3,11; 3,13; Hc 1,153,14; Sf 3,15; Zc 8,10; 10,5; Mt 5,43; 5,44; 10,36; 13,25; 13,28; 13,39; 22,44; Mc 12,36; Lc 1,71; 1,74; 6,27; 6,35; 10,19; 19,27; 19,43; 20,43; At 2,35; Rm 12,20; 1Co 15,25; 15,26; Gl 4,16; Fp 3,18; Cl 1,21; 2Ts 3,15; 1Tm 3,3; 2Tm 3,3; Hb 1,13; 10,13; Tg 4,4; Ap 11,5; 11,12.

 

       EM NENHUMA DESSAS PASSAGENS TODAS O QUE O FILHO DISSE ESTÁ ESCRITO NA LEI NA TORAH DE YHVH! ISSO PROVA QUE A LEI É BOA!!!! E NÃO É A LEI DO DIABO!!!!! QUE FOI UM MAL ENTENDIDO E UMA FORMA DE DIZER QUE FOI COLOCADA COMO MODO DE DIZER E FOI TRANSFERIA PARA A LEI POR QUEM NÃO GOSTA DE LER........!!!!!

 

       AGORA, SIM VAMOS A PALAVRA:

 

       ODIAR:

       Gn 26,27; 27,41; 37,4; 37,5; 37,8; Nm 10,35; Dt 7,10; 7,15; 12,31; 16,22; 32,41; 1Sm 13,4; 2Sm 13,22; 22,41; Et 9,1; 9,16; Sl 9,13; 18,40; 21,8; 34,21; 35,19; 38,19; 41,7; 44,7; 44,10; 45,7; 55,12; 69,4; 69,14; 83,2; 89,23; 105,25; 106,10; 106,41; 118,7; 120,6; Pv 14,17; 14,20; 15,10; 15,27; 27,6; Am 6,8; Ml 2,16; Mt 5,43; 10,22; 24,9; 24,10; Mc 6,19; 13,13; Lc 1,71; 6,22; 6,27; 19,14; 21,17; Jo 7,7; 12,25; 15,18; 15,19; 15,23; 15,24; 15,25; 17,14; Ef 5,29; Tt 3,3; Hb 1,9; 1Jo 2,9; 2,11; 3,13; 3,15; 4,20; Ap 2,6; 17,16.

 

         NOVAMENTE, NADA HÁ COM AS PALAVRAS DO FILHO! UM ENGANO DE UM ESCRIBA E O MODO DE SE DIZER UMA COISA FOI ACRESCENTADA NA PALAVRA DO ETERNO COMO SENDO A LEI DO DIABO????? HORA O DIABO NÃO TINHA E NUNCA TEVE LEI! POIS A LEI FOI DADA POR YHVH A MOSHEH (MOISÉS) ESCRITAS COM O DEDO DE YHVH EM PEDRAS.....!!!! FALAR QUE A TORAH A LEI É DO DIABO É

Escrito por anselmo.estevan às 19h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MOSTRANDO A VERDADE....

FALAR QUE YHVH É SEU PAI E ISSO É PECAR CONTRA O RÚKHA DE YHVH!

 

       AGORA, VAMOS VER OUTRA FORMA:

 

       ÓDIO:

       Nm 35,20; Dt 1,27; 4,42; 31,29; Sl 25,19; 109,5; 139,22; Pv 10,12; 10,18; 15,17; 26,26; Ec 9,1; 9,6; Ez 23,29; 35,11; Dn 4,19; Os 9,7.

 

       NADA? NÃO! NADA MESMO!!

 

       ENTÃO VAMOS VER MAIS UMA FORMA:

 

       ODIOSO:

       Gn 34,30; Êx 5,21; 2Sm 10,6; 16,21; 1Cr 19,6; Sl 109,3; Tt 3,3.

 

       Nada do descrito do Filho nessas passagens!!!! Então o que aconteceu? Duas coisas! Vamos a primeira delas:

 

         LETRA: Lc 23,28; Jo 7,15; At 26,24; Rm 2,27; 2,29; 7,6; (2Co 3,6); (3,7); Gl 6,11; 2Tm 3,15.

 

       2ª SERIA A LEI DO DIABO????? (QUE DIABO?)! A CONFUSÃO DE UM ESCRIBA! UM HOMEM NORMAL FALHO. O SER HUMANO! SOMENTE ISTO!

 

ESTUDO DE Mt 5,43-47 ODIARÁS O TEU INIMIGO: “Essa afirmação NÃO APARECE no ANTIGO TESTAMENTO, mas uma falsa conclusão NOS ENSINOS ESCRIBAS QUE HAVIA RESULTADO DO ENTENDIMENTO ESTREITO DE “VIZINHO” como simplesmente “AMIGO JUDEU”. Yahushúa mostrou que a VERDADEIRA intenção de Lv 19,18 ESTENDE-SE TAMBÉM AOS PRÓPRIOS INIMIGOS. COMPARE COM LUCAS 10,29ss.:

 

       ENTÃO, QUEM FALA QUE A TORAH (LEI) É DO DIABO, ESTÁ CAINDO NO ERRO DE CHAMAR O RÚKHA DE YHVH DE DIABO! E PARA ESSE PECADO NÃO HAVERÁ PERDÃO:

 

MATTITYAHU

 

MATEUS 12

Escrito por anselmo.estevan às 19h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MOSTRANDO A VERDADE....

 

31 Portanto vos digo: Todo pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada.

 

32 Se alguém disser alguma palavra contra o Filho do homem, isso lhe será perdoado; mas se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo, nem no vindouro.

 

E POR QUE DISSO?

 

POR ISSO SOMENTE:

 

Árvores e seus frutos

Lc.6.43-45 

 

33 Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom; ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore.

 

34 Raça de víboras! como podeis vós falar coisas boas, sendo maus? pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.

 

35 O homem bom, do seu bom tesouro tira coisas boas, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más.

 

36 Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo.

 

37 Porque pelas tuas palavras serás justificado, e pelas tuas palavras serás condenado.

 

 

E O HOMEM APRENDEU?

 

NÃO!

 

POR QUE? POR ISTO SOMENTE:

 

 

 O milagre de Yonah (Jonas)

Lc.11.16, Lc.19-32 

 

38 Então alguns dos escribas e dos fariseus, tomando a palavra, disseram: Mestre,

Escrito por anselmo.estevan às 19h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MOSTRANDO A VERDADE....

queremos ver da tua parte algum sinal.

 

39 Mas ele lhes respondeu: Uma geração má e adúltera pede um sinal; e nenhum sinal se lhe dará, senão o do profeta Jonas;

 

40 pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre do grande peixe, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra.

 

41 Os ninivitas se levantarão no juízo com esta geração, e a condenarão; porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis aqui quem é maior do que Jonas.

 

42 A rainha do sul se levantará no juízo com esta geração, e a condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui quem é maior do que Salomão.

 

43 Ora, havendo o espírito imundo saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra.

 

44 Então diz: Voltarei para minha casa, donde saí. E, chegando, acha-a desocupada, varrida e adornada.

 

45 Então vai e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entretanto, habitam ali; e o último estado desse homem vem a ser pior do que o primeiro. Assim há de acontecer também a esta geração perversa.

 

 

         Bíblia de Estudo de Genebra foi consultada nessa pesquisa. E, a Bíblia Digital! Com grifos de Anselmo estevan. Com formação em Bacharel em Teologia pela Faculdade Ibetel de Suzano – S.P.

 

 

QUEM NÃO O TÊM! O SEU RÚKHA (ESPÍRITO) ESSE LUGAR OBRIGATÓRIAMENTE É PREENCHIDO PELO VAZIO! O NADA! O RÛAH MALIGNO O MAL! O HOMEM SE TORNA O SEU PRÓPRIO MAL NA INTERPRETAÇÃO DE SEU EGO VAZIO POIS NÃO ACEITA A CORREÇÃO!!!!!!!!!

ROMANOS 8 ("CADÊ O DIABO? CADÊ A SUA LEI? A LEI DE YHVH SIM! A CARNE SIM!") APRENDE POVO MEU!!!!!!!!!

A nova vida debaixo da graça, segundo o espírito de santidade e adoção

Escrito por anselmo.estevan às 19h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

MOSTRANDO A VERDADE....

1 Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em O MASCHIYAH YAHUSHÚA.

2 Porque a lei do RÚKHA (Espírito) da vida, em O MASCHIYAH YAHUSHÚA, te livrou da lei do pecado e da morte.

3 Porquanto o que era impossível à LEI, visto que se achava fraca pela carne, YHVH enviando o seu próprio Filho em semelhança da carne do pecado, e por causa do pecado, na carne condenou o pecado.

4 para que a justa exigência da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o RÚKHA (Espírito).

5 Pois os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o RÚKHA (Espírito) para as coisas do RÚKHA (Espírito).

6 Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do RÚKHA (Espírito) é vida e paz.

7 Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra YHVH, pois não é sujeita à LEI de YHVH, nem em verdade o pode ser;

8 e os que estão na carne não podem agradar a ELYÔN (SUPREMO ALTÍSSIMO) YHVH.

9 Vós, porém, não estais na carne, mas no RÚKHA (Espírito), se é que o RÚKHA (Espírito) de YHVH habita em vós. Mas, se alguém não tem o RÚKHA (Espírito) dO MASCHIYAH, esse tal não é dele.

10 Ora, se O MASCHIYAH está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.

11 E, se o RÚKHA (Espírito) daquele que dos mortos ressuscitou a YAHUSHÚA habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou aO MASCHIYAH YAHUSHÚA há de vivificar também os vossos corpos mortais, pelo seu RÚKHA (Espírito) que em vós habita.

12 Portanto, irmãos, somos devedores, não à carne para vivermos segundo a carne;

13 porque se viverdes segundo a carne, haveis de morrer; mas, se pelo RÚKHA (Espírito) mortificardes as obras do corpo, vivereis.

14 Pois todos os que são guiados pelo RÚKHA (Espírito) de YHVH, esses são filhos de YHVH.

15 Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes com temor, mas recebestes o espírito de adoção, pelo qual clamamos: Aba, Pai!

16 O RÚKHA (Espírito) mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de YHVH;

17 e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de YHVH e co-herdeiros dO MASCHIYAH; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.

O PECADO FOI CONDENADO NA "CARNE"! NÃO NA SUA LEI!!!! QUE FOI ENFRAQUECIDA PELO HOMEM!!!!!! E O FILHO VEIO PARA NOS LIVRAR DESSE PECADO - DA CARNE E NÃO DA LEI DO SEU PAI QUE FOI CUMPRIDA POR ELE!!! POR ISSO FALAR MAL DA LEI DE SEU PAI É O MESMO QUE BLASFEMAR CONTRA O SEU RÚKHA (ESPÍRITO)! POIS ELE NÃO NOS LIVROU DA LEI! A CUMPRIU! MAS NOS LIVROU DOS PECADOS DA CARNE A QUAL SEU PAI CONDENOU O PECADO NA CARNE E O CASTIGO FOI A MORTE! PELA DESOBEDIÊNCIA! AO QUAL O FILHO VEIO EM FORMA DE CARNE EM FORMA DO PECADO (SEM PECADO ALGUM) PARA DESFAZER AS OBRAS DO DIABO!! E O HOMEM O FICA INVEJANDO! O ADMIRANDO E PISANDO NOVAMENTE O SANGUE DO MASCHIYAH CONDENANDO O PECADO NA LEI????? A LEI NUNCA FOI DO DIABO! FOI DADA A SEU POVO HEBREU PARA SE SEPARAR DE NÓS OS GENTIOS OS OUTROS POVOS!!!!!!! SERÁ QUE É DIFICIL ENTENDER ISSO??? POR QUE SÓ ANDAM COM O NOME DO DIABO NA BOCA? PORQUE A BOCA FALA DO QUE ESTÁ CHEIO O CORAÇÃO........E TODOS OS HOMENS DARÃO CONTAS DE SUAS PALAVRAS!!!! POR ISSO EU ANDO COM YHVH NA BOCA, NO CORAÇÃO E NA MENTE SOMENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! A UBE, É UM LUGAR DE FAZERMOS PREGAÇÕES PARA A SALVAÇÃO! NÃO DE MOSTRARMOS ESTUDOS E ESTUDOS DE INTERPRETAÇÕES HUMANAS QUE AS VEZES ESTÃO LEVANDO A PERDIÇÃO E NÃO A SALVAÇÃO SHÚA: "DE NADA LHES SERVIRÁ TODO O TEMPO QUE VOCÊS VIVEREM NA EMUNAH (FÉ) SE NO ÚLTIMO MOMENTO NÃO ESTIVEREM PERFEITOS": Gl 4,21-31; Mt 5,48; Lc 6,36; Lv 19,2; 1Pe 1,16: sejam perfeitos sejam santos! SHEKINAH E ESSA ERA A LEI! A PREPARAÇÃO PARA SEREM SEPARADOS/SANTOS/PERFEITOS À YHVH!!!!!!

Escrito por anselmo.estevan às 19h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

QUANDO VAIS APRENDER HOMENS DE POUCA FÉ????

Comentário de Anselmo Estevan 4 horas atrás

HÁ SIM!!!!! ONDE ESTÁ ESCRITO NO ANTIGO TESTAMENTO: ODIARÁS SEU INIMIGO E AMARÁS SEUS AMIGOS NESSA PASSAGEM ÀS SUAS REFERÊNCIAS:

Mt 5,23 (Amarás o teu próximo) – referência: [Lv 19,18].

Mt 5,23 (E odiarás o teu inimigo) – referência [Dt 23,3-6].

Mt 5,44 (Amai os vossos inimigos e orai) – referência [Lc 6,27].

MUITO PELO CONTRÁRIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! É SÓ VER O ESTUDO ACIMA>

ESTÁ NO COMPORTAMENTO INOCENTE DAQUELES QUE SERVIRAM O DIABO, PORQUE NÃO CONHECIAM A JESUS CRISTO, A IMAGEM DO AMOR DE DEUS PAI. DIFERENTE DE VOCÊ E OS QUE CONTIGAM PERMANECEM NO EVANGELHO DO DIABO. DO OLHO POR OLHO E DENTE POR DENTE, QUE MESMO CONHECENDO O TESTEMUNHO DO DEUS PAI, EM JESUS CRISTO ATÉ A MORTE, PREFERIRAM O PODER TEMPORAL DA SERPENTE....PARA ELES HÁ ESPERANÇA PARA VOCÊ SE CONTINUAREM A NEGAR JESUS CRISTO NÃO HÁ NENHUMA ESPERANÇA.

TROCARAM A VERDADE PELA MENTIRA. O AMOR PELO ÓDIO. A PAZ PELA GUERRA. O CÉU PELO INFERNO.

IRMÃOS QUERIDOS, EM JESUS CRISTO, VEJA A DIFERENÇA ENTRE O MINISTÉRIO DA VIDA (DE JESUS CRISTO) E O MINISTÉRIO DA MORTE(DE JEOVÁ JAVÉ) .

COMO DISSE O APÓSTOLO PAULO TENHAMOS CORAGEM E OUSADIA DE FALAR E OPTAR, POIS ESTAMOS NA IMINÊNCIA DO DILÚVIO DE FOGO SOBRE A HUMANIDADE (II PEDRO 3).

NOSSOS IRMÃOS ÁRABES E ISRAELITAS VÃO COLABORAR NA EXECUÇÃO DESSA DESGRAÇA, E A RAZÃO DISSO É TEREM RENUNCIADO O MINISTÉRIO DA VIDA (DE JESUS CRISTO), ACEITANDO PRATICANDO OS ENSINAMENTOS DO MINISTÉRIO DA MORTE (DE JEOVÁ JAVÉ).

PORTANTO, QUERIDO E AMADO IRMÃO, EM JESUS CRISTO, SE VOCÊ QUER A VERDADE LEIA PRIMEIRO O CAPÍTULO CINCO DE MATEUS, QUE REPRESENTA A SÍNTESE DO MINISTÉRIO DA VIDA E COMPARE COM A SÍNTESE DO MINISTÉRIO DA MORTE, QUE COLOCAMOS A SUA DISPOSIÇÃO NA SEQUÊNCIA. (.............)!

Escrito por anselmo.estevan às 19h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

22/02/2012


"OUVISTES QUE FOI DITO:..............."MAS -

MATTITYAHU (MATEUS) 5,43-48:

 

43 Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo.

 

44 Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem;

 

45 para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.

 

46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo?

 

47 E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? não fazem os gentios também o mesmo?

 

 

           OK. AGORA, VAMOS AO ESTUDO EXEGÉTICO DESSA PASSAGEM! POIS SE ASSIM O FOSSE...!!!! O ‘FILHO’ ESTARIA CONTRADIZENDO O ‘PAI’??????? DE FORMA ALGUMA ESSA INTERPRETAÇÃO PODE SER FEITA!!!!!!! ENTÃO, VAMOS VER O QUE ACONTECE NESSAS PASSAGENS COM AS DO ANTIGO TESTAMENTO E DEPOIS O ESTUDO! AGORA VAMOS AS REFERÊNCIAS ACIMA:

 

           Mt 5,23 (Amarás o teu próximo) – referência: [Lv 19,18].

           Mt 5,23 (E odiarás o teu inimigo) – referência [Dt 23,3-6].

 

           Mt 5,44 (Amai os vossos inimigos e orai) – referência [Lc 6,27].

 

           OK. AGORA VAMOS RECORDAR CADA PASSAGEM DESSAS REFERÊNCIAS:

 

           Vayikha (Levítico):

 

LEVÍTICO 19

 

A repetição de diversas leis 

 

1 Disse mais o Senhor YHVH a MOSHEH (Moisés):

 

2 Fala a toda a congregação dos filhos de Yisra’el, e dize-lhes: Sereis santos,

Escrito por anselmo.estevan às 18h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

(...) 'NÃO O QUE ESTÁ ESCRITO!!!!!!':

porque eu, o Senhor YHVH vosso ELYÔN (SUPREMO ALTÍSSIMO), sou santo.

 

3 Temerá cada um a sua mãe e a seu pai; e guardareis os meus SHABBAOT (sábados). Eu sou o Senhor YHVH vosso ‘ULHÍM (ETERNO).

 

4 Não vos volteis para os ‘ELOHÍM (ídolos), nem façais para vós ‘ELOHÍM (deuses) de fundição. Eu sou o Senhor YHVH vosso ‘ULHÍM (ETERNO).

 

5 Quando oferecerdes ao Senhor YHVH sacrifício de oferta pacífica, oferecê-lo-eis de modo a serdes aceitos.

 

6 No mesmo dia, pois, em que o oferecerdes, e no dia seguinte, se comerá; mas o que sobejar até o terceiro dia será queimado no fogo.

 

7 E se, na verdade, alguma coisa dele for comida ao terceiro dia, é coisa abominável; não será aceito.

 

8 E qualquer que o comer levará sobre si a sua iniqüidade, porquanto profanou a coisa santa do Senhor YHVH; por isso tal alma será extirpada do seu povo.

 

9 Quando fizeres a colheita da tua terra, não segarás totalmente os cantos do teu campo, nem colherás as espigas caídas da tua sega.

 

10 Semelhantemente não rabiscarás a tua vinha, nem colherás os bagos caídos da tua vinha; deixá-los-ás para o pobre e para o estrangeiro. Eu sou o senhor YHVH vosso ‘ULHÍM (ETERNO).

 

11 Não furtareis; não enganareis, nem mentireis uns aos outros;

 

12 não jurareis falso pelo meu NOME (YHVH – YAHU), assim profanando o NOME do vosso ELYÔN (SUPREMO ALTÍSSIMO). Eu sou o Senhor YHVH.

 

13 Não oprimirás o teu próximo, nem o roubarás; a paga do jornaleiro não ficará contigo até pela manhã.

 

14 Não amaldiçoarás ao surdo, nem porás tropeço diante do cego; mas temerás a teu ‘ULHÍM (ETERNO). Eu sou o Senhor YHVH.

 

15 Não farás injustiça no juízo; não farás acepção da pessoa do pobre, nem honrarás o poderoso; mas com justiça julgarás o teu próximo.

 

16 Não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo; nem conspirarás contra o sangue do teu próximo. Eu sou o Senhor YHVH.

Escrito por anselmo.estevan às 18h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

 

17 Não odiarás a teu irmão no teu coração; não deixarás de repreender o teu próximo, e não levarás sobre ti pecado por causa dele.

 

[18 Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor YHVH].

 

 

       D’varim (Deuteronômios)

 

 

DEUTERONÔMIO 23

 

Pessoas que são excluídas das assembléias santas 

 

1 Aquele a quem forem trilhados os testículos, ou for cortado o membro viril, não entrará na assembléia do Senhor YHVH.

 

2 Nenhum bastardo entrará na assembléia do Senhor YHVH; nem ainda a sua décima geração entrará na assembléia do Senhor YHVH.

 

[3 Nenhum amonita nem moabita entrará na assembléia do Senhor YHVH; nem ainda a sua décima geração entrará jamais na assembléia do Senhor YHVH;

 

4 porquanto não saíram com pão e água a receber-vos no caminho, quando saíeis do Egito; e, porquanto alugaram contra ti a Balaão, filho de Beor, de Petor, da Mesopotâmia, para te amaldiçoar.

 

5 Contudo o Senhor YHVH teu ‘ULHÍM (ETERNO) não quis ouvir a Balaão, antes trocou-te a maldição em bênção; porquanto o Senhor YHVH teu ‘ULHÍM (ETERNO) te amava.

 

6 Não lhes procurarás nem paz nem prosperidade por todos os teus dias para sempre].

 

 

       “NÃO ENTENDI???? ONDE ESTÁ A REFERÊNCIA QUE O FILHO FALA”:

 

         Mt 5,23 (Amarás o teu próximo) – referência: [Lv 19,18].

Escrito por anselmo.estevan às 18h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

 

           Mt 5,23 (E odiarás o teu inimigo) – referência [Dt 23,3-6].

 

           Mt 5,44 (Amai os vossos inimigos e orai) – referência [Lc 6,27].

 

           PARA ENTENDERMOS O PORQUE DISSO......VAMOS AO ESTUDO DESSAS PASSAGENS ACIMA E DEPOIS A PASSAGEM DE LUCAS!

 

           ESTUDO DE Mt 5,43-47 ODIARÁS O TEU INIMIGO: “Essa afirmação NÃO APARECE no ANTIGO TESTAMENTO, mas uma falsa conclusão NOS ENSINOS ESCRIBAS QUE HAVIA RESULTADO DO ENTENDIMENTO ESTREITO DE “VIZINHO” como simplesmente “AMIGO JUDEU”. Yahushúa mostrou que a VERDADEIRA intenção de Lv 19,18 ESTENDE-SE TAMBÉM AOS PRÓPRIOS INIMIGOS. COMPARE COM LUCAS 10,29ss.:

 

           LUCAS 10:

 

A parábola do bom samaritano 

 

25 E eis que se levantou certo doutor da lei e, para o experimentar, disse: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?

 

26 Perguntou-lhe YAHUSHÚA: Que está escrito na lei? Como lês tu?

 

27 Respondeu-lhe ele: Amarás ao Senhor YHVH teu ELYÔN (SUPREMO ALTÍSSIMO) de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.

 

28 Tornou-lhe Jesus: Respondeste bem; faze isso, e viverás.

 

[29 Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a YAHUSHÚA: E quem é o meu próximo?].

 

30 YAHUSHÚA, prosseguindo, disse: Um homem descia de YERUSHALAYIM (Jerusalém) a YERIKHO (Jericó), e caiu nas mãos de salteadores, os quais o despojaram e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.

 

31 Casualmente, descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e vendo-o, passou de largo.

 

32 De igual modo também um levita chegou àquele lugar, viu-o, e

Escrito por anselmo.estevan às 18h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

passou de largo.

 

33 Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou perto dele e, vendo-o, encheu-se de compaixão;

 

34 e aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho; e pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem e cuidou dele.

 

35 No dia seguinte tirou dois denários, deu-os ao hospedeiro e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que gastares a mais, eu to pagarei quando voltar.

 

36 Qual, pois, destes três te parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?

 

37 Respondeu o doutor da lei: Aquele que usou de misericórdia para com ele. Disse-lhe, pois, YAHUSHÚA: Vai, e faze tu o mesmo.

 

 

 

           AGORA, SIM VAMOS A MAIS ESTUDOS PARA VERMOS ESSE TERRÍVEL ENGANO QUE LEVA A CONTRADIÇÃO DO FILHO SER CONTRA O PAI! UM ABSURDO....!!!!! VAMOS LÁ:

 

           Catecismo Maior de Westminster:

 

           TERCEIRA PARTE

 

           Tendo visto o que as ESCRITURAS principalmente nos ensinam a crer de Elyôn (Supremo Altíssimo) YHVH, resta-nos considerar o que elas requerem como dever do HOMEM:

 

           Pergunta 99. Que regras devem ser observadas para a boa compreensão dos Dez mitzvot (Mandamentos)?

 

         Resposta: Para a boa compreensão dos Dez mitzvot (Mandamentos), as seguintes regras devem ser observadas:

Escrito por anselmo.estevan às 18h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

 

           1º - A Torah (Lei) é perfeita e obriga todos à plena conformidade do homem inteiro à retidão dela e à inteira obediência para sempre, de modo que requer a sua perfeição em todos os deveres e proíbe o mínimo grau de todo o pecado.

           Referências bíblicas:

           Sl 19,7; Tg 2,10; Mt 5,21.22.

 

           2º - A Torah (Lei) é ESPÍRITUAL, assim, se estende tanto ao ENTENDIMENTO, à VONTADE, aos AFETOS e a TODAS AS OUTRAS POTÊNCIAS DA NEFESH (ALMA), como as palavras, às obras e ao procedimento.

           Referências Bíblicas:

           Rm 7,14; Dt 6,5; Mt 22,37-39; Mt 12,36.37.

 

           3ª - Uma e a mesma coisa, em respeitos diversos, é exigida ou proibida em diversos mitzvot (Mandamentos).

           Referências Bíblicas:

           Cl 3,5; lTm 6,10; Pv 1,19; Am 8,5.6.

 

           4ª - Onde um dever é prescrito, o pecado contrário é proibido; onde um pecado é proibido, o dever contrário é prescrito; assim, onde uma promessa está anexa, a ameaça contrária está inclusa; onde uma ameaça está anexa, a promessa contrária está inclusa.

           Referências Bíblicas:

           Is 58,13; Mt 15,4-6; Ef 4,28; Êx 20,12; Pv 30,17; Jr 18,7.8; Êx 20,7.

 

           5ª - O que Elyôn (Supremo Altíssimo) YHVH proíbe não se há de fazer em tempo algum, o que ele manda é sempre um dever; mas nem todo dever especial é para ser cumprido em todos os tempos.

           Referências Bíblicas:

           Rm 3,8; Dt 4,9; Mt 12,7; Mc 14,7.

 

           6ª - Sob um pecado ou um dever, todos os da mesma classe são proibidos ou mandados, juntamente com todas as causas, os meios, as ocasiões e as aparências deles e provocações a eles.

           Referências Bíblicas:

           Hb 10,24.25; 1Ts 5,22; Gl 5,26; Cl 3,21; Jd 23.

 

             - Aquilo que nos é proibido ou mandado temos a obrigação, segundo o lugar que ocupamos, de procurar que seja evitado ou cumprido por outros, segundo o dever das suas posições.

           Referências Bíblicas:

         Êx 20,1-26; LEVÍTICO 19,17; Gn 18,19; Dt 6,6.7; JOSUÉ 24,15.

Escrito por anselmo.estevan às 18h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

           8ª - Quanto ao que é mandado a outros, somos obrigados, segundo a nossa posição e vocação, a AJUDA-LOS, e a cuidar em não participar com outros do que lhes é proibido.

           Referências Bíblicas:

           2Co 1,24; 1Tm 5,22; Ef 5,7.

 

 

 

           Pergunta 183. Por quais pessoas devemos orar?

 

           Resposta: Devemos orar por toda a Igreja do Maschiyah (Messias) na Eretz (Terra), pelos magistrados a outras autoridades, por nós mesmos, pelos nossos irmãos e até pelos nossos INIMIGOS, pelos homens de todas as classes, pelos vivos e pelos que ainda hão de nascer; porém, não devemos orar PELOS MORTOS, nem por aqueles que se sabe terem COMETIDO O PECADO PARA A MORTE.

            Referências Bíblicas:

         Ef 6,18; Sl 28,9; 1Tm 2,1.2; 2Ts 3,1; Cl 4,3; Gn 32,11; Tg 5,16; 2Ts 1,11; Mt 5,44; 1Tm 2,1; Jo 17,20; 2Sm 12,22.23; Lc 16,25.26; Hb 9,27.28; 1 Yochanan (1 João) 5,16.

 

 

         CATECISMO DE HEIDELBERG

 

         PARTE 3

 

         NOSSA GRATIDÃO:

 

         Pergunta 107. É suficiente não matar nosso próximo?

         RESPOSTA: Não, porque Elyôn (Supremo Altíssimo) YHVH, condenando a INVEJA, o ÓDIO e a ÍRA, manda que AMEMOS NOSSO PRÓXIMO COMO A NÓS MESMOS E MOSTREMOS PACIÊNCIA, PAZ, MANSIDÃO, MISERICÓRDIA E GENTILEZA PARA COM ELE!

         Devemos evitar seu prejuízo, tanto quanto possível, e fazer bem até aos NOSSOS INIMIGOS!

         Mt 7,12; Mt 22,39; Rm 12,10; Mt 5,5-7; Lc 6,36; Rm 12,18; Gl 6,1.2; Ef 4,1-3; Cl 3,12; 1Pe 3,8; Êx 23,5; Mt 5,44. 45; Rm 12,20.21.

 

         AGORA, O QUE FALAR DA TORAH (LEI) E O GRAVE ERRO DOS

“ESCRIBAS” EM RELAÇÃO À TORAH (LEI):

Escrito por anselmo.estevan às 18h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

 

Mt 5,23 (Amarás o teu próximo) – referência: [Lv 19,18].

           Mt 5,23 (E odiarás o teu inimigo) – referência [Dt 23,3-6].

 

           Mt 5,44 (Amai os vossos inimigos e orai) – referência [Lc 6,27].

 

           PARA ENTENDERMO O PORQUE DISSO......VAMOS AO ESTUDO DESSAS PASSAGENS ACIMA E DEPOIS A PASSAGEM DE LUCAS!

 

           ESTUDO DE Mt 5,43-47 ODIARÁS O TEU INIMIGO: “Essa afirmação NÃO APARECE no ANTIGO TESTAMENTO, mas uma falsa conclusão NOS ENSINOS ESCRIBAS QUE HAVIA RESULTADO DO ENTENDIMENTO ESTREITO DE “VIZINHO” como simplesmente “AMIGO JUDEU”. Yahushúa mostrou que a VERDADEIRA intenção de Lv 19,18 ESTENDE-SE TAMBÉM AOS PRÓPRIOS INIMIGOS. COMPARE COM LUCAS 10,29ss.:

 

 

         ISTO:

 

TORAH – LEI (ENSINAMENTO):

 

           A Lei é boa!

 

           Rm 7,12-13.16; (Mt 5,17ss); 1Tm 1,8; [Complementos: “A Confissão de Fé 2,2; 19,6; Catecismo Maior de Westminster 99, 152; Confissão Belga 2”]. Vamos e esse estudo:

 

           ROMANOS 7,12-13: E assim a Torah é Santa, e a Mytsvah (Mandamento) santa, justa e boa.

           Logo tornou-se-me o bom em morte? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte para bem; a fim de que pela Mytsvah (Mandamento) o pecado se fizesse excessivamente maligno,

           E se faço o que não quero, consinto com a Torah, que é boa.

 

           Vamos ao estudo dessa passagem: (Rm 7,12-13):

         Santo, e Justo, e Bom. A Lei reflete o caráter de ‘Ulhim (“Santo”). Ela é a norma objetiva para a resposta pactual da humanidade a ‘Ulhim (“Justo”). E é também benéfica para os seres humanos, os quais foram criados à imagem de ‘Ulhim (“Bom”).

Escrito por anselmo.estevan às 18h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

* Vamos a referência de Rm 7,12 (“A Lei é Santa”): (Sl 19,8: [veja o v.(“7”)-8]): A LEI DO Y’H’V’H (YAHU) É PERFEITA, E REFRIGERA A NEFESH (alma); o testemunho do Y’H’V’H é fiel, e dá sabedoria aos simples (Sl 19,7).

           Os preceitos do Y’H’V’H (Yahu) são retos e alegram o coração; o mandamento do Y’H’V’H (Yahu) é puro, e ilumina os olhos.

 

           ESTUDO DE: ([Sl 19,7-11: A Lei de {Yahu} é perfeita. A Lei, a revelação especial de ‘Ulhim, reflete o caráter do seu autor. Nomes diferentes são usados para a Lei, mas são quase sinônimos e apontam para o todo da revelação especial de ‘Ulhim à humanidade.] Sl 19,7):

           Sl 19,7: A Lei: Torá, o termo mais geral para indicar a Lei. Restaura a alma. Instilando energia e esperança naqueles que a seguem. Dá sabedoria. A sabedoria não é um conhecimento intelectual superior. A Palavra de ‘Ulhim implanta no ouvinte o temor de ‘Ulhim, dando o conhecimento de ‘Ulhim e o modo como o homem deve viver retamente diante dele! 1 Timóteo 1,8: Sabemos, porém, que a torá é boa, se alguém dela faz uso legítimo.

           ESTUDO DE (1Tm 1,8): A Lei é boa. Assim como o próprio (YahuShúa) (Mt 5,17ss), Paulo acreditava que a Lei Mosaica por si só era um presente maravilhoso de ‘Ulhim. (Veja Rm 7,12-13.16). No entanto, esse presente podia ser motivo de abusos e se tornar maldição!

 

           Agora, completando esse estudo da “Lei” – vamos aos seguintes complementos:

 

           1º Confissão de Fé de Westminster (capítulo II - II [DE ‘ULHIM E DA SANTÍSSIMA TRINDADE]  {pág. 1.787}; capítulo XIX – VI [DA LEI DE ‘ULHIM] {pág. 1.796}).

           2º Catecismo Maior de Westminster [(SEGUNDA PARTE) “PERGUNTA 19!”. Pág. 1.805]. [(TERCEIRA PARTE) “PERGUNTA 99!”. Pág. 1.813]. [(TERCEIRA PARTE) “PERGUNTA 152!”. Pág. 1.822].

           3º Confissão Belga. Artigo 2 (Como conhecemos a ‘Ulhim). Pág. 1.750.

 

           “Material tirado da: ‘Bíblia de Estudo de Genebra’ Edição Revista e Ampliada”. Para uma melhor compreensão dos estudos da: “LEI!”: Obs.: “Os NOMES das Pessoas da Trindade – são grifos meus”.

 

         1º CFW Capítulo II – II: ‘ULHIM E DA SANTÍSSIMA TRINDADE: ‘Ulhim tem em si mesmo, e de si mesmo toda a vida, glória, bondade e bem-aventurança. Ele é todo suficiente em si e para si, pois não precisa das criaturas que trouxe à existência; não deriva delas glória alguma, mas somente manifesta a sua Glória nelas, por elas, para elas e sobre elas. Ele é a única origem de tudo ser; Dele, por Ele e para Ele são todas as

Escrito por anselmo.estevan às 18h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

coisas, e sobre elas tem Ele soberano domínio para fazer com elas, para elas e sobre elas tudo quanto quiser. Todas as coisas estão patentes e manifestas diante dele; o seu saber é infinito, infalível e independente da criatura, de sorte que para Ele nada é contingente ou incerto. Ele é Santíssimo em todos os seus conselhos, em todas as suas obras e em todos os seus preceitos. Da parte dos anjos, dos homens e de qualquer outra criatura lhe são devidos todo culto, todo serviço e toda obediência, que houve por bem requerer deles.

           Referências bíblicas: Jo 5,26; At 7,2; Sl 119,68; 1Tm 6,15; At 17,24.25; Rm 11,36; Ap 4,11; Hb 4,13; Rm 11,33.34; At 15,18; Pv 15,3; Sl 145,17; Ap 5,12-14.

 

           Capítulo XIX – VI: DA LEI DE ‘ULHIM: Embora os verdadeiros crentes não estejam debaixo da Lei como um pacto de obras, para serem por ela justificados ou condenados, contudo ela lhes serve de grande proveito, como aos demais; informando-lhes, como regra de vida, à vontade de ‘Ulhim e o dever que eles têm, ela os dirige e os obriga a andar segundo a retidão; dando-lhes também as pecaminosas poluções de sua natureza, do seu coração e da sua vida, de maneira que eles, examinando-se por meio dela, alcançam mais profunda convicção de pecado, maior humilhação por causa dele e maior aversão a ele; ao mesmo tempo, lhes dá mais clara visão da necessidade que têm do Maschiyah e da perfeita obediência a Ele. Ela é também de utilidade aos regenerados, a fim de conter a sua corrupção; pois proíbe o pecado; as suas ameaças servem para mostrar o que merecem os seus pecados e quais são as aflições que, por causa deles, devem esperar nesta vida, ainda que estejam livres da maldição ameaçada na Lei. Do mesmo modo, as suas promessas mostram que ‘Ulhim aprova a obediência deles e que bênçãos podem esperar dessa obediência, ainda que essas bênçãos não lhes sejam devidas pela Lei considerada como pacto das obras – assim, o fazer homem o bem ou evitar o mal, porque a Lei estimula aquilo e proíbe isto, não é prova de estar ele debaixo da Lei e não debaixo da Graça.

           Referências bíblicas: Rm 6,14; 8,1; Gl 3,13; Rm 7,12.22.25; Sl 119,5; 1Co 7,19; Rm 7,7; Rm 3,20; Tg 1,23-25; Rm 7,9.14.24; Gl 3,24; Rm 8,3.4; 7,25; Tg 2,11; Ed 9,13.14; Sl 89,30-34; Sl 37,11; Gl 2,16; Lc 17,10; Rm 6,12.14; Hb 12,28.29; 1Pe 3,8-12; Sl 34,12.16.

 

           2º CMW SEGUNDA PARTE:

 

           Pergunta 19: Qual a providência de ‘Ulhim para com os anjos?

         Resposta: ‘Ulhim, pela providência, permitiu que alguns dos anjos, voluntária e irremediavelmente, caíssem em pecado e perdição, limitando e ordenando isso, como todos os pecados deles, para a sua própria glória; estabeleceu os demais em santidade e felicidade, empregando-os todos, conforme apraz, na administração do seu poder, misericórdia e justiça.

Escrito por anselmo.estevan às 18h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

 

           Referências bíblicas: Jd 6; Lc 10,17; Mc 8,38; 1Tm 5,21; Hb 12,22; Sl 103,20; Hb 1,14.

 

           TERCEIRA PARTE:

 

           Pergunta 99: Que regras devem ser observadas para a boa compreensão dos Dez Mandamentos?

           Resposta: Para a boa compreensão dos Dez Mandamentos, as seguintes regras devem ser observadas:

 

           1ª - A Lei é Perfeita e obriga todos à plena conformidade do homem inteiro à retidão dela e à inteira obediência para sempre; de modo que requer a sua perfeição em todos os deveres e proíbe o mínimo grau de todo pecado.

           Referências bíblicas: Sl 19,7; Tg 2,10; Mt 5,21.22.

 

           2ª - A Lei é espiritual, assim, se estende tanto ao entendimento, à vontade, aos afetos e a todas as outras potências da alma, como às palavras; às obras e ao procedimento.

           Referências bíblicas: Rm 7,14; Dt 6,5; Mt 22,37-39; Mt 12,36.37.

 

           3ª - Uma e a mesma coisa, em respeito diversos, é exigida ou proibida em diversos mandamentos.

           Referências bíblicas: Cl 3,5; 1Tm 6,10; Pv 1,19; Am 8,5.6

 

           4ª - Onde um dever é prescrito, o pecado contrário é proibido; onde um pecado é proibido, o dever contrário é prescrito; assim, onde uma promessa está anexa, a ameaça contrária está inclusa; onde uma ameaça está anexa, a promessa contrária está inclusa.

           Referências bíblicas: Is 58,13; Mt 15,4-6; Ef 4,28; Êx 20,12; Pv 30,17; Jr 18,7.8; Êx 20,7.

 

           3ª - O que ‘Ulhim proíbe não se há de fazer em tempo algum; o que Ele manda é sempre um dever; mas nem todo dever especial é para ser compreendido em todos os tempos.

           Referências bíblias: Rm 3,8; Dt 4,9; Mt 12,7; Mc 14,7.

 

           6ª - Sob um pecado ou um dever, todos os da mesma classe são proibidos ou mandados, juntamente com todas as causas, os meios, as ocasiões e as aparências deles e provocações a eles.

         Referências bíblicas: Hb 10,24.25; 1Ts 5,22; Gl 5,26; Cl 3,21; Jd 23.

Escrito por anselmo.estevan às 18h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

           7ª - Aquilo que nos é proibido ou mandado temos a obrigação, segundo o lugar que ocupamos, de procurar que seja evitado ou cumprido por outros, segundo o dever das suas posições.

           Referências bíblicas: Êx 20,1-26; Lv 19,17; Gn 18,19; Dt 6,6.7; Is 24,15.

 

           8ª - Quanto ao que é mandado a outros, somos obrigados, segundo a nossa posição e vocação, a ajuda-los e a cuidar em não participar com outros do que lhes é proibido.

           Referências bíblicas: 2Co 1,24; 1Tm 5,22; Ef 5,7.

 

          

           Pergunta 152: O que cada pecado merece da parte de ‘Ulhim?

           Resposta: Cada pecado, até o menor, sendo contra a soberania, a bondade e a santidade de ‘Ulhim, e contra a sua justa Lei, merece a sua ira e maldição, nesta vida e na vindoura, e não pode ser expiado, se não pelo sangue do Maschiyah.

           Referências bíblicas: Tg 2,10-11; Êx 20,1-2; Dt 32,6; Hc 1,13; 1Pe 1,15.16; 1Jo 3,4; Rm 7,12; Gl 3,10; Dt 28,15; Lm 3,39; Mt 25,41; Rm 6,21.23; Hb 9,22; 1Jo 1,7.

 

 

           3º CB: ARTIGO 2:

 

           Como conhecemos a ‘Ulhim:

           Nós conhecemos por dois meios. Primeiro: Pela criação, manutenção e governo do mundo inteiro, visto que o mundo, perante os nossos olhos, é como um livro formoso, em que todas as criaturas, grandes e pequenas, servem de letras que os fazem contemplar os atributos invisíveis de ‘Ulhim, isto é, o seu eterno poder também a sua própria divindade, como diz o apóstolo Paulo (Rm 1,20). Todos estes atributos são suficientes para convencer os homens e torná-los indesculpáveis.

           Segundo: ‘Ulhim se faz conhecer ainda mais clara e plenamente por sua sagrada e divina Palavra, isto é, tanto quanto nos é necessário nesta vida, para sua glória e para a salvação dos que lhe pertencem. (Sl 19,1-4; Sl 19,7.8; 1Co 1,18-21).

 

           Mattitiyahu (Mt) 5,17ss.: Não cuideis que vim destruir a torah (Lei) ou os navyim (profetas): Não destruir, mas leva-los a cumprir!

           Porque em êmeth (verdade) vos digo que, até que o céu e a terra passem, nenhum Yud (“Y”) ou qualquer traço se omitirá da torah, sem que tudo seja cumprido!

         Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos por menor mytsvah (mandamento) que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no Reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no Reino dos céus.

Escrito por anselmo.estevan às 18h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

 

           Sendo assim, a “Lei” é toda a “Bíblia” – com a diferença de que: Pelo “Ungido” – A cumpriu para e por nós – nos dando a sua Graça! Única e exclusivamente, devemos honra-lo para não cairmos novamente em “Pecado” – e, desfazer à sua Obra perfeita em obediência para nos libertar da escravidão dos Pecados – sendo, pelo seu precioso sangue derramado, somos novas criaturas – sendo assim, oremos em seu Nome que salva (At 4,12): YahuShúa! A Lei é Boa! A carne que a invalidou....!!!!!  Reflita em Efésios: 2,11-22; 3,8-10; 6,12-15! Para isso era preciso primeiro a: “LEI” para depois a sua: “GRAÇA!”.

 

           Bíblias de Estudo de Genebra Edição Revista e Ampliada – Bíblia hebraica torah – Peshitta. Foram consultadas nesta obra. Feita por: Anselmo Estevan com grifos meus nos Nomes Da Trindade!

 

 

         BEM, TENDO ESSE ENTEDIMENTO DA ANTIGA ALIANÇA (O TANAKH [AT]). E A (NOVA ALIANÇA B’RIT HADASHAH [NT]). A TORAH (LEI) E O NOVO TESTAMENTO (ESSED) GRAÇA DE YHVH! CHEGAMOS A CONCLUSÃO DE QUE DE FORMA ALGUMA ELAS SE CONTRADIZEM!!!! COMO O ‘FILHO’ SENDO CONTRA O ‘PAI’! MAS, SIM UM ERRO HUMANO DE UM ESCRIBA E QUE REFLETE ATÉ OS DIAS DE HOJE..........!!!!!!!!!!!!

 

         Bíblia de estudo de GENEBRA Edição Revista e Ampliada 2ª Edição, foi usada nessa pesquisa (Mattityahu) [Mateus] página 1237 – ESTUDO DO ESCRIBA!

         Editoras: EDITORA CULTURA CRISTÃ. SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL. (The Spirit of the Reformation Study Bible). Estudo feito por: Anselmo Estevan. Com formação de pós-graduação em Bacharel em Teologia pela Faculdade Ibetel!

 

         Levando a êmeth (VERDADE) a pregação da Palavra de YHVH! Amén (Assim Seja)!

 

          

HÁ SIM!!!!! ONDE ESTÁ ESCRITO NO ANTIGO TESTAMENTO: ODIARÁS SEU INIMIGO E AMARÁS SEUS AMIGOS NESSA PASSAGEM ÀS SUAS REFERÊNCIAS:

Mt 5,23 (Amarás o teu próximo) – referência: [Lv 19,18].

Mt 5,23 (E odiarás o teu inimigo) – referência [Dt 23,3-6].

Escrito por anselmo.estevan às 18h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O FILHO VEIO PARA DESFAZER O ERRO DO ESCRIBA...

Mt 5,44 (Amai os vossos inimigos e orai) – referência [Lc 6,27].

MUITO PELO CONTRÁRIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! É SÓ VER O ESTUDO ACIMA>

PEÇO DESCULPAS PELA MINHA INDISCRIÇÃO, MAS EU TENHO QUE COMENTAR A MINHA PRÓPRIA POSTAGEM: "POR ERRO DE UM ESCRIBA DA ANTIGA ALIANÇA NA TORAH......!!! O FILHO VÊM EM KEVOD (GLÓRIA) E MOSTRA A ÊMETH (VERDADE) PARA OS SEUS TALMIDIM (DISCÍPULOS)..... E O HOMEM NEM SE PREOCUPA EM SABER COMO FOI........????? E COLOCA ESSAS PASSAGENS CITADAS ACIMA CONTRA A TORAH (LEI)!!!!!! E DISTORCE POR COMPLETO A PALAVRA DO FILHO MASCHIYAH (UNGIDO) PELO RÚKHA hol- RODSHÚA (O ESPÍRITO SANTO) DE YHVH! E SE ACHA O TAL!!!! PEGANDO PASSAGENS, CAPÍTULOS E MAIS CAPÍTULOS UM POUCO AQUI E VERSÍCULOS.....E FAZ UMA MONTAGEM E FALA MAL DA TORAH.........!!!!!! E NÃO CAÍ NA REAL DE QUE TUDO FOI UM ENGANO DE UM ESCRIBA QUE INTERPRETOU MAL A TORAH! E ACHANDO QUE ESTÁ TODO TODO E É O REI DA COCADA PRETA E LEVA SHÚA (SALVAÇÃO) ENQUANTO LEVA A PERDIÇÃO DOS SEUS SEGUIDORES E A SUA PRÓPRIA PORQUE NÃO ADMITE ESTAR ERRADO IGUALZINHO AO ANJO CAÍDO!!!! POIS ELE JÁ FOI VENCIDO! ESTÁ PRESO OU JÁ FOI DESTRUÍDO NÃO SEI!!!! POR QUE O LIVRO DE YOCHANAN REVELAÇÃO (APOCALIPSE) MOSTRA QUE ELE SERÁ SOLTO....E DEPOIS VIRÁ O FIM!!!! HORA. MESMO DEPOIS DE VENCIDO! MESMO DEPOIS DE DESFEITA SUAS OBRAS! MESMO ESTANDO PRESO! AINDA VEM COM A MESMA IDEIA????!!!!!!!! POR QUE? PORQUE NÃO HÁ VERDADE NELE! PORQUE NÃO QUER APRENDER! PORQUE NÃO QUER SE SUBMETER E DIZER EU ERREI.....???? ELE É E ESTÁ ACIMA DE TUDO E DE TODOS!!!!! POR ISSO TODO O QUE SE ACHA IGUALZINHO É SIM UM ANTICHRISTÓS UM ANTIMESSIAS UM CONTRA TUDO O QUE SE DIZ UNGIDO!!!!! COMO???? NÃO ACEITA ESTAR ERRADO NUNCA!!!!!! COMO PODE SÓ O ETERNO É CERTO O TEMPO TODO SEMPRE!!!!!! NÓS SOMOS FALHOS! SOMOS HUMANOS CAÍDOS PELO PECADO E DESTITUÍDOS DA GRAÇA DO ETERNO E NÃO PODEMOS NOS SALVAR? NÃO É ISSO! MAS O FILHO FEZ O SACRIFÍCIO POR TODOS NÓS UMA ÚNICA VEZ! E PRECISAMOS ESTAR SEMPRE PERTO DO FILHO!!!! EM HUMILDADE E MANSIDÃO DE RÛAH (ESPÍRITO)! SE SÓ HOUVER SOBERBIA! SABEDORIA HUMANA! NUNCA ESTAR ERRADO! NUNCA SEDER! DO QUE ADIANTA O SACRIFICIO DO FILHO A SUA HUMILHAÇÃO POR NÓS?????? SOMOS MELHORES DO QUE ELE NOS NOSSOS ESTUDOS DE INTERPRETAÇÃO BÍBLICA!!!!!!!! ESSE É O GRANDE ERRO ACOMPLADO AO DO ESCRIBA.........................................!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!".

Escrito por anselmo.estevan às 18h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

21/02/2012


PARA DESCOBRIR A AÇÃO DO ANTICRISTO VÀ EM:

  • 19/02/12 À 25/02/12 - PRÓXNervosoIMO AO FINAL DESSE ESTUDO! E DESCUBRA O ANTICHRISTÓS (CONTRA O UNGIDO):

Escrito por anselmo.estevan às 18h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

POR EU FALAR: O MASCHIYAH (MESSIAS) DE: Y'HOSHUA (JOSUÉ) À MAL'AKHI (MALAQUIAS)! O ANTICRISTO SE LEVANTOU... VEJA:

         Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Y’hoshua (Josué).

       O livro de Josué aponta para o Maschiyah de várias maneiras. Do mesmo modo que a primeira parte do livro apresenta Josué como um guerreiro liderando a conquista de Canaã, o Novo Testamento fala do Maschiyah como o grande Guerreiro que conduz o seu povo a tomar posse dos novos céus e da nova terra. O que Josué apenas começou, o Maschiyah cumpriu na sua primeira vinda ao derrotar Satanás (Ef 4,8-9; Cl 2,15; Hb 2,14-15), continua a cumprir na guerra santa espiritual que a Igreja enfrenta (At 15,15-17; Ef 6,10-18) e cumprirá de modo definitivo na sua segunda vinda (Ap 19,11-21; 21,1-5).

         Assim como a segunda parte do livro mostra a divisão da herança de Israel entre todas as tribos segundo Yahu havia determinado, o Novo Testamento explica que o Maschiyah dá ao seu povo a herança que lhe cabe. Em sua ressurreição e ascensão, o Maschiyah recebeu muitas bênçãos de Yahu, bênçãos estas que ele distribui ao seu povo por meio dos dons do Espírito (Ef 4,4-13). Assim, o Espírito é o penhor que garante a nossa herança vindoura (Ef 1,13-14). Quando o Maschiyah voltar em glória, concederá ao seu povo a herança plena e eterna que consistirá em reinar com ele para sempre sobre os novos céus e a nova terra (Ap 5,10; 22,5).

         Do mesmo modo que a terceira parte do livro se concentra na necessidade de uma vida fiel à aliança, o Novo Testamento ensina que o Maschiyah preencheu todos os requisitos da aliança para aqueles que crêem nele, tornando-se justiça de Yahu (2Co 5,21). O Maschiyah cumpriu perfeitamente toda a lei santa de Yahu e sua justiça é imputada àqueles que crêem (Rm 3,21-24; 4,3-13; Gl 2,16). Ao mesmo tempo, porém, a vida em aliança com Yahu continua a ser um período de teste, pois provamos a fé que professamos ao conformar a nossa vida aos requisitos da aliança de Yahu conosco (Mt 24,12-14; Fp 2,12-13; Hb 3,14; 10,15-39; Ap 2,7.11.17.26.28.; 3,21).

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Shof’tim (Juízes).

            A ênfase do livro de Juízes sobre a necessidade de um rei justo da linhagem de Davi aponta para o papel que o Maschiyah cumpriu como Rei. Ele era da família de Davi e herdeiro legítimo do trono davídico (Mt 1,1-17; Lc 3,1-37). Ao contrário de todos os outros filhos de Davi, o Maschiyah sempre guardou a lei de Yahu perfeitamente (Mt 5,17). Assim, Yahu ressuscitou o Maschiyah dentre os mortos e os fez assentar no seu trono celestial (1Co 15,25), estabelecendo um reino que nunca terá fim (Is 9,6-9). Apesar do Maschiyah já ser Rei, todos o reconhecerão como tal quando ele voltar em glória e governar sobre os novos céus e a nova terra (Ap 22,1-3). O sucesso do reinado do Maschiyah contrasta nitidamente com o fracasso de outros líderes do povo de Yahu.

Escrito por anselmo.estevan às 18h22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

Como os juízes e os levitas de Israel, os líderes pecadores não são capazes de suprir a necessidade de um rei perfeitamente justo. Somente o Maschiyah pode fazer isso.

 

         Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Rut (Rute).

       O Maschiyah é revelado no livro de Rute, antes de tudo, no modo como o livro testemunha à legitimidade do reinado de Davi. Primeiro, ao legitimar Davi, o livro legitima o Maschiyah como o grande Messias, Yahushua obteve o trono de Israel porque era o filho totalmente fiel de Davi (Mc 10,47-48; At 2,22-36; Rm 1,2-4). Por causa do interesse pela genealogia de Yahushua por parte dos escritores dos Evangelhos de Mateus e de Lucas, os seguidores do Maschiyah podem ter a certeza da afirmação no Novo Testamento de que ele é o Messias. Yahushua inaugurou o reino de Davi em seu ministério na terra. Hoje, ele reina e expande o seu reinado e um dia retornará para trazer o domínio mundial para a linhagem de Davi (Am 9,11; At 15,14-19).

         Segundo, o interesse que o livro mostra na inclusão de Rute, uma gentia, antecipa a expansão do reino de Yahu aos gentios durante o período do Novo Testamento. E Rute, ao exibir uma fé como a de Abraão e ao deixar seu país e parentes para viajar sob os cuidados de YHWH para uma terra estrangeira, encontrou a bênção prometida para todas as nações na descendência de Abraão (Gn 12,3). Assim como ela se tornou parte de Israel, gentios e judeus estão agora reconciliados com Yahu num só corpo, por meio de sua união com o Maschiyah (Ef 2,16; 3,6).

         Terceiro, o retrato ideal de Boaz, o resgatador de Rute, fornece consistência à declaração do Novo Testamento de que a Igreja é a noiva do Maschiyah (Ef 5,25-27; Ap 19,1-8; 22,17). Boaz demonstrou amor intenso e abnegado por duas viúvas desamparadas, Rute e Noemi. Essa caracterização de Boaz dá uma visão do quanto o Maschiyah ama intensa e abnegadamente a sua dependente noiva, a Igreja.

 

         Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: 1 e 2 Sh’um’el (SAMUEL).    

            O Maschiyah permanece como um contraste aos muitos exemplos de líderes pecadores de Israel que aparecem no livro. Todavia, mais do que isso, Yahushua é o herdeiro do trono de Davi, e a carreira de Davi antecipa a pessoa e obra do Maschiyah. Tanto Davi como Yahushua tiveram uma confirmação profética; Davi, por Samuel (3,20; 16,13) e Yahushua, por João Batista (Mt 14,5; Jo 1,29-31; 5,31-35). O Espírito de YHWH desceu sobre ambos (1Sm 16,13; Mc 1,9-11), os dois realizaram prodígios (cap. 17; Mt 11,4-5), envolveram-se na guerra santa (cap. 17; Cl 1,20), foram rejeitados por rei invejosos (18,9; Mt 2,16) e alertados para fugir a fim de salvar a própria vida (cap. 20;

Escrito por anselmo.estevan às 18h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

Mt 2,13-15). Rejeitados pelo seu próprio povo sem uma justa causa (23,12; Jô 19,15), ambos aprenderam no exílio a depender de Yahu. Eles intercederam em favor do povo de Yahu (2Sm 21,24; Jo 17) e foram grandemente exaltados pelo YHWH (2Sm 23,1-8; Js 52,13; Fp 2,9). Nesses e em muitos outros exemplos, a vida de Davi prefigurou as realizações do Maschiyah, seu filho.

 

         Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: 1 e 2 M’lakhim (REIS).

         O relato histórico de Reis aponta para o Maschiyah de várias maneiras. Pelo menos duas questões aparecem em primeiro plano. Em primeiro lugar, a família de Davi é destacada como elemento central de Israel. Todas as esperanças de vitória e salvação – e até mesmo de regresso do exílio – estavam baseadas na misericórdia de Yahu demonstrada para com a casa real de Davi e por meio dela. O Novo Testamento ensina que o Maschiyah é o grande Filho de Davi, por meio do qual Yahu cumpriu todas as promessas que havia feito a Davi e a seus filhos (Mt 1,1-17; At 2,22-36).

         Em segundo lugar, a monarquia e o culto no templo também ocupam uma posição central no relato. Na verdade, os reis de Israel e Judá são avaliados quase inteiramente de acordo com sua lealdade ou deslealdade para com o templo em Jerusalém e com a pureza do culto naquele local. Esse tema também se cumpriu em o Maschiyah. O Novo Testamento ensina que ele é o sumo sacerdote eterno do povo de Yahu (Hb 3,1; 4,14-15, cujo sangue expiou os seus pecados (Hb 2,17; 9,25-28). Ele reúne seu povo num santuário na terra (1Pe 2,4-5.9), e ministra no átrio celestial de Yahu (Hb 6,19-20; 8,1-2; 9,24). A importância da fidelidade exclusiva ao culto no templo de Salomão corresponde ao chamado do Maschiyah para seus seguidores confiarem em sua mediação sacerdotal para receberem a salvação (Jo 14,6; At 4,12) durante o seu ministério presente no santuário celestial e, por fim, ao substituir o santuário terreno na nova terra (Ap 21,22).

 

Christós (Maschiyah) [Yahushsua] em: 1 e 2 Divrei-HaYamim (CRÔNICAS).

Ao se concentrar no seu interesse pelo povo de Yahu, pelo rei e pelo templo, bem como pela bênção e pelo julgamento divino, o cronista redigiu a sua história visando estimular a esperança de Israel na vinda do Messias. Seu foco imediato é a restauração da comunidade pós-exílio, mas o Novo Testamento revela que o Ideal do reino restaurado expressado pelo cronista se cumpriu em o Maschiyah.

            A esperança do cronista para o povo de Yahu se realizou em o Maschiyah. Aqueles que seguem ao Maschiyah são os herdeiros das promessas feitas a Israel (Gl 3,14.29; 4,28; Ef 2,11-22; 3,6), como também o eram os fiéis da comunidade pós-exílio. A Igreja do Maschiyah se estende além de Israel de modo a incluir os gentios (Lc

Escrito por anselmo.estevan às 18h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

2,32; At 9,15; 11,1.18). Na volta do Maschiyah, todos os eleitos serão reunidos sob a Eternidade do Maschiyah (Ef 2,11-22).

         O interesse do cronista pela restauração do trono de Davi também se cumpriu em o Maschiyah. Ele é o Filho de Davi, o herdeiro legítimo do trono davídico (Lc 1,32; Rm 1,3; Ap 22,16). O SALVADOR cumpriu todos os requisitos de obediência impostos à linhagem de Davi (Rm 5,19; Fp 2,8; Hb 5,7-10). Na ressurreição, o Maschiyah se assentou no seu trono celestial (At 2,33-35; Ef 1,20-23; Fp 2,9; Ap 3,21). Ele conduz o seu povo à bênção e à vitória (Rm 8,37; Ef 4,7-13) e reinará até que todos os seus inimigos tenham sido derrotados (1Co 15,24-26).

         A ênfase do cronista sobre o templo também se cumpriu em o Maschiyah. Ele se entregou na cruz como expiação perfeita pelo pecado (Hb 9,11-28; 1Pe 3,18a; 1Jo 2,2), e intercede pelo seu povo no átrio celestial de Yahu (Hb 3,1; 4,14-16; 6,20; 7,16; 8,1). Quando o Maschiyah voltar, levará todo o seu povo à presença santa de Yahu (Jo 14,1-4; 1Ts 4,16-17).

         O enfoque do cronista sobre a bênção e o julgamento divino também antevê a obra do Maschiyah. O SALVADOR advertiu a sua Igreja acerca da necessidade de fidelidade a Yahu (Mt 5,17-20). Ele sofreu a morte na cruz para que o seu povo pudesse ser livrado do julgamento (Rm 3,21-26). Ele lhes concede nova vida para que tenham certeza da recompensa da bênção eterna (Jo 3,16; 2Pe 3,13; 1Jo 2,25).

         O cronista escreveu para encorajar seus leitores pós-exílio a renovarem o reino em sua época. No entanto, a sua história também aponta para o futuro, para o início do reino da primeira vinda do Maschiyah e sua consumação gloriosa quando ele voltar.

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: ‘Ezrah-Nechemyah.

         A revelação do Maschiyah é uma característica importante do Livro de Esdras-Neemias. O livro revela o Maschiyah de pelo menos cinco maneiras.

         1. O trabalho de Esdras e Neemias teve como base à iniciativa de Zorobabel, o descendente de Davi que representou a família real no início da restauração final do povo de Yahu à bênção (Ag 1 – 2; Zc 1 – 8). O trabalho de Zorobabel ficou aquém das expectativas, mas, posteriormente, O SALVADOR viria da linhagem de Zorobabel (Mt 1,12-16) e receberia as promessas dadas à casa de Davi depois do exílio.

            2. Os retratos idealistas de Zorobabel, Esdras e Neemias como líderes prenunciam a obra do Maschiyah. Do mesmo modo que esses homens dedicaram a própria vida a conduzir o povo de Yahu às bênçãos divinas, Cristo conduz os seus às bênçãos supremas e eternas. Como o Maschiyah (Mt 23,1-39), Esdras e Neemias confrontaram e corrigiram o pecado em Israel (9,1-15; 10,10-14; Ne 1,6-7; 9,1-3.26-38; 13,15-27). Como o Maschiyah (Jo 17,6-26), eles se identificaram como o povo pecador e oraram por ele (9,6-15; Ne 1,4-11).

Escrito por anselmo.estevan às 18h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

         3. O enfoque sobre a reconstrução e o funcionamento correto do templo em Jerusalém prefigura o Maschiyah. O templo é um elemento central da fé (messiânica) cristã. O Maschiyah não apenas purificou o templo (Mt 21,12-13; Jo 2,13-17) como também se tornou o templo (Jo 2,19-22). O Maschiyah instituiu a igreja como templo de Yahu (1Co 3,16-17; 2Co 6,16) e hoje, ministra no templo celestial (Hb 9,11-12.24). Quando voltar, o Maschiyah trará a nova Jerusalém do céu para a terra a fim de tornar o novo céu e nova terra a cidade santa de Yahu, com ele próprio e o Pai como o seu templo (Ap 21,22). Os temas de santidade, sacrifícios, orações, perdão, sacerdócio e da presença de Yahu, associados com o templo em Esdras-Neemias, são cumpridos em o Maschiyah.

         4. As reformas morais que Esdras e Neemias realizaram no âmbito nacional se cumpriram, igualmente, de modo supremo em Cristo. Ele também conclamou o povo da aliança de Yahu a voltar para o ETERNO e à sua Lei (Mt 5,17-19). Na verdade, por meio de sua morte e ressurreição e do poder do seu Espírito (Ruach HaKodesh), o Maschiyah purifica da injustiça e conduz à vida de fé (1Jo 1,7-9) todos os que crêem nele para que possam herdar as bênçãos de Yahu (Mt 25,34-40; Rm 6,1-23; 1Pe 3,9-12).

         5. Durante a breve estadia de Esdras em Jerusalém, ele reconstituiu Israel e deu à sua fé uma forma que permitiria que ela sobrevivesse ao longo dos séculos. Esdras organizou a comunidade judaica em torno da Lei, a Torá. Dessa época em diante, a marca distintiva de um judeu não seria geográfica ou nacional, mas sim, referente à aceitação da Lei. A Lei abriu um caminho para a superação das limitações étnicas e geográficas de outros tempos. Essa mudança na fé judaica lançou os alicerces para muitas das características da fé (messiânica) cristã. O culto (messiânico) cristão, a organização eclesiástica, a vida em comunidade, os empreendimentos missionários e outros elementos da fé (messiânica) cristã se firmaram em grande parte, nessas mudanças resultantes do ministério de Esdras. {ver + pra frente o termo “cristão”(...). E o REMANESCENTE [...]. A. E.}.

 

         Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Ester (Ester).

         O estilo teológico sutil de Ester não diminui a importância de os (messiânicos) cristãos considerarem os acontecimentos narrados nesse livro à luz do Maschiyah e da salvação nele obtida. O povo de Yahu estava no exílio, separado da sede de sua fé, Jerusalém, com seu templo e rei. Mesmo assim, o ETERNO cuidou de seus filhos, dando-lhes segurança e livramento que têm sido comemorados com a Festa de Purim desde aquela data.

            Essas características da narrativa apontam, em primeiro lugar, à vida do próprio Maschiyah. Em seu estado de humilhação, ele também sofreu sob a ação dos

Escrito por anselmo.estevan às 18h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

inimigos de Yahu. Seu serviço fiel até a morte trouxe salvação para todos que o seguem (At 2,36).

         Além disso, a narrativa lembra aos leitores (messiânicos) cristãos que, no momento atual, em que estão separados de seu Rei e templo, o Messias (Jo 16,7; At 1,7-9), eles devem esperar sofrer por causa de sua identificação com o Maschiyah (At 14,22; Rm 8,35; 1Pe 4,16). Todavia, enquanto os seguidores do Maschiyah inocentemente suportam a dor até que a nova Jerusalém desça do céu, eles não estão sozinhos. O Messias prometeu que estaria presente, por meio da habitação do Espírito Santo, até o fim da era da Igreja (Mt 28,20; Ef 1,13-14). Os (messiânicos) cristãos de hoje não devem travar conflito religioso ou espiritual usando poder político ou armas. Em vez disso, devem contar com a armadura espiritual para a sua proteção enquanto levam o evangelho a um mundo hostil (Ef 6,10-20). A coragem e a fé manifestadas por Ester, por Mordecai e pelos judeus revelam aos (messiânicos) cristãos de hoje como devem seguir ao Maschiyah até que ele retorne em glória. {Ver mais adiante a palavra, “Cristão”. E a palavra REMANESCENTE – JUNTAMENTE COM O TERMO CORRETO DE Cristo...”}. A. [Prefiro o termo: ‘messiânico’ – “seguidores do Messias!”]. Grifo meu.

 

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Iyov (Jó).

            O livro de Jó prenuncia a pessoa e a obra do Maschiyah de inúmeras maneiras. A ligação mais direta entre o Maschiyah e esse livro está no fato de que o Maschiyah é “sabedoria de Yahu” (1Co 1,24) e que nele “todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos” (Cl 2,3). Essa identificação do Maschiyah com a sabedoria provém do fato de que ele é o Logos eterno por intermédio de “quem todas as coisas foram feitas” (Jo 1,3) e que, como o Messias encarnado, ele é Aquele em quem repousa “o Ruach Hakodesh de sabedoria e de entendimento, o Ruach Hakodesh de conselho e de fortaleza, o Ruach Hakodesh de conhecimento e de temor do ETERNO” (Is 11,2). As coisas pelo qual Jó e seus amigos anseiam, a saber, entendimento e sabedoria, são encontrados em o Maschiyah. Quando buscamos sabedoria à parte dele, estamos condenados a encontrar apenas a loucura do mundo (1Co 3,19). Quando homens e mulheres estão unidos com o Maschiyah, ele lhes concede sabedoria. A graça dada aos que crêem é derramada “em toda a sabedoria e prudência” (Ef 1,8). Ou seja, a sabedoria começa com a fé em o Maschiyah e provém da graça que é encontrada no ato de seguir o Maschiyah e confiar nele. Todo cristão que “necessita de sabedoria [deve pedi-la] a Yahu, que a todos dá liberalmente” (Tg 1,5). Mesmo assim, ao contrário do espírito contencioso que Jó e seus amigos exibem enquanto conversam, “a Sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento” (Tg 3,17).

Escrito por anselmo.estevan às 18h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

         Segundo, o livro de Jó insiste que a capacidade humana de compreender a sabedoria é tão limitada que, para nós, a sabedoria pode se resumir em dois elementos: temer a Yahu e obedecer aos seus mandamentos (veja a nota sobre 28,28). Esse tema se cumpre em o Maschiyah no sentido de que a sabedoria que vem de Yahu significa submeter-se ao Maschiyah com reverência e obediência.

         Terceiro, em inúmeras ocasiões, o livro de Jó reconhece a necessidade desesperada que os seres humanos têm de um mediador entre eles e Yahu (veja 5,1; 9,33; 16,20; 19,25; 33,23). A situação difícil da humanidade caída é tão terrível que precisamos de alguém com acesso ao trono de Yahu para defender a nossa causa. Somos impotentes em nós mesmos. O Maschiyah supre essa necessidade como o único Mediador entre a humanidade e Yahu (1Tm 5,2).

         Quarto, como um homem justo cuja lealdade para com Yahu é testada pelo sofrimento, Jó prenuncia o cumprimento do teste em o Maschiyah. Cristo excedeu em muito a justiça de Jó no sentido de que não teve pecado algum. Contudo, ele foi tentado no deserto e ao longo de toda a sua humilhação simplesmente para suportar tudo sem culpa (Hb 4,15). Por essa razão, quando não são perfeitos em seus sofrimentos, os fiéis podem descansar certos de que o Maschiyah sofreu em nome deles e de que sua justiça e recompensa lhes são imputadas por meio da graça de Yahu.

 

 

         Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Tehillim (Salmos).

            Os leitores (messiânicos) cristãos dos Salmos vêem justamente o Maschiyah revelado ao longo do Saltério. Todo o Antigo Testamento, incluindo o Saltério, aguardava a pessoa e a obra do Messias, incluindo não somente aqueles associados ao seu primeiro advento, mas também aqueles que o Novo Testamento atribui à sua vinda. O próprio Messias e os escritores do Novo Testamento fazem extenso uso dos salmos para expressar temas como o sofrimento do Messias (p. ex., Mt 27,46) e a sua glorificação (p. ex., Mt 22,41-46). Além disso, para o  (messiânico) cristão, o Messias se torna o objeto de culto do Saltério. As orações em forma de cântico dos Salmos são direcionadas a Yahu. O Messias – Yahushua, como a segunda pessoa da Trindade, também é o objeto apropriado dos hinos e lamentos dos Salmos. O Messias é, ao mesmo tempo, o cantor (Hb 2,12) e o tema dos cânticos. Os que crêem em o Maschiyah podem cantar-lhe o seu louvor (hinos), apresentar-lhe as suas queixas e petições (lamentos) e agradecer-lhe quando ele responde às suas orações (ações de graça). Além do mais, eles se lembram do que ele fez por eles na cruz (salmos de lembrança) e exaltam-no como o seu rei (salmos reais). Ele é a fonte de sua confiança (salmos de confiança) e a encarnação da sabedoria de Yahu (salmos de sabedoria).

Escrito por anselmo.estevan às 18h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

 

         Até os salmos que incluem imprecações, ou maldições, encontram cumprimento em o Maschiyah. Esses salmos clamam pela justificação dos justos e pelo juízo de Yahu contra os ímpios (p. ex., Sl 69,22-39). Essas orações refletem o chamado dos israelitas à guerra santa como os instrumentos do juízo de Yahu. Com a vinda do Maschiyah para sofrer o juízo de Yahu, a natureza da guerra do povo de Yahu, mudou. Agora ela é mais intensa, porém dirigida, em primeiro lugar, contra “as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Ef 6,12). Quando o Maschiyah voltar em glória, o tempo de misericórdia terá chegado ao fim e as imprecações dos salmos irão se cumprir contra todos os inimigos de Yahu.

      

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Mishlei (Provérbios).

       Como a Lei de Moisés, Provérbios dá testemunho do Maschiyah retratando a sua pessoa e a sua obra. Vemos na lei a pessoa justa e santa e a obra do filho de Abraão que herdaria as bênçãos da aliança de Yahu e seria o seu mediador para todas as nações. Em provérbios (e na literatura sapiencial como um todo), vemos o discernimento e o trabalho do discípulo sábio. Somente o ETERNO – “SALVADOR” cumpre plenamente essa visão. Provérbios, bem como a literatura sapiencial em geral, também revela a semelhança na qual todo o verdadeiro Israel será conformado pela graça por meio da fé: A semelhança do SALVADOR, a encarnação da sabedoria de Yahu (1Co 1,24.30; Cl 2,2-3).

        

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Kohelet (Eclesiastes).

       Este livro relaciona-se com o Maschiyah e com o Novo Testamento de várias maneiras. Primeiro, em sua primeira vinda, o Maschiyah, que é a sabedoria de Yahu (1Co 24,30), revelou a sabedoria àqueles que o seguiram (Cl 1,9: 2,23; 3,16). Por meio da fé em o Maschiyah temos acesso à sabedoria de Yahu (Tg 1,5) além do conhecimento que tiveram os homens do Antigo Testamento. Do mesmo modo que Eclesiastes faz um chamado ao temor e á obediência (12,13), o Novo Testamento ecoa esses temas (At 6,7; 9,31; 2Co 5,11; 9,13; 10,5; 2Ts 1,8; 1Pe 1,2; 2,17; Ap 14,7; 15,4; 19,5) em seu chamado para que o evangelho do Maschiyah seja aceito como a própria sabedoria de Yahu (1Co 1,21-24; Cl 1,9-12.28; Tg 3,13-17). Segundo, mesmo com a vinda do Maschiyah, Eclesiastes nos faz lembrar que os eleitos de Yahu ainda vivem como forasteiros neste mundo (1Pe 1,1). Apesar de termos sido perdoados de nossos pecados e vivificados em o Maschiyah, ainda vivemos entre profundas frustrações e tensões até que  o Maschiyah coloque um fim à presente era. Enquanto isso não acontece, os enigmas da

Escrito por anselmo.estevan às 18h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

vida às vezes são tão grandes que não sabemos nem mesmo como orar, mas podemos ter confiança em meio às nossas lutas por saber que o Espírito do Maschiyah, que conhece a mente de Yahu, ora por nós (Rm 8,18-23) – RUACH HAKODESH. Terceiro, o Novo Testamento nos garante que o julgamento final mencionado nesse livro (12,14) acontecerá quando o Maschiyah retornar em glória (Ap 19). Quando isso acontecer, a boa sabedoria de Yahu, tantas vezes oculta da vida humana por ora, será claramente revelada.

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Shir-HaShirim (Cântico dos Cânticos).

         Há uma longa tradição de se relacionar esse livro ao Maschiyah por meio de analogias traçadas entre as experiências dos dois amantes e a experiência do Maschiyah e a sua Igreja. De fato, a imagem de Yahu como o marido e do povo de sua aliança como sua esposa também é encontrada no Antigo Testamento (p. ex., Jr 2,2; Os 2,14-20). Uma vez que o Maschiyah declara a Igreja como a sua noiva (cf. Ef 5,22-33), uma aplicação legítima do Cântico dos Cânticos é perceber que o amor descrito no livro é, em muitos sentidos, semelhante ao amor que o SALVADOR tem pela Igreja (p. ex., esse é o uso predominante do Cântico dos Cânticos nos padrões de Westminster). Pelo menos, três dimensões centrais orientam os leitores modernos sobre a natureza desse amor: Auto- entrega, desejo e compromisso. O SALVADOR deleita-se em nós e se entrega a nós como amor. Ele nos deseja totalmente para si e sente profundamente a dor e o prazer do seu relacionamento conosco. Cristo entregou a própria vida pela Igreja e ainda agora se dedica ao bem dela como um marido amoroso. A Igreja depende do Maschiyah para ter proteção e afeição; ela o honra pelo seu maravilhoso cuidado e busca a sua glória todos os dias. Tanto o Maschiyah como a Igreja anseiam pelo dia de sua união final, o dia da grande festa de casamento na volta do Maschiyah (Ap 19,7.9).

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] NOS PROFETAS.

Os profetas do Antigo Testamento apontam para o Maschiyah e sua obra de várias maneiras. Em todos os casos, o Maschiyah cumpriu dimensões dessas expectativas proféticas em sua primeira vinda, continua a cumpri-las em seu ministério à Igreja nos dias de hoje e as cumprirá definitivamente na consumação de todas as coisas em sua segunda vinda (“O Reino de Yahu” – Mt 4).

            Na maioria dos casos, os profetas prenunciaram o Maschiyah de modo bastante indireto, especialmente ao falarem de julgamentos e bênçãos secundárias cujo cumprimento se deu, em geral, durante o Antigo Testamento. Esses atos de justiça e

Escrito por anselmo.estevan às 18h14
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

misericórdia divina já haviam ocorrido, mas também prefiguravam os julgamentos e bênçãos maiores que Cristo traria.

         Os profetas predisseram o Maschiyah e sua obra mais diretamente ao se concentrarem no grande julgamento do exílio e na bênção da restauração do povo à Terra Prometida depois do exílio (com os respectivos julgamentos contra as nações por ocasião da restauração). A destruição e exílio de Israel e Judá foram apenas prelúdios do julgamento eterno que sobrevirá contra o povo da aliança que se rebelar contra Yahu. Do mesmo modo, a restauração do povo fiel de Yahu à Terra Prometida e as bênçãos que receberam, bem como o julgamento contra as nações, predito para os dias de restauração, prenunciaram a recompensa e o julgamento final que o Maschiyah trará.

         As predições mais diretas acerca do Maschiyah podem ser vistas nas ocasiões em que os profetas falam de atividades reais e sacerdotais especificas que ocorreriam em conjunto com a restauração depois do exílio (“Levantarei o tabernáculo caído de Davi” [Am 9,11]; “Te farei como um anel de selar” [Ag 2,23]) É nesse contexto que as profecias messiânicas de cunho real aparecem. Ao falarem dos dias do reino de Yahu depois do exílio, os profetas se referiram às maneiras em que o Filho de Davi julgaria os inimigos de Yahu e traria bênçãos eternas sobre o seu povo. Essas predições se cumpriram, estão se cumprindo e se cumprirão em o SALVADOR – CHRISTÓS = O UNGIDO!

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Yesha’yahu (Isaías) .

       As profecias de Isaías prenunciam o Maschiyah em pelo menos três aspectos. Primeiramente, Isaías advertiu sobre os julgamentos que viriam contra o povo rebelde de Yahu e sobre as nações que resistissem a ele (1,20; 3,13-15; 11,4; 34,2; 51,5). Por fim, as decisões divinas com as quais Isaías ameaçou foram cumpridas no ministério do Maschiyah (53,4-6.12; 2Co 1,15; Hb 9,26).

         Segundo, Isaías garantiu que o povo de Yahu que se mantivesse fiel iria desfrutar de uma gloriosa restauração após o exílio – uma restauração que ele chamou de “Os novos céus e a nova terra” (66,22; veja também 65,17). O SALVADOR inaugurou essa nova criação por meio de um ministério terreno que separou novamente a luz das trevas (Jo 1,1-9). Ele dá prosseguimento a essa nova criação por toda a história da Igreja (2Co 4,6; 5,17; Gl 6,15; Tg 1,18) e a levou à sua plenitude quando voltar (Ap 21,1-3). “O Reino de Deus Mt 4”.

            Terceiro, o Novo Testamento refere-se mais a Isaías do que a qualquer outro livro do Antigo Testamento quando a questão é indicar de que maneira o SALVADOR cumpriu as expectativas do Antigo Testamento em relação ao Messias. O mais importante aspecto no qual o SALVADOR cumpriu as profecias de Isaías diz respeito ao tema dominante o do servo (Is 42,1). Isaías predisse que o “servo” traria justiça às nações

Escrito por anselmo.estevan às 18h12
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

(42,1-4), restabeleceria a aliança de Israel com o ETERNO (42,5-7), se tornaria luz para os gentios (49,1-7), tiraria os pecados dos eleitos e ressuscitaria dos mortos (52,13 – 53,12). O novo Testamento identifica esse SERVO-SALVADOR como o nosso SALVADOR – Yahushua – Christós, o ETERNO encarnado: (Mt 8,17; 16,21; 27,26.29.31.38.57-60; Mc 14,49.61; 15,27.43-46; Lc 2,14; 18,31-33; 23,32; Jo 1,10-11.29; 3,17; 12,38; 19,1.7.18.38-41; At 2,23; 3,13; 7,32-33; 8,32-33; 10,43; Rm 4,25; 8,34; 10,15-16; 15,21; 1Co 15,3; Ef 3,4-5; Fp 2,9; Hb 5,8; 9,28; 1Pe 2,22-25; 1Jo 3,5; Ap 14,5).

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Yirmeyahu (Jeremias);

 

         A mensagem de Jeremias antevê O UNGIDO principalmente na certeza de restauração do exílio expressada pelo profeta. Ao mesmo tempo em que deixa clara a iminência do exílio, Jeremias também mostra que depois do mesmo o povo de Yahu entrará num novo período da aliança repleto de bênção de Yahu. O SALVADOR é o ETERNOYAHUYAHUSHUA da nova aliança (Lc 22,20; Hb 8,8; 9,5; 12,24), o filho de Davi e o Sacerdote que deu início às maravilhas dos últimos dias com o seu ministério aqui na terra. Nos dias de hoje, ele continua realizando esta obra de restauração que será completada quando ele voltar em glória Mt 4.

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Eikhah (Lamentações)

 

 

            Lamentações aponta, de diversas maneiras importantes, para além da situação do exílio, para Yahushua. Em sua humilhação, O UNGIDO sofreu um tipo de exílio em razão de sua expiação substitutiva pelo povo de Yahu. Nos dias anteriores ao seu próprio grito de abandono como parte do seu sofrimento redentor (Mt 27,46), O UNGIDO pronunciou o seu lamento pessoal sobre Jerusalém (Mt 23,37; Lc 13,34-45). A exaltação de Yahushua deu início ao fim do sofrimento do povo de Yahu. Ele assumiu o seu trono e continuará a reinar, subjugando, finalmente, todos os seus inimigos. Lamentações também proporciona aos seguidores de Yahushua um meio de expressar os seus próprios lamentos sobre as condições de vida do povo de Yahu no presente. Embora Yahushua tenha inaugurado o reino de Yahu e a exaltação do povo de Yahu, a Igreja continua a sofrer privação e exílio (1Pe 1

Escrito por anselmo.estevan às 18h12
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

,2). Lamentações afirma que, num mundo de dor e injustiça, Yahu ainda é bom e que um dia ele trará toda a bondade “para os que esperam por ele” (3,25).

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Yechezk’el (Ezequiel).

 

         O ministério profético de Yahushua foi antecipado quando Ezequiel anunciou que Yahu destruiria Jerusalém e enviaria a sua população para o exílio em razão de sua continuada descrença. O julgamento contra os apóstatas dentre o povo da aliança estendeu-se também ao ministério do UNGIDO, “O SALVADOR”, – Yahushua. Yahushua apelou para o arrependimento entre os judeus e um REMANESCENTE respondeu em fé. Entretanto, como Ezequiel, Yahushua – O UNGIDO anunciou que a destruição do templo e de Jerusalém ocorreriam novamente após a sua partida (Mt 24; Jo 2,19). Ezequiel também anunciou julgamento contra as nações que atormentavam o povo de Yahu (29,19; 30,25; 38,21-23). Num certo grau, esses julgamentos ocorreram na inauguração do reino de Yahushua (Mt 24,34; Lc 11,32.51), mas serão plenamente realizados no julgamento que acontecerá  quando Yahushua retornar (Ap 11,18; 14,7; 15,1).

         A obra de Yahushua foi antecipada quando Ezequiel anunciou que Yahu um dia poria um fim ao exílio (caps. 33 – 48), estabeleceria uma aliança de paz (34,5; 37,6) e restauraria Jerusalém a uma glória maior do que nunca antes (cap. 48). De acordo com essas esperanças, a morte, a ressurreição e a ascensão de Yahushua ocorreram perto da cidade (Mt 16,20). A descida do Rúkha hol – Rodshua (Espírito Santo) ocorreu ali, no dia de Pentecostes, quando milhares de exilados creram no Yahushua (At 2). Além disso, entre a sua primeira e a sua segunda vinda, a Jerusalém celestial, onde Yahushua está, tornou-se um aspecto importante da fé dos remanescentes (Jo 3,31; Cl 1,5). O Novo Testamento também fez de Jerusalém a peça central dos novos céus e nova terra a serem estabelecidos quando Yahushua retornar (Ap 21,2).

         O próprio Yahushua foi antecipado quando Ezequiel mencionou “o príncipe” em 34,24; 37,25; 44,3; 45,7.16-17.22; 46,2.4.8.10.12.16-18. Esse príncipe seria o filho de Davi que reinaria sobre o povo de Yahu após o exílio. Da época do exílio até Yahushua, nenhuma figura real da casa de Davi reinou sobre Israel (Lc 1,32-33). Assim, Yahushua cumpre as esperanças que Ezequiel tinha para a restauração da casa de Davi após o exílio. Veja a nota sobre 37,24.

            Ezequiel depositava muitas de suas esperanças para o futuro de Israel na restauração do templo e do seu sacerdócio (caps. 40 – 48). Como filho encarnado de Yahu, Yahushua é o cumprimento final tanto do templo de Yahu (Jo 2,19-22; Ap 21,22) como do sacerdócio (Hb 7,1 – 8,6). Sua morte foi um sacrifício expiatório (Rm 3,25; Hb 2,17). Ele agora ministra diante do trono de Yahu no céu, intercedendo pelos santos (veja

Escrito por anselmo.estevan às 18h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

Hb 8). Quando retornar em glória, Yahushua santificará os novos céus e a nova terra para ser uma morada santa para Yahu (Ap 21,22-23), substituindo o templo como lugar de sua presença especial – 1Rs 8.

 

         Como a palavra “Christós” – O UNGIDO – foi transliterada erroneamente para o português – “CRISTO”. E, dessa palavra, se derivou a palavra: CRISTÃO – (At 11,26; 26,28; 1Pe 4,16). Entendendo que esse termo é: SEGUIDOR DE CRISTO – DE SUAS OBRAS...! Mas o correto é: REMANESCENTE – OU SEJA: “O QUE RESTA DE ALGUMA COISA, O QUE SOBROU, O SEGUIMENTO MAIS PURO O DNA, ETC”. Sendo desta forma quando houver a palavra: cristão, leia-se REMANESCENTE – OS VERDADEIROS SEGUIDORES DE YAHUSHUA – SUA SEMENTE – O QUE BUSCA A VERDADE PURA DOS CÉUS SOMENTE...!!! (Is 49,6; Jr 50,20; Rm 9,27; Rm 11,5). Por isso que é fundamental conhecer o seu verdadeiro Nome Pessoal único e intransferível: “Yahu”, “Yahushua”, “Rúkha hol – Rodshua” – O ÚNICO NOME QUE “SALVA”! Anselmo Estevan.

 

         Vamos ver o que diz a Enciclopédia Bíblica, O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO versículo por versículo; da editora HAGNOS. R.N. Champlin. Dicionário – pág. 5154:

 

         REMANESCENTE:

         No hebraico temos três palavras diversas, com o sentido de “aquilo que resta”, “escape” e “remanescente”. No N.T. também temos três palavras gregas, Katáleimma, leîmma e loipós, todas com o sentido de “remanescente”.

         O conceito de remanescente encontra-se ao longo da Bíblia, com vários aspectos e significações. Aquelas palavras originais algumas vezes eram usadas em combinações que lhes emprestavam um efeito intensificador ou especial. Podiam indicar objetos ou pessoas que sobraram, após o uso ou alguma mortandade ou destruição. Os profetas se utilizaram especialmente de expressões como “restantes de Sião” (Is 4,3; Jr 6,9, “resíduos de Israel”; Mq 2,12, “restante de Israel”; Mq 5,6ss, “restante de Jacó”) e expressões similares. Essas expressões têm um sentido teológico e escatológico, um resumo das esperanças dos crentes israelitas. O povo ao qual seria dada a salvação final consiste na comunidade daqueles que, pelo desígnio gracioso de Yahu, vierem a escapar do juízo condenatório, por haverem sido escolhidos pelo ETERNO. Todavia, como muitos outros conceitos teológicos, o conceito de “remanescentetambém sofreu uma evolução ao longo da revelação bíblica:

            1. Uso profano ou natural. A idéia de algo que sobrou é comum no uso secular. A Bíblia alude ao resto das ofertas de manjares ou de cereais (Lv 2,3), ao resto do azeite (Lv 14,18), os restantes dos prostitutos cultuais (1Rs 22,46), etc. A palavra “restante” é usada, especialmente, para indicar minorias políticas de vários tipos (ver Js 23,12; Dt

Escrito por anselmo.estevan às 18h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

3,11; 2Sm 21,12; Is 14,22.30; 16,14; 1Rs 14,10; 2Rs 25,11; Ez 14,22; etc.). Os grupos de exilados que retornaram da Babilônia em companhia de Zorobabel e Esdras também eram chamados remanescente”.

         2. Uso teológico. É nesse campo que a palavra se reveste de grande importância. O destino político de Israel é uma questão escatológica, profetizada. Um exemplo pertinente disso é Mq 5,3: “Portanto os entregará até ao tempo em que a que está em dores de parto tiver dado à luz; então o restante de seus irmãos voltará aos filhos de Israel”. Estão em foco os eleitos de Yahu dentre todas as nações, que serão unidas aos israelitas salvos no fim de nossa dispensação, completando a Igreja. Os profetas do A.T. apenas vislumbravam o que o N.T. descreve com maior clareza.

         Aquele que faz a vontade de Yahu é irmão, irmã ou mãe de Yahushua (Mt 12,50); Yahushua não se envergonha de chamá-los irmãos (Hb 2,11). A promessa se estende a todos quantos são chamados por Yahu (At 2,39).

         Que a Bíblia ensina um retorno literal dos judeus à Palestina que pode ser identificado ou não ao contemporâneo movimento sionista, parece claro, através de trechos como Jr 31,7-9 e Mq 5,7.8. Mas, quando chegamos ao N.T., a palavra “remanescenteé usada especialmente em relação aos judeus que, em cada geração, se vão convertendo a Yahushua, até à grande colheita final de Israelitas, nos dias da grande tribulação. Romanos 9,27-29 é passagem crucial dentro da teologia de remanescente. Só o remanescente de Israel será salvo. Esses são a semente espiritual de Abraão, em contraposição à sua descendência natural – aqueles que são tão numerosos como as estrelas, em contraste com aqueles que são tão numerosos como a areia dos mares. Portanto, é um erro equiparar a moderna nação de Israel com o remanescente profetizado. Contudo, apesar de esse remanescente visar especialmente aos judeus eleitos por Yahu, também estão em pauta os gentios eleitos (ver Rm 9,24.25: “... a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios...”). Isso esclarece que a Igreja de Yahushua, em seu estágio final, consistirá de judeus e gentios eleitos, tal como se deu no começo do cristianismo, fortalecendo a posição pós-tribulacional, que não concebe a Igreja gentílica arrebatada antes da tribulação, somente após o que os judeus se voltariam para Yaohushua. As promessas bíblicas, acerca do povo de Yahu do fim, visam igualmente a judeus e gentios, pois, em Yahushua são eliminadas todas as distinções que os separavam, formando-se um único corpo místico de Yahushua. (Ver João 17,22.23).

            Romanos 11,4.5 é trecho que fala de um remanescente escolhido de acordo com os propósitos da graça divina. A base histórica disso é a experiência do profeta Elias, que foi relembrado, em um período de grande apostasia em Israel, que havia ali muitos que não tinham dobrado os joelhos diante de Baal. O ponto frisado pelo apóstolo foi que esses fiéis do passado são paralelos ao remanescente da graça na dispensação atual. A

Escrito por anselmo.estevan às 18h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

soberana eleição de Yahu está em foco. Apesar de a maioria da nação de Israel ter caído em apostasia, o remanescente permaneceu fiel ao ETERNO. O mesmo sucederá no período escatológico do fim. Outro pensamento que se salienta é que Yahu jamais rejeita os seus escolhidos, pois a eleição para a salvação não depende das realizações morais dos escolhidos, mas do beneplácito de Yahu. A ênfase recai sempre sobre a profundíssima misericórdia do ETERNO, em todas as discussões sobe o remanescente!

 

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Dani’el (Daniel).

 

         A profunda atenção dada por Daniel à restauração de Israel após o exílio chama a atenção diretamente para Yahushua. Como outros profetas do Antigo Testamento, Daniel predisse um futuro glorioso para o povo de Yahu que o Novo Testamento apresenta como cumprido na primeira e na segunda vindas de Yahushua assim como na totalidade da história da Igreja.

         Muita controvérsia cerca um grande número de detalhes sobre o cumprimento dessas predições de Daniel, mas a estrutura básica da visão de Daniel sobre o futuro não deixa dúvidas de que Yahushua cumpre as esperanças do profeta. Essa percepção é mais clara no modo como O UNGIDO se identifica como o “Filho do Homem” (p. ex., Mt 9,6; 10,23; 12,8). No uso feito por Daniel desse termo, o “Filho do Homem” era o grande rei davídico exaltado por Yahu que representava Yahu na terra. O UNGIDO, sendo CHRISTÓS – O YAHUSHUA, era o rei davídico definitivo; apenas ele cumpre as predições feitas em relação ao filho do homem nas visões de Daniel (veja notas sobre 7,13-14; - “O reino de Yahu”, em Mt 4).

         Além do mais, no cap. 9, Daniel compreendeu que a previsão de Jeremias sobre os setenta anos de exílio do povo de Israel na Babilônia, seria estendida até “setenta semanas” de anos (9,24), ou cerca de quatrocentos e noventa anos. Em termos gerais, essa predição atinge um cumprimento inicial com a primeira vinda de Yahushua. O prolongamento do exílio corresponde à série de quatro impérios estrangeiros que oprimiram o povo de Yahu (2,1-49) e ao aparecimento da “pedra que... se tornou em grande montanha, que encheu toda a terra” (2,35), a qual Daniel mais tarde chamou de “um reino que não será jamais destruído” (2,44). Esse grande reino não é outro senão o reino de CHRISTÓS – O UNGIDO – YAHUSHUA que teve início na sua primeira vinda, continua hoje e alcançará a consumação na gloriosa volta de Yahushua – Mt 4; Hb 7.

            Outros acontecimentos mais específicos preditos por Daniel também aparecem em primeiro plano no Novo Testamento. Por exemplo, o próprio Yahushua se refere à predição de Daniel sobre a “o abominável da desolação” (9,27; 11,31; 12,11), que originalmente se referia à profanação do templo pelo grego Antíoco IV Epífanes, como

Escrito por anselmo.estevan às 18h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

precursor da profanação causada pelo general romano Tito em 70 d.C. (Mt 24,15; Mc 13,14). De um modo ou de outro, a maioria dos intérpretes “cristãos” – seguidores do UngidoRemanescentes – associa intimamente essa tipologia com o anticristo, cujo espírito já está trabalhando no mundo (1Jo 2,18) e atingirá seu total desenvolvimento, talvez como uma pessoa real, perto do retorno do Ungido – Yahushua (2Ts 2,3).

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Hoshe’a (Oseias).

 

         Oseias revela O UNGIDO pelo menos de quatro maneiras. Primeiro, o tema do iminente julgamento de Israel, pelas mãos dos assírios, antecipou o julgamento que viria e ainda virá em O UNGIDO. O ministério de Yahushua fez distinção entre o justo e o injusto de Israel. Yahushua pronunciou o julgamento sobre o povo da aliança que abertamente violou o seu relacionamento com Yahu (Mt 23,13-39). Ainda hoje, a mensagem do evangelho separa os que serão salvos dos que serão julgados (2Co 2,16; 1Ts 5,5; 1Pe 2,9). Quando O UNGIDO retornar, o julgamento final contra todos os inimigos de Yahu, de dentro e fora da aliança, acontecerá (Mt 25; At 24,25; Ap 14,7).

         Segundo, Oseias equilibrou a sua mensagem de julgamento com a certeza da restauração depois do exílio. Esse tema apontou de maneira ainda mais direta para O UNGIDO. Oseias declarou que após um exílio, “nos últimos dias” (3,5), Yahu perdoaria o seu povo (14,1-3), renovaria a sua aliança com ele (2,1) e lhe concederia muitas bênçãos (14,4-7). O Novo Testamento revela que um perdão como esse (Mt 26,28; Lc 24,47), a renovação da aliança (Mc 14,24; Hb 8,1-13) e as bênçãos eternas (Mt 25,46; Jo 10,28; Ef 1,14; 2Tm 2,10) cumpririam-se em O UNGIDO (At 2,17; 2Tm 3,1; Hb 1,2; Tg 5,3; 2Pe 3,3). Paulo e Pedro citaram Os 1,9-10 como tendo se cumprido em O UNGIDO, por meio da incorporação dos gentios – que estavam sob a maldição do exílio (Rm 9,25-26; 1Pe 2,10) –, ao povo de Yahu junto com os judeus.

         Terceiro, a experiência de casamento, divórcio e novo casamento de Oseias (caps. 1 – 3) previu O UNGIDO ao fazer o paralelo da experiência de Yahu com o seu povo da aliança. O retrato de Israel como a noiva do ETERNO é o pano de fundo que o apóstolo Paulo usou ao referir-se à Igreja como a noiva de O UNGIDO (Ef 5,23-32; cf. Ap 19,7).  A igreja tem a mesma posição no pacto de relacionamento com Yahu que Israel tinha. As bênçãos, os julgamentos, os privilégios e as responsabilidades do antigo Israel anteciparam o que foi, está e será realizado em O UNGIDO.

            Finalmente, como um tema menor, Oseias incluiu o restabelecimento do trono de Davi na sua visão da restauração após o exílio (1,10-11; 3,5). Essa esperança era totalmente messiânica, uma profecia de que o grande Filho de Davi governaria sobre todo o seu povo. O Novo Testamento ensina que Yahushua cumpriu essa esperança; ele é o Rei dos reis e ETERNO dos ETERNOS (1Tm 6,15; Ap 19,16).

Escrito por anselmo.estevan às 18h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

 

 

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Yo’el (Joel).

 

         O livro de Joel tem ocupado um lugar importante na vida da Igreja. O Novo Testamento deixa claro que Yahushua e seus seguidores estavam familiarizados com os escritos de Joel, e sua influência está mais evidente nas passagens do Novo Testamento que falam dos últimos dias. Essas passagens baseiam-se nas imagens vívidas usadas por Joel para descrever o Dia do ETERNO e a praga dos gafanhotos (p. ex., Mc 13,24; Lc 21,25; Ap 6,9; 9,2). De igual importância são as promessas encontradas em 2,28-32, citadas por Pedro e consideradas como cumpridas durante o acontecimento do Pentecostes (At 2,16-21). Paulo também fez referências a essa profecia em Rm 10,13, onde usou Jl 2,32 para embasar seu argumento de quenão há distinção entre judeu e grego” (Rm 10,12). A salvação é para todos, como declarou o profeta Joel: “E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do ETERNO – Yahu - será salvo” (2,32).

         A Igreja continua a considerar o ensinamento de Joel sobre o Dia do ETERNO como uma importante fonte de esperança e conforto, por um lado, e uma palavra de advertência, por outro. Em momentos de aflição e desespero, os Remanescentes têm considerado consoladoras e inspiradoras as promessas em relação à bênção, à proteção e à defesa da comunidade da aliança do ETERNO. Ao mesmo tempo, a vívida descrição que Joel faz dos terríveis aspectos do Dia do ETERNO tem servido como um lembrete da santidade e do julgamento de Yahu como um chamado contínuo ao arrependimento pleno e à santidade de vida. Por fim, o grande Dia do ETERNO é o dia da volta de O UNGIDO, o dia em que ele julgará o mundo inteiro, lançando seus inimigos no inferno e abençoando os Remanescentes com uma herança eterna nos novos céus e na nova terra.

 

        

 

Veja as referências de Joel 2,32, e o estudo desse versículo (Bíblia de estudo de Genebra. Edição Revista e ampliada pág. 1.135).:

 

            - Referências: ([d] todo aquele que invocar o nome de Yahu será salvo; porque, Jr 33,3; At 2,21; Rm 10,13; [e] no monte Sião e em Jerusalém, estarão os que forem salvos, como o ETERNO prometeu; e, Is 46,13; {Rm 11,26}; [f] entre os sobreviventes, aqueles que o ETERNO chamar! Is 11; Jr 31,7; {Mq 4,7}; Rm 9,27.).

Escrito por anselmo.estevan às 18h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

 

         - Estudo: 2,32 Invocar o nome de “Yahu”. Essa frase refere-se a adorar o ETERNO (Gn 12,8), especialmente para fazer O SEU NOME CONHECIDO POR AQUELES QUE NÃO O CONHECEM OU QUE SE OPÕEM A ELE (1Rs 18,24; Sl 105,1; Is 12,4; Jr 10,25; Zc 13,9). Sobrevivente. Os chamados pelo ETERNO que responderam com fé. (ASSIM, YAOHU GUARDOU PARA SI, NA PERIGOSA ÉPOCA DE ACABE, SETE MIL HOMENS QUE NÃO TINHAM DOBRADO OS JOELHOS A BAAL – 1Rs 19,18; Rm 11,4). Confissão Belga. ARTIGO 27, pág. 1.756  - “Westminster”. 

 

         “Seja você, que está lendo esta apostila, agora, participante do grupo dos SETE MIL que não dobraram os joelhos... Receba, conheça, fale do Nome de Deus. Pois como disse Joel: Todo aquele que invocar o seu nome será salvo – YAOHU!”.

 

         Esse é o meu propósito que todos conheçam, e, glorifique, novamente, o seu Nome Sagrado  - Yahu. Amém. Anselmo Estevan.

 

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: ‘Amos (Amós).

 

         As profecias de Amós revelam O UNGIDO de três maneiras.

         1. O tema principal de Amós – julgamento contra as nações e os infiéis de Israel e Judá – prenuncia o julgamento que vem em O UNGIDO. O Novo Testamento ensina que O UNGIDO julgará aqueles que se voltam contra Yahu (Jo 5,21-27; Rm 2,12-16), incluindo o povo em aliança com Yahu (Hb 10,26-30; 1Pe 4,17; Ap 2,4-5.14-16.20-23; 3,1-3.15-19). Em última análise, O UNGIDO cumpre o tema do julgamento em Amós.

         2. Am 9,11-15 fala da restauração prometida a Israel e Judá após o exílio.

         Seguindo o padrão estabelecido por Moisés (Lv 26; Dt 4,15-31; 28,1-68), Amós anunciou que o exílio seria seguido de um tempo de grandes bênçãos para o povo de Yahu. Após o fracasso daqueles que retornaram à Terra Prometida em 539 a.C., essas profecias de restauração começaram a se cumprir. O Novo  Testamento explica o cumprimento inicial dessas profecias de restauração por meio da entrega do Rúkha como o penhor da herança daqueles que acreditam na primeira vinda de O UNGIDO (Ef 1,14), assim como o seu cumprimento final nos novos céus e nova terra quando O UNGIDO retornar (Ap 21,1ss.).

            3. Amós falou da restauração do “tabernáculo caído de Davi” – a dinastia real de Davi (9,11). Essa previsão indicou que, algum tempo após o exílio, um filho de Davi lideraria o povo de Yahu à vitória sobre as nações (9,12) e garantiria segurança eterna

Escrito por anselmo.estevan às 18h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

para eles (9,15). Essa profecia é cumprida por Yahushua, o filho real de Davi (Mt 1,1; Lc 1,32-33; Ap 22,16). Yahushua subiu ao trono da casa de Davi em sua ressurreição e ascensão (At 2,25-36). Ele reina agora e promove uma guerra santa contra as nações por meio do evangelho (At 15,13-19; 1Co 15,23-25). No final, ele derrotará todos os seus inimigos e estabelecerá um reino universal quando retornar em glória (At 2,34-36; Ap 19,11-21; 21,1; 22,5).

 

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: ‘Ovadyah (Obadias).

 

         O livro de Obadias não contém previsões messiânicas que apontem diretamente para O UNGIDO, mas o tema do julgamento divino contra todos aqueles que perseguem o povo de Yahu encontra a sua realização em O UNGIDO. O próprio Yahushua sofreu nas mãos dos inimigos de Yahu (At 2,36) e  previu que todos os seus seguidores experimentariam a mesma aflição (At 14,21-22). Ainda assim, O UNGIDO prometeu manter o seu povo no seu amor durante esses tempos difíceis (Rm 8,28-39). Quando ele retornar em glória, irá julgar todos os que se opuseram a ele e ao seu povo (Mt 25; Ap 19,1-2).

         A visão de Obadias de uma nova ordem, na qual o povo de Yahu é restabelecido em vitória sobre as nações, também encontra a realização em O UNGIDO. O UNGIDO começou a governar em sua ressurreição e ascensão (1Co 15,25), a Igreja agora propaga o seu reino por toda a terra (Mt 28,19-20; At 2,37-41) e o expandirá até os confins da terra quando ele retornar (Ap 11,15). {Por isso mesmo, é necessário sabermos o seu VERDADEIRO NOME PESSOAL INTRANSFERÍVEL QUE, NA BÍBLIA, SÓ FOI REVELADO POR DUAS VEZES E DEPOIS ESQUECIDO...? COMO PODE ISSO COM UM REI ETERNO... VEJA MAIS PRA FRENTE À RESPOSTA... Anselmo Estevan.}.Quando os “cristãos” – hoje – Remanescentes – sofrem nas mãos dos inimigos de Yaohu, devem renovar a fé no Yahu justo que se revela por meio da profecia de Obadias. Embora muitas vezes pareça que o tormento da Igreja nunca terminará, Yahu está sempre trabalhando por trás do véu das aparências em favor de seu povo (Ap 6,9-10).

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Yonah (Jonas).

 

            Yahushua traçou uma ligação entre ele e o sinal do “profeta Jonas” (Mt 12,39; 16,4; Lc 11,29). Numa época em que muitos israelitas se recusavam a obedecer à palavra profética que lhes fora dada, a libertação de Jonas de um peixe enorme após três dias e noites levou os ninivitas ao arrependimento. Yahushua previu que sua própria futura

Escrito por anselmo.estevan às 18h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

libertação da sepultura, após três dias, levaria ao arrependimento dos gentios, conquanto muitos judeus ainda rejeitassem a sua palavra profética. De certa maneira, então, o relato de Jonas chamou seus leitores judeus ao arrependimento ao confirmar o ministério aos gentios, assim como Yahushua e seus apóstolos haviam feito.

 

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Mikhah (Miqueias).

 

         O livro de Miqueias revela O UNGIDO em pelo menos duas maneiras. Em primeiro lugar, Miqueias faz várias previsões de julgamento e libertação que tratavam diretamente da decisão divina quanto ao ataque devastador do rei assírio Senaqueribe a Judá e à salvação de Jerusalém. Ele também previu que os babilônios conquistariam Judá. Como atos principais de julgamento divino e salvação, essas previsões e suas realizações são sombras ou tipos que anteciparam o julgamento e a salvação finais que vêm em O UNGIDO.

         Em segundo lugar, as previsões dos julgamentos e das bênçãos que aconteceriam na restauração do povo de Yahu após o cativeiro babilônico falam mais diretamente do UNGIDO. De acordo com o Novo Testamento, Yahushua inaugurou esses acontecimentos em seu ministério terreno, dá continuidade a eles hoje e os completará quanto retornar. Miqueias falou desses acontecimentos como “últimos dias” (4,1; Hb 7) e “naquele dia” (2,4; 4,6; 5,10; 7,12); ou seja, “o dia do ETERNO – YAHU”, o qual o Novo Testamento liga com a obra de  O UNGIDO – YAHUSHUA (2Ts 2,1-2; 2Pe 3,10). Talvez a previsão mais direta do UNGIDO em Miqueias seja encontrada em 5,1-6 (veja Mt 2,6), em que Yahu prometeu que a casa de Davi se levantaria após o exílio, derrotaria os inimigos de Judá, governaria o mundo todo e traria paz para o povo de Yaohu. (Mas não pelo povo... e, sim pelo seu santo Nome – Ezequiel 36,21-23 observe isto...). Anselmo Estevan.

 

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Nachum (Naum).

            O livro de Naum não contém profecias messiânicas diretas, mas ainda assim as expectativas de julgamento contra Ninive e da salvação do fiel povo de Yahu são cumpridas finalmente em O UNGIDO. Yahushua e seus apóstolos declaram salvação para o povo de Yahu e julgamento contra os inimigos dele. Na verdade O UNGIDO começou o seu julgamento e a dar salvação na sua primeira vinda (Jo 5,22-30). Hoje, a guerra espiritual na qual a Igreja está constantemente envolvida (Mt 16,18; Ef 6,10-17) dá continuidade a esse processo. Além disso, quando O UNGIDO retornar em glória, ele destruirá todos os poderes contrários e entregará o reino para o seu Pai “para que Yahu

Escrito por anselmo.estevan às 18h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

seja tudo em todos” (1Co 15,24-28). [Por isso, é de máxima importância saber o seu Nome Pessoal e não erros de cópias de cópias erradas com substitutos de nomes...!]. Anselmo Estevan.

 

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Havakuk (Habacuque).

 

         Quando Paulo, em sua carta aos romanos, procurou por um texto adequado para basear o seu entendimento do evangelho, ele escolheu Hc 2,4 na Septuaginta, a tradução grega do Antigo Testamento (Rm 1,17; cf. Gl 3,11; Hb 10,37-38). Assim como Habacuque (cap. 1), Paulo estava convencido de que a maldade e o pecado são incompatíveis com a santidade de Yahu e isso só pode ser resolvido por meio de intervenção divina. A palavra profética de Habacuque (cap. 2) revela em princípio o meio pelo qual Yahu irá finalmente lidar, por meio de O UNGIDO, com a incompatibilidade entre pecado e santidade. A cruz de O UNGIDO e o julgamento final em seu retorno são cumprimentos dessa revelação. Paulo, como Habacuque, afirmou que a verdadeira vida só é possível numa relação de total dependência do ETERNO. Essa dependência, baseada na fidelidade de nosso Yahu, transforma a nossa existência neste mundo, enchendo a nossa vida de alegria e esperança na expectativa do cumprimento final de todas as suas promessas (cap. 3; cf. 2,3). Dessa maneira, Habacuque pode ser chamado de bisavô da Reforma. Os conceitos principais de sua pregação, assumidos por Paulo, influenciaram profundamente homens como Lutero e Calvino e se tornaram divisas-chave na fé da Reforma. Apenas a fé – a confiança perseverante e obediente no Yahu de Habacuque, o YHVH e Pai de nosso ETERNO Yahushua O UNGIDO – fornece a chave para a existência significativa no mundo durante este período entre a primeira vinda de O UNGIDO e o seu retorno.

         [“Não há nenhuma salvação, a não ser nele; pois não há sob o céu nenhum outro nome oferecido aos homens, que seja necessário à nossa salvação At 4,12”]. Por isso é importante saber o seu verdadeiro nome. Anselmo Estevan.

 

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Tz’fanyah (Sofonias).

 

            O livro de Sofonias não contém nenhuma profecia messiânica direta, mas o foco do profeta sobre o “dia do ETERNO” como uma ocasião de julgamento e bênção liga a sua mensagem com a obra de O UNGIDO. Num determinado momento, o Novo Testamento identifica o dia do ETERNO com o dom do “Rúkha no dia de Pentecostes” (At 2,20). Normalmente, entretanto, o dia do ETERNO se refere ao retorno glorioso de O

Escrito por anselmo.estevan às 18h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

UNGIDO (1Co 1,8; 5,5; 2Co 1,14; 1Ts 5,2; 2Ts 2,2; 2Tm 4,8; 2Pe 3,10), e descreve esse dia como a ocasião em que YAHUSHUA destruirá todos os seus inimigos e derramará bênçãos maravilhosas sobre seus fiéis seguidores. [“O último inimigo a ser destruído: A MORTE – 1Co 15,26. {1Co 15,24-28 – Hb 2,14.15; Ap 1,18; Rm 6,9; 6,11; Tt 1,4; 2,13; 3,6; 1Co 15,51-57; Ap 20,11-15}. Efésios 4,4-6: Há somente um corpo e um Rúkha, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só ETERNO – Yahu, uma só fé, um só BATISMO; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos”.]. “Há, também, um ÚNICO NOME AO QUAL FOI DADO AOS HOMENS NÃO POR MÃOS HUMANAS...”. Por isso, é essencialmente saber o seu único nome -  “AGUARDEM NO FINAL DESTA APOSTILA” – AS REVELAÇÕES APÓS “Malaquias” -  do “NOME DE DEUS!”. Anselmo Estevan. Essas correlações entre a mensagem  de Sofonias e o ensino do Novo Testamento apontam para duas direções.

         Em primeiro lugar, Sofonias predisse que a descrição infligida pelos babilônios alcançaria a muitos. Não apenas os ímpios em Judá seriam julgados, mas as nações iníquas do mundo também receberiam o julgamento de Yahu. Esse julgamento babilônico, entretanto, seria apenas um prenúncio do julgamento eterno que virá quando O UNGIDO retornar em glória.

         Em segundo, Sofonias predisse que a destruição trazida pelos babilônios não anularia as promessas de Yaohu. Yaohu purificaria um povo para si mesmo de entre as nações e dos exilados judeus, e os traria em alegre celebração às maravilhas de uma Jerusalém renovada [os REMANESCENTES]. Anselmo Estevan. Essa visão profética é cumprida em YAHUSHUA. Em O UNGIDO, os gentios são unidos aos crentes judeus para formar um corpo (Ef 2,11-16). Quando O UNGIDO retornar, homens e mulheres redimidos de todas as nações se curvarão diante dele em louvor cheio de alegria (Ap 7,9-10) na nova Jerusalém (Ap 21,1-3). E, o louvaram com o seu verdadeiro Nome – “VEM YAHUSHUA” – VEM! VOCÊ NÃO QUER FICAR DE FORA NÃO É MESMO. ENTÃO APRENDA SOBRE SEU NOME OK. Anselmo Estevan.

        

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Hagai (Ageu).

 

            Os dois temas centrais desse livro – o templo e a vitória da linhagem davídica – encontram cumprimento em O UNGIDO. Reconstruir o templo era crucial para que a nação fosse restaurada às bênçãos de Yahu. Ali era o lugar de oração, adoração, perdão, etc. O UNGIDO é o templo final (Jo 2,21-22), mas a Igreja, seu corpo, é o templo do Rúkha hol – Rodshua (1Co 6,19-20). Quando O UNGIDO retornar, os novos céus e a nova terra serão a santa habitação de Yahu (Ap 21,22-23).

Escrito por anselmo.estevan às 18h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

         A restauração da linhagem de Davi também era uma parte essencial da bênção de Yahu sobre a comunidade restaurada. A linhagem davídica deveria conduzir o povo na batalha e garantir a sua prosperidade. Yahushua é o Messias, o último e perfeito filho de Davi (Mt 1,1; Lc 20,41-44; Rm 1,3). Após a sua morte, ele estabeleceu o seu reino quando ascendeu ao seu trono celestial (At 1,9-11). Ele agora reina até que todos os seus inimigos sejam subjugados (1Co 15,25-27; 1Pe 3,22). Quando retornar, governará sobre os céus e a terra (Hb 2,8; Ap 1,5). A Igreja está UNIDA com O UNGIDO em sua entronização (Rm 8,37; 1Pe 5,10), para que um dia, todo aquele que vencer, reine com ele.

 

 

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Z’kharyah (Zacarias).

 

         Zacarias falou tanto do futuro imediato de Israel como do futuro distante com O UNGIDO. Como ocorre com a maioria das profecias da restauração de Israel pós-exílio, as palavras de Zacarias tiveram um significado imediato para Zorobabel, o filho de Davi; para Josué, o sumo sacerdote, e para Jerusalém. Ao mesmo tempo, todavia, Zorobabel representava apenas a continuação e não o fim da linhagem davídica. Josué também representava a continuação da linhagem sacerdotal e fazia parte dos “homens de presságio” (3,8). Como resultado, o que foi dito sobre Zorobabel e Josué anteviu o que o último filho de Davi, o Messias, cumpriria um dia plenamente. Por exemplo, as profecias sobre a bênção de Yahu sobre Jerusalém (p. ex., 2,5.11) eram ofertas genuínas aos que retornaram do exílio. Essas bênçãos poderiam ter sido percebidas em alguma extensão durante os primeiros anos pós-exílio, mas muitas se perderam por causa do pecado. Mas o que foi oferecido a Zorobabel certamente se cumpriria no Messias, que traria todas as esperanças da dinastia de Davi e do sacerdócio ao seu pleno cumprimento por meio de sua perfeita obediência. Portanto, podemos afirmar com certeza que Zacarias forneceu muitos vislumbres do Messias, YAHUSHUA. Zacarias concentrou-se na família real de Davi (Zorobabel) e no sacerdócio zadoquita (Josué) como figuras centrais na realização das bênçãos de YAHU na restauração. Não é de admirar, então, que o cumprimento desses dois papéis em O UNGIDO esteja ligado às profecias de Zacarias. YAHUSHUA é o Rei que entrou em Jerusalém montado num jumento, como foi profetizado em 9,9-10, passagem que foi citada por Mateus para referir-se à entrada triunfal de YAHUSHUA (Mt 21,1-11). A traição e a morte de O UNGIDO são citadas em 13,7. Além do mais, Zacarias desenvolveu a figura messiânica de um ramo de videira que combina as funções de um sacerdote e do rei (3,8; 6,12).

            Embora o Messias não seja especificamente mencionado em 2,5.10, a promessa da habitação de Yahu no meio do seu povo se realizou em O UNGIDO (Jo 1,14). Da mesma

Escrito por anselmo.estevan às 18h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

maneira, a Festa dos Tabernáculos, celebrada em 14,16-20, encontrará sua máxima expressão no estágio final o reinado do Messias nos novos céus e na nova terra (Ap 21,1-3).

 

       Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Mal’akhi (Malaquias).

 

         O livro de Malaquias aponta para O UNGIDO de duas maneiras. Em termos gerais, Malaquias conclamou os que retornaram para Israel ao arrependimento, de modo que pudessem receber as bênçãos que Yahu havia oferecido ao seu povo após o exílio. De maneira muito semelhante, O UNGIDO conclamou ao arrependimento de maneira que um REMANESCENTE justo pudesse receber essas mesmas bênçãos (Mc 2,15). Por essa razão, Tiago aplicou o chamado ao arrependimento proclamado por Malaquias à vida cotidiana dos crentes (Tg 4,8; cf. Ml 3,7). Além disso, Malaquias predisse que o culto a Yahu se espalharia por todas as nações (1,11), e O UNGIDO e seus apóstolos abririam as portas da salvação às nações gentílicas como nunca acontecera antes (At 10,9-48; Ef 2,11-13).

         Também aparece em Malaquias um foco mais especificamente messiânico. O profeta predisse que a renovação do povo de Yahu aconteceria por meio de obras de um “mensageiro” (3,1) da aliança, o qual seria precedido pelo “profeta Elias” (4,5; cf. 3,1-2). O Novo Testamento identifica especificamente Yahushua como esse mensageiro e João Batista como aquele que o precedeu, o qual ministrou no espírito e no poder de Elias (Mt 11,14; 17,10-12; Lc 1,17). Assim, Yahushua purificou o templo (Jo 2,14-17) como havia predito o profeta (3,1.3) e purificará completamente o povo de Yahu quando retornar em glória (Ap 21,22-27).

 

POR ISSO: “É ESSENCIAL CONHECER SEU VERDADEIRO NOME”:

 

 

§  Confissão Belga

         ARTIGO 7

         A Sagrada Escritura: perfeita e completa

 

            Cremos que a Sagrada Escritura contém perfeitamente à vontade de YHVH – Yahu e, suficientemente, ensina tudo o que o homem deve crer para ser salvo. Nela, Yahu descreveu, por extenso, toda a maneira de servi-lo. Por isso, não é licito aos homens, mesmo que fossem apóstolos “ou um anjo vindo do céu” (Gl 1,8), ensinar outra doutrina, senão aquela da Sagrada Escritura. É proibido acrescentar algo à Palavra de

Escrito por anselmo.estevan às 17h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

Yahu ou tirar Algo dela (Dt 12,32; Ap 22,18.19). Assim, se mostra claramente que sua doutrina é perfeitíssima e, em todos os sentidos, completa.

         Não se podem igualar escritos de homens às Escrituras divinas, por mais santos que tenham sido os autores. Nem se pode igualar à verdade de Yahu costumes, popularidade, antiguidade, sucessão de tempos ou de pessoas, ou concílios, decretos e resoluções. Pois a verdade está acima de tudo, e todos os homens são mentirosos (Sl 116,11) e “mais leves que a vaidade” (Sl 62,9).

         Por isso, rejeitamos, de todo o coração, tudo que não está de acordo com essa regra infalível. Conforme os apóstolos nos ensinaram: “Provai os espíritos se procedem de Yahu” (1Jo 4,1); “Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa” (2Jo 10).

2Tm 3,16.17; 1Pe 1,10-12; 1Co 15,2; 1Tm 1,3; Dt 4,2; Pv 30,6; At 26,22; 1Co 4,6; Sl 19,7; Jo 15,15; At 18,28; At 20,27; Rm 15,4; Mc 7,7-9; At 4,19; Cl 2,8; 1Jo 2,19; Dt 4,5.6; Is 8,20; 1 Co 3,11; Ef 4,4-6; 2Ts 2,2; 2Tm 3,14.15.

         Ezequiel 36,21-23

         Mas tive compaixão do meu santo nome, que a casa de Israel profanou entre as nações para onde foi.

         Dize, portanto, à casa de Israel: Assim diz o ETERNO Deus: Não é por amor de vós que eu faço isto, ó casa de Israel, mas pelo meu Santo Nome, que profanastes entre as nações para onde fostes. VINDICAREI A SANTIDADE DO MEU GRANDE NOME, que foi profanado entre as nações, o qual profanastes no meio delas; as nações saberão que EU SOU o ETERNO, diz YAOHU DEUS, quando eu VINDICAR a minha Santidade perante elas.

 

         Zacarias 14,9; Deuteronômio 6,4

         O ETERNO será Rei sobre toda a terra; naquele dia, UM SÓ SERÁ O ETERNO E UM SÓ SERÁ O SEU NOME.

 

         Ouve, Israel, o ETERNO, nosso Deus, é o único ETERNO.

        

(Estudo): Ouve, Israel. A palavra hebraica é SHEMA; daí ser comum a tradição judaica chamar esse versículo de Shema. A importância dessa ordem é repetida por O UNGIDO (Mc 12,29).

 

 

         Oseias 2,16-17; 12,5

         Naquele dia, diz o ETERNO, ela me chamará: Meu marido e já não me chamará: MEU BAAL. (MEU SENHOR). ANSELMO ESTEVAN.

            Da sua boca tirarei os nomes DOS BAALINS, e não mais

Escrito por anselmo.estevan às 17h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

lembrará desses nomes.

         O ETERNO, o YHVH dos Exércitos, YAHU é o seu nome.

 

         Malaquias 1,6

         O FILHO HONRA O PAI, E O SERVO, AO SEU senhor. SE EU SOU PAI, ONDE ESTÁ A MINHA HONRA? E, SE EU SOU “ETERNO”, ONDE ESTÁ O RESPEITO PARA COMIGO? – DIZ O ETERNO DOS EXÉRCITOS A VÓS OUTROS, Ó SACERDOTES QUE DESPREZAIS O MEU NOME. VOZ DIZEIS: EM QUE DESPREZAMOS NÓS O TEU NOME?

 

         Marcos 12,28-29

         Chegando um dos escribas, tendo ouvido a discussão entre eles, vendo como Yahushua lhes houvera respondido bem, perguntou-lhe: Qual é o principal de todos os mandamentos? Respondeu-lhe Yahushua: O principal é: Ouve, ó Israel, o ETERNO, - YAHU nosso YHVH, é o único Yahu!

 

         João 10,24-25

         Rodearam-no, pois, os judeus e o interpelaram: Até quando nos deixarás a mente em suspense? Se tu és O UNGIDO, dize-o francamente.

         Respondeu-lhes Yahushua: Já vo-lo disse, e não credes. As obras que eu faço em NOME DE MEU PAI testificam a meu respeito.

 

         João 10,26

         Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas!

 

 

         “Não seja você, mais um incrédulo? Acredite no seu Nome verdadeiro e Pessoal, seja você também parte de (“SUAS OVELHAS”) – OUÇA COM O CORAÇÃO ACREDITE EM YAHU.  Seu Nome ...! ANSELMO ESTEVAN.

 

 

 

            RECAPITULANDO: A BÍBLIA É COMPOSTA DE 66 LIVROS: “O PENTATEUCO” (GÊNESIS; ÊXODO; LEVÍTICO; NÚMEROS; DEUTERONÔMIO) – OS ESCRITOS DE “MOISÉS”. LIVROS HISTÓRICOS: (JOSUÉ; JUÍZES; RUTE; 1 SAMUEL; 2 SAMUEL; 1 REIS; 2 REIS; 1 CRÔNICAS; 2 CRÔNICAS; ESDRAS; NEEMIAS; ESTER). LIVROS POÉTICOS: (JÓ; SALMOS; PROVÉRBIOS; ECLESIASTES; CÂNTICO). LIVROS PROFÉTICOS: (ISAÍAS; JEREMIAS; LAMENTAÇÕES DE JEREMIAS; EZEQUIEL; DANIEL; OSEIAS; JOEL; AMÓS; OBADIAS; JONAS; MIQUEIAS; NAUM; HABACUQUE; SOFONIAS; AGEU; ZACARIAS; MALAQUIAS). (34 livros do AT). Mais os 05 livros do Pentateuco.

 

Escrito por anselmo.estevan às 17h54
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

 

         Os “RESTANTES”; [os livros do NT]. AGUARDEM, A TERCEIRA E ÚLTIMA APOSTILA. REDAÇÃO FEITA POR ANSELMO ESTEVAN, (COM TODAS AS OBRAS COPIADAS, COLOCADAS OS “AUTORAIS DEVIDOS”).

 

 

 SIMPLESMENTE “SER”. EU “SOU” ME ENVIO A VOZ!

 

 

 

{‘ ÔR}

 

 

 

 

 

“QUEM FOI: Y’HOSHUA? [JOSUÉ]?”:

 

 

         Bem, eu, Anselmo, fiz a comparação do ‘Livro de Y’hoshua (Josué) com o Maschiyah! (Não o homem fisicamente falando, com o ‘Homem’ – O Maschiyah [Messias]! E, fui muito mal interpretado....!!!!!). Então, agora, vamos ver quem foi realmente esse ‘homem’ escolhido por YHVH! E, porque o Maschiyah está sim presente na Torah – o Tanakh À Lei de YHVH: (A Antiga Aliança): AT:

 

         Y’hoshua (Josué): Um dos maiores desafios enfrentados pelos líderes é a própria substituição, mediante o treinamento de outras pessoas para se tornarem COMPETENTES. Muitas notáveis realizações são iniciadas por pessoas com grande habilidade cuja vida ou carreira chegou ao fim antes de sua visão tornar-se realidade. A conclusão do sonho então se torna RESPONSABILIDADE. A morte é o final definitivo para a liderança. Um dos melhores testes para a liderança é a nossa disposição e habilidade para treinarmos outras pessoas com o propósito de nos SUBSTITUIR!

         Mosheh (Moisés) tomou uma excelente decisão ao escolher Y’oshua (Josué) como seu assistente. Esta escolha foi mais tarde confirmada pelo PRÓPRIO YHVH, quando instruiu Mosheh (Moisés) a ESCOLHER SEU SERVO como seu SUCESSOR (Nm 27,15-23). Y’hoshua (Josué) desempenhara um papel de suma importância durante a caminhada pelo deserto. Apresentado como marechal de campo do exército de

Escrito por anselmo.estevan às 17h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

Ysrael, Ele foi a única pessoa autorizada a acompanhar Mosheh (Moisés) parte do caminho montanha acima quando o grande legislador recebeu a Torah (Lei). Y’hoshua (Josué) e Calebe foram os únicos dentre os 12 espias a voltar com um relatório encorajador após serem enviados à Terra Prometida pela primeira vez. Outras referências mostram-no como um servo fiel de Mosheh (Moisés) – por isso experimentou em primeira mão o que significava guiar o povo de Yahudim (Povo de Yahu – YHVH). Este foi o melhor modelo!

         Quem é o seu Mosheh (Moisés)?

         Quem é o seu Y’hoshua (Josué)?

         Somos um dos elos que forma a corrente da obra de YHVH neste mundo. Você moldou sua vida de acordo com o exemplo de outras pessoas e existe alguém que torna sua existência como modelo. Quando YHVH é importante para àqueles que você tem como exemplo? Aqueles que o observam percebem a presença de YHVH em todas as áreas de sua vida? Peça ao YHVH que coloquem um Mosheh (Moisés) em seu caminho. Peça que Ele faça de você um bom Y’HOSHUA (JOSUÉ).

         A posse da terra YHVH mandou que Y’hoshua (Josué) conduzisse os israelitas à Terra Prometida (também chamada Canaã) e conquistasse-a. Esta não foi uma prática de imperialismo ou agressão, mas um ato de julgamento. Eis aqui algumas passagens anteriores na Bíblia onde YHVH prometeu dar está terra aos israelitas e os motivos pelos quais deveria faze-lo:

         Gn 12,1-3: YHVH prometeu abençoar Avraham (Abraão) e fazer de seus descendentes uma grande nação?

         Gn 15,16: YHVH escolheria o tempo certo para Ysrael entrar em Canaã, no momento em que as nações perversas que ali viviam estivessem prontas para o JULGAMENTO (O Pecado seguiria seu curso)!

         Gn 17,7.8: YHVH prometeu entregar toda a terra de Canaã aos descendentes de Avraham (Abraão)!

         Êx 33,1-3: YHVH prometeu ajudar os israelitas a expulsar todas as nações ímpias de Canaã!

         Dt 4,5-8: Os israelitas tinham que ser um exemplo de vida para todo o mundo; isto não aconteceria, caso eles se envolvessem com os ímpios cananeus!

         Dt 7,1-5: Os israelitas deveriam DESTRUIR por COMPLETO os CANANEUS devido à sua MALDADE e pelo chamado de Ysrael à SANTIDADE!

         Dt 12,2: Os israelitas precisavam DESTRUIR COMPLETAMENTE AS ALTARES CANANEUS, para que NADA PUDESSE DESVIAR SUA ATENÇÃO DE ADORAR YHVH!

 

         O discurso final de Y’hoshua (Josué):

Escrito por anselmo.estevan às 17h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

 

         Y’hoshua (Josué) convocou todos os israelitas a Siquém para que ouvissem suas palavras finais. Ele desafiou o povo a tomar a decisão consciente de sempre OUVIR A YHVH. Pouco depois, Y’hoshua (Josué) morreu e foi sepultado em sua cidade, Timnate--sera!

 

 

         Agora que sabemos um pouco de Y’hoshua (Josué), vamos definir o Nome Y’hoshua (Josué):

 

         [No aramaico]: (Yehoshua): {SALVAÇÃO DE HÁ ‘Shem} O NOME! (YHVH).

         [No hebraico]: (Y’hoshua): {(Yahweh) [Yahu] é SALVAÇÃO} YHVH.

 

         Y’hoshua (Josué), filho de Num.

         Embora Y’hoshua (Josué), filho de Num, seja o PERSONAGEM central do livro que leva seu nome, era conhecido por Mosheh (Moisés) muito antes de ser escolhido COMO SEU SUCESSOR. Num certo momento, o grande legislador determinou um homem da tribo de Efraim, cujo nome é Hoshe’a (Oseias). Mudou seu nome para Y’hoshua (Josué) [Nm 13,16; cf. Dt 32,44]. Hoshe’a (Oseias) significa “SALVA!”; Y’hoshua (Josué) quer dizer (“Yahweh” [Yahu] é “SALVAÇÃO”). Este ato refletiu o discernimento de Mosheh (Moisés) em reconhecer em seu sucessor a figura cujas habilidades militares seriam o símbolo da libertação que Yahu (o Senhor YHVH) daria a Ysrael quando lutassem contra os inimigos em Canaã.

         O nome Y’hoshua (Josué) aparece pela primeira vez num contexto militar. Foi numa batalha travada pelos hebreus depois de saírem do Egito. Os amalequitas ameaçavam os israelitas. O filho de Num foi o GUERREIRO que levou o povo à VITÓRIA, quando lutou em favor de Mosheh (Moisés) [Êx 17,8-13], ele selecionou o exército, batalhou e venceu o inimigo. Representava todo o Ysrael, quando liderava o povo na batalha. De fato, o exército em si é mencionado apenas uma vez (Êx 17,11). Como “servidor de Mosheh (Moisés), subiu com ele ao monte Sinai (Êx 24,13) e alertou o legislador sobre o alarido que vinha do acampamento (Nm 32,17). Foi-lhe dado um lugar na Tenda da Congregação. Sua preocupação quanto ao bem-estar de Mosheh (Moisés) o manteve afastado dos conflitos movidos por ciúmes e inveja já que cercaram o grande legislador durante os anos no deserto. Em Números 11,28 essa preocupação fez com ele protestasse contra alguns israelitas que profetizavam sem o reconhecimento de Mosheh (Moisés)”.

         Y’hoshua (Josué) foi um dos doze espias enviados para conhecer Canaã (Nm 13,16). Dez deles voltaram com um relatório negativo, de acordo com o qual seria impossível o povo conquistar a terra. Somente Y’hoshua (Josué) e Calebe disseram que o lugar era bom e possível de ser conquistado. Uma praga ceifou a vida dos dez espias incrédulos. Y’hoshua (Josué) e Calebe foram os únicos, de toda aquela geração de

Escrito por anselmo.estevan às 17h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

israelitas, que receberam uma promessa de entrar na terra e receber uma herança ali (Nm 14,6.30.38). Esta bênção, bem como a associação prévia com Mosheh (Moisés), proporcionaram o pano de fundo para as referências remanescentes de Y’hoshua (Josué) no Pentateuco. Tudo isso enfatiza o papel dele, como sucessor de Mosheh (Moisés), na liderança do povo na Terra Prometida.

         Essa sucessão foi comissionada oficialmente em Números 27,18-23, onde Mosheh (Moisés) impôs publicamente as mãos sobre Y’hoshua (Josué). As responsabilidades dele determinavam a sua permanência diante do Kohen gadol (sumo sacerdote) El’azar (Eleazar), o qual discerniria a vontade de YHVH por meio do uso do Urim. Incluíam também a liderança do povo e o comando das forças militares. Juntos, Y’hoshua (Josué) e El’azar (Eleazar) recebiam instruções concernentes à distribuição das terras do lado oriental do Yarden (Jordão), entre as tribos (Nm 32). Esse evento proporcionou um exemplo de como ele agiria como sucessor de Mosheh (Moisés) na distribuição de toda a terra a oeste do rio entre as tribos (Nm 34,17). YHVH deu ordens a Mosheh (Moisés) para ‘fortalecer’ Y’hoshua (Josué) [Dt 1,38] e ‘encorajá-lo’ [Dt 3,28]. Estes dois verbos, “Esforçar-te” e “Animar-se”, formam a substância da responsabilidade que Mosheh (Moisés) e YHVH entregaram a Y’hoshua (Josué), repetida três vezes para aumentar a ênfase (Dt 31, 6.7.23).

 

         OS PAPÉIS DESEMPENHADOS POR Y’HOSHUA (JOSUÉ):

 

         Contra este pano de fundo, os papéis desempenhados por Y’hoshua (Josué)  tornaram-se claros. Era o GUERREIRO que liderava os israelitas na vitória contra seus inimigos. Era o representante do povo diante de YHVH e do Kohen gadol (sumo sacerdote) El’azar (Eleazar). Y’hoshua (Josué) supervisionava a distribuição dos territórios às tribos. Era o sucessor de Mosheh (Moisés). Nenhuma outra figura na Bíblia teve esse papel especial. Para cumpri-lo, ele dirigia o povo como Mosheh (Moisés) fizera e os israelitas teriam experiências similares às que obtiveram sob a liderança de Mosheh (Moisés).

 

         LÍDER ESPIRITUAL E MILITAR:

 

         Como líder espiritual e militar do povo, YHVH falou diretamente com ele, com as mesmas palavras que Mosheh (Moisés) lhe dissera: “Esforça-te, e tem bom animo” (três vezes: Js 1,6-9). Liderou o povo na travessia do rio Yarden (Jordão) [Js 3 e 4], executou a circuncisão e celebrou a pesach (Páscoa) [Js 5], liderou o exército na conquista de Yerikho (Jericó) [Js 6], identificou e puniu o PECADO de Arã (Js 7), liderou a vitória sobre Ai (Js 8), sobre a coalizão do sul (Js 10) e do norte (Js 11).

Escrito por anselmo.estevan às 17h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

         REPRESENTANTE DOS ISRAELITAS:

         Como representante do povo diante de YHVH, somente Y’hoshua (Josué) recebeu as instruções DIVINAS para a organização do povo (Js 1,1-9), a travessia do rio Yarden (Jordão) [Js 3,7.8; 4,1-3.15.16], a conquista de Yerikho (Jericó) [Js 6,2-5], a identificação da culpa de Acã (Js 7,10 -15), a conquista de Ai (Js 8,1.2.18), a derrota da coalizão do norte (Js 11,6), a distribuição da terra (Js 13,1-7) e a designação das cidades de refúgio (Js 20,1-6). As cerimônias religiosas concernentes à travessia, á circuncisão e à pesach (Páscoa) já foram mencionadas. Além disso, Y’hoshua (Josué) liderou o povo na aliança de dedicação (Js 8,30 -35) e na renovação da aliança (Js 24). Também representou o povo diante do kohen gadol (sumo sacerdote) El’azar (Eleazar) em pelo menos dois incidentes. O primeiro foi quando determinaram qual pecado acarretaria a derrota no primeiro assalto contra Ai (Js 7,14-18). El’azar (Eleazar) não é mencionado no texto; entretanto, o uso do Urim era o único método aprovado para determinar a vontade de YHVH. Portanto, é provável que Y’hoshua (Josué) tenha recorrido ao kohen gadol (sumo sacerdote). O segundo incidente relaciona-se com a distribuição das terras entre as tribos. As que receberam as glebas a leste do Yarden (Jordão) estavam satisfeitas. As terras a oeste do Yarden (Jordão) foram determinadas por meio de sorteio, de acordo com a direção de Y’hoshua (Josué) e El’azar (Eleazar) [Js 14,1.2; 15,1; 16,1; 17,1; 18,1-11; 19,1.10.17.24.32.40.49].

 

         O SUCESSO DE MOSHEH (MOISÉS):

 

         Foi o papel de Y’hoshua (Josué) como sucessor de Mosheh (Moisés) que melhor ilustrou o caráter do homem como servo fiel do YHVH. Como seu antecessor, ele teve um começo incerto. Enquanto Mosheh (Moisés) preocupava-se com sua habilidade para falar em público, Y’hoshua (Josué) pensava em como assumir o lugar deixado por uma pessoa de tão elevada estatura, o servo do Senhor YHVH (Êx 3 e 4; Js 1). Muitas das instruções iniciais de YHVH para Y’hoshua (Josué) tinham o propósito de dar-lhe segurança nesta questão. Na época da travessia do rio Yarden (Jordão), o Senhor YHVH lhe disse em particular: “Hoje começarei a engrandecer-te perante os olhos de todo o Ysrael, para que, assim como foi com Mosheh (Moisés), assim serei contigo” (Js 3,7). Isto cumpriu-se conforme o registro de Y’hoshua (Josué) 4,14. Como Mosheh (Moisés) ele começou sua liderança com uma estafante luta por reconhecimento. Como Mosheh (Moisés), YHVH interferiu e confirmou sua escolha.

            Muitas das atividades que Y’hoshua (Josué) desempenhou seriam encaradas como imagens num espelho das ações anteriores do grande legislador. Como Mosheh (Moisés), ele enviou “espias” para investigar a terra prometida (Nm 13, Js 2). Como Mosheh (Moisés), liderou o povo através de uma imponente corrente de água, que se abriu miraculosamente diante deles (Êx 13,17 a 15,21; Js 3 e 4). Como Mosheh (Moisés), testemunhou a circuncisão de todos os israelitas do sexo masculino que estavam com ele (Êx 4,24-26; Js 5,2-9) e celebrou a pesach (Páscoa) com Ysrael (Êx 12;

Escrito por anselmo.estevan às 17h48
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

Nm 9,1-4; Js 5,10-12). Como aconteceu com Mosheh (Moisés), uma figura aproximou-se dele, quando estava sozinho, e deu ordem para que tirasse o calçado, em reverência à Terra Santa em que se encontrava (Êx 3,1-5; Js 5,13-15). Como Mosheh (Moisés), liderou o povo em importantes conquistas militares (Êx 14 e 15; Nm 21; 31; e 32; Dt 2,26;  a 3,11; Js 6; 8; 10 a 12) e identificou as impurezas entre o povo (Êx 32; Nm 15,32-36; 16; 25; Js 7). Como Mosheh (Moisés), construiu um altar, escreveu as palavras da Lei de YHVH e deu-se ao povo como uma aliança entre eles e o Senhor YHVH (Êx 24,3-18; Js 8,30-35). Como Mosheh (Moisés), permitiu que os estrangeiros fizessem parte da comunidade da aliança (Êx 12,38; Js 6,22-25; 9). Assim como Mosheh (Moisés) começou, Y’hoshua (Josué) COMPLETOU a tarefa de distribuir a terra de Canaã como herança para as tribos de Ysrael (Nm 32; Dt 3,12-20; Js 13 a 19), ao conceder uma propriedade a Calebe (Nm 14,24; Dt 1,36; Js 14,6-15), confirmar as heranças das filhas de Tz’lof’chad (Zelofeade) [Nm 27,1-11; 36,1-12; Js 17,3-6], estabelecer as cidades de refúgio, dar aos levitas suas cidades (Nm 35; Js 20 e 21) e confirmar a continuidade do relacionamento entre as tribos de ambos os lados do rio Yarden (Jordão) (Nm 32; Js 22). Mosheh (Moisés) apresentou um discurso de despedida para o povo e Y’hoshua (Josué) fez o mesmo (Dt 1; Js 23). Mosheh (Moisés) renovou a aliança de YHVH com o povo e Y’hoshua (Josué) também fez isso (Dt 29; Js 24). Embora as mortes de ambos serem diferentes, a menção da passagem dos dois é feita em detalhes (Dt 32,48-52; 34; Js 24,29-31).

 

         O LÍDER DA ALIANÇA:

 

            O discurso final de Y’hoshua (Josué), em Siquém, é de grande interesse. No cap. 24, ele revê a aliança entre YHVH e os israelitas. Y’hoshua (Josué) prossegue descrevendo a necessidade da obediência ao Senhor YHVH e chama testemunhas para ouvir a declaração de lealdade para com YHVH por parte do povo. Em muitas formas, este pacto encontra paralelos com o que Mosheh (Moisés) fez com o povo em Deuteronômio. Ambos começam com uma recapitulação da história de Ysrael e com a maneira pela qual o Senhor YHVH providenciou a provisão para cada necessidade e fez com que eles tivessem sucesso nas batalhas (Dt 1 a 3; Js 24,2-13). Ambos então desafiaram o povo a servir somente a YHVH. Em Deuteronômio, estas declarações preenchem a maior parte do livro (isto é, Dt 4 a 30). Em Y’hoshua (Josué) 24, ocupam apenas os vv. 14,15. As bênçãos para a obediência e as maldições para a desobediência, que aparecem em Deuteronômio 28, são encontradas como advertências em Y’hoshua (Josué) 24,19,20. Em Deuteronômio 30,19, o céu e a terra são chamados como testemunhas da aliança entre Ysrael e seu YHVH. Em Y’hoshua (Josué) 24,22 o povo concordou em testemunhar contra ele próprio. Nos vv. 26,27 Y’hoshua (Josué) também erigiu uma pedra em Siquém e declarou que ela serviria como testemunha contra a

Escrito por anselmo.estevan às 17h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

nação. As diferenças na redação das testemunhas refletem o papel adverso que o povo desempenhava em Siquém. Em Deuteronômio não houve resposta por parte do povo à aliança. Em vez disso, os israelitas foram instruídos para recitar as bênçãos e as maldições de Deuteronômio 27,12-26 sobre os montes Ebal e Gerizim, quando entrassem na Terra Prometida. Y’hoshua (Josué) supervisionou esta atividade (Js 8,30-35). O povo completaria as tardes ordenadas por Mosheh (Moisés). Quando terminasse, responderia à aliança oferecida a eles por YHVH. Assim, o compromisso deles com o Senhor YHVH, em resposta à aliança (Js 24.16-24), formava uma conclusão do relacionamento que YHVH estabeleceria com a geração da conquista. Como a geração do Êxodo, a aliança foi-lhes oferecida – e eles a aceitaram (Êx 24). Lamentavelmente, como a geração anterior, logo transgrediram (Êx 32; Jz 3,5.6).

         Y’hoshua (Josué), entretanto, não estava mais vivo para ver esse triste final das promessas do pacto que o povo fizera. Aparentemente, o testemunho dele e dos anciãos seus contemporâneos era forte o suficiente para evitar o pecado durante o tempo em que viveram, mas não nos anos seguintes (Jz 2,6-13). O texto indica que este proceder foi um dos maiores atos de YHVH. Y’hoshua (Josué), como Mosheh (Moisés) antes dele, liderara o povo na direção do Senhor YHVH. Espiritualmente, a experiência da travessia do Yarden (Jordão) e da consagração havia removido de sobre eles “o opróbrio do Egito”, o qual os israelitas carregaram consigo devido à rebelião dos pais e ao pecado de Baal-Peor (Nm 25; Js 5,9). Politicamente, YHVH usara Y’hoshua (Josué), a fim de colocar Ysrael numa posição ideal para a segurança e o crescimento. Um grande temor de YHVH caíra sobre todos os habitantes de Canaã (Js 2,9; 5,1; 9,24; 10,2). Este medo surgiu devido às vitórias que os israelitas conquistaram desde a saída do Egito, inclusive a derrota de Ogue e Siom, a leste do rio Yarden (Jordão). A conquista fora alcançada graças a este medo, o qual preparou o caminho para que os cananeus ficassem inseguros quanto à própria capacidade de enfrentar o inimigo comum e duvidassem da proteção de seus ‘elohim (deuses). Y’hoshua (Josué)  testemunhou isto, bem como vira a mão de YHVH agir e colocar abaixo os muros de Yerikho (Jericó) [Js 6], bem como realizar os maravilhosos milagres nos céus, quando o sol e a lua foram usados pelo Senhor YHVH como um sinal contra os inimigos (Js 10,12-14). O que os cananeus cultivavam como divindades, por meio da oração de Y’hoshua (Josué), tornou-se adversário dos devotos. Até mesmo BA’AL (BAAL) [‘SENHOR’], o ‘elohím (deus) das tempestades, não pôde protege-los contra a chuva da saraiva que o YHVH de Ysrael lançou contra eles do céu (Js 10,11). Desta maneira, os milagres divinos cooperaram com as fiéis ações de Y’hoshua (Josué) e de todo o Ysrael, com o propósito de derrotar os inimigos.

            No AT, Y’hoshua (Josué) só é mencionado novamente em 1 Reis 16,34, quando uma maldição, pronunciada por ele contra qualquer pessoa que tentasse reconstruir Yerikho (Jericó), teve seu efeito. No NT, é citado em Atos 7,45 e Hebreus 4,8. Sua emunah (fé) é mencionada no capítulo sobre os maravilhosos exemplos das pessoas que confiaram em YHVH: “Pela emunah (fé) caíram os muros de Yerikho (Jericó), depois de

Escrito por anselmo.estevan às 17h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

rodeados por sete dias” (Hb 11,30). Y’hoshua (Josué) foi lembrado como o exemplo formidável de um líder escolhido por YHVH e que exercitou a emunah (fé)  de acordo com a vontade do Senhor YHVH. Como tal, pôde representar o povo diante de YHVH e liderar os israelitas numa nova terra e na aliança renovada. É bom observarmos que (Jesus [Yeshua] é o equivalente grego do nome hebraico Josué [Y’hoshua]). No sentido de um líder que mostrou ao seu povo o caminho da emunah (fé) e o levou à aliança com YHVH, à vida de Y’hoshua (Josué) foi UMA PREFIGURAÇÃO DA DO FILHO DE YHVH!

 

         POR CAUSA DISSO EU, ANSELMO ESTEVAN, ‘VOLTA A REAFIRMAR  QUE’:

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: Y’hoshua (Josué).

       O livro de Josué aponta para o Maschiyah de várias maneiras. Do mesmo modo que a primeira parte do livro apresenta Josué como um guerreiro liderando a conquista de Canaã, o Novo Testamento fala do Maschiyah como o grande Guerreiro que conduz o seu povo a tomar posse dos novos céus e da nova terra. O que Josué apenas começou, o Maschiyah cumpriu na sua primeira vinda ao derrotar Satanás (Ef 4,8-9; Cl 2,15; Hb 2,14-15), continua a cumprir na guerra santa espiritual que a Igreja enfrenta (At 15,15-17; Ef 6,10-18) e cumprirá de modo definitivo na sua segunda vinda (Ap 19,11-21; 21,1-5).

         Assim como a segunda parte do livro mostra a divisão da herança de Israel entre todas as tribos segundo Yahu havia determinado, o Novo Testamento explica que o Maschiyah dá ao seu povo a herança que lhe cabe. Em sua ressurreição e ascensão, o Maschiyah recebeu muitas bênçãos de Yahu, bênçãos estas que ele distribui ao seu povo por meio dos dons do Espírito (Ef 4,4-13). Assim, o Espírito é o penhor que garante a nossa herança vindoura (Ef 1,13-14). Quando o Maschiyah voltar em glória, concederá ao seu povo a herança plena e eterna que consistirá em reinar com ele para sempre sobre os novos céus e a nova terra (Ap 5,10; 22,5).

         Do mesmo modo que a terceira parte do livro se concentra na necessidade de uma vida fiel à aliança, o Novo Testamento ensina que o Maschiyah preencheu todos os requisitos da aliança para aqueles que crêem nele, tornando-se justiça de Yahu (2Co 5,21). O Maschiyah cumpriu perfeitamente toda a lei santa de Yahu e sua justiça é imputada àqueles que crêem (Rm 3,21-24; 4,3-13; Gl 2,16). Ao mesmo tempo, porém, a vida em aliança com Yahu continua a ser um período de teste, pois provamos a fé que professamos ao conformar a nossa vida aos requisitos da aliança de Yahu conosco (Mt 24,12-14; Fp 2,12-13; Hb 3,14; 10,15-39; Ap 2,7.11.17.26.28.; 3,21).

 

            E, DIGO MAIS:

Escrito por anselmo.estevan às 17h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

O MASCHIYAH DE Y'HOSHUA À MAL'AKHI

         A Sagrada Escritura: perfeita e completa

 

         Cremos que a Sagrada Escritura contém perfeitamente à vontade de YHVH – Yahu e, suficientemente, ensina tudo o que o homem deve crer para ser salvo. Nela, Yahu descreveu, por extenso, toda a maneira de servi-lo. Por isso, não é licito aos homens, mesmo que fossem apóstolos “ou um anjo vindo do céu” (Gl 1,8), ensinar outra doutrina, senão aquela da Sagrada Escritura. É proibido acrescentar algo à Palavra de Yahu ou tirar Algo dela (Dt 12,32; Ap 22,18.19). Assim, se mostra claramente que sua doutrina é perfeitíssima e, em todos os sentidos, completa.

         Não se podem igualar escritos de homens às Escrituras divinas, por mais santos que tenham sido os autores. Nem se pode igualar à verdade de Yahu costumes, popularidade, antiguidade, sucessão de tempos ou de pessoas, ou concílios, decretos e resoluções. Pois a verdade está acima de tudo, e todos os homens são mentirosos (Sl 116,11) e “mais leves que a vaidade” (Sl 62,9).

         Por isso, rejeitamos, de todo o coração, tudo que não está de acordo com essa regra infalível. Conforme os apóstolos nos ensinaram: “Provai os espíritos se procedem de Yahu” (1Jo 4,1); “Se alguém vem ter convosco e não traz esta doutrina, não o recebais em casa” (2Jo 10).

2Tm 3,16.17; 1Pe 1,10-12; 1Co 15,2; 1Tm 1,3; Dt 4,2; Pv 30,6; At 26,22; 1Co 4,6; Sl 19,7; Jo 15,15; At 18,28; At 20,27; Rm 15,4; Mc 7,7-9; At 4,19; Cl 2,8; 1Jo 2,19; Dt 4,5.6; Is 8,20; 1 Co 3,11; Ef 4,4-6; 2Ts 2,2; 2Tm 3,14.15.

 

         Vamos aos créditos desse estudo:

 

         Bíblias consultadas: Bíblia de Estudo de Genebra. Edição Revista e Ampliada (2ª ed.). Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Bíblia de Estudo Judaica Completa. Livro consulado: A Hístória de Todas as Personagens da Bíblia! Editora: Vida. (Quem é Quem na Bíblia Sagrada). Editado por: Paul Gardner!

         Com grifos de: Anselmo Estevan. Formado em Bacharel em Teologia pela Faculdade Ibetel de Suzano – SP. Possuo pela Faculdade Ibetel os títulos de: Pastor, e de Professor de Teologia. Estudo a palavra de YHVH há 15 anos! Tudo isso não é para me gabar não! Pelo contrário, é para mostrar que muita gente deveria ser mais humilde pois não possui nenhum estudo da Palavra de YHVH e fica afrontando os outros sem nenhuma humildade.....!!!! O meu serviço é defender a Palavra de Elyôn somente! E, por isso estudei e mostro o meu conhecimento para mostra que sei sim do que falo!!!!!!!!!!!

 

Anselmo Estevan.

Escrito por anselmo.estevan às 17h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SINAIS DO ANTICRISTO! ONDE TUDO COMEÇOU:

Como pode o Maschiyah estar em: Y’hoshua? Se dizem que ele foi violento e sanguinário.....?????

 

Permalink Responder até Joao Joaquim Martins ontem

Anselmo Estevan disse: O livro de Josué aponta para o Maschiyah de várias maneiras. Do mesmo modo que a primeira parte do livro apresenta Josué como um guerreiro liderando a conquista de Canaã, o Novo Testamento fala do Maschiyah como o grande Guerreiro que conduz o seu povo a tomar posse dos novos céus e da nova terra.

Anselmo Estevan, Eu não sei como você conseguiu comparar Josué, aquele sanguinário a imagem do santanas, a Jesus Cristo, o príncipe da paz.

E ao rei de Ai enforcou num madeiro, até à tarde; e ao pôr do sol ordenou Josué que o seu corpo fosse tirado do madeiro; e o lançaram à porta da cidade, e levantaram sobre ele um grande montão de pedras, até o dia de hoje.Josué 8:29

Se o próprio Cristo, foi vítima do modos operante daquele homicida sanguinário. A quem os tiranos, de toda história da humanidade copiaram a forma de torturar, aniquilar e exterminar; inclusive serviu de modelo para Hitler quando movido pela mesma divindade homicida, devolveu aos judeus, todo sofrimento que impuseram aos povos da antiguidade.

JOSUÉ 6:21-27 Com aprovação divina, Josué destrói com fio da espada os homens, mulheres e crianças da cidade de Jericó.

JOSUÉ 7:19-26 Acã, seus filhos e seu gado são apedrejados até a morte por Josué, só por ter pego despojos dos babilônios.

JOSUÉ 8:22-25 Com aprovação divina, Josué destrói todo o povo de Ai, matando 12.000 homens e mulheres, sem que nenhum escapasse.

JOSUÉ 10:10-27 Com aprovação divina, Josué destrói todo os Gibeonitas.

JOSUÉ 10:28 Com aprovação divina, Josué destrói todo o povo de Maqueda.

JOSUÉ 10:30 Com aprovação divina, Josué destrói todo o povo de Libna.

JOSUÉ 10:32-33 Com aprovação divina, Josué destrói todo o povo de Laquis.

JOSUÉ 10:34-35 Com aprovação divina, Josué destrói todo o povo de Eglom.

JOSUÉ 10:36-37 Com aprovação divina, Josué destrói todo o povo de Hebrom.

JOSUÉ 10:38-39 Com aprovação divina, Josué destrói todo o povo de Debir.

JOSUÉ 11:21-23 Com aprovação divina, Josué destrói todo o povo de Anakim.

JOSUÉ 10:40 "Assim feriu Josué toda aquela terra, as montanhas, o sul, e as campinas, e as descidas das águas, e a todos os seus reis. Nada deixou de resto; mas tudo o que tinha fôlego destruiu, como ordenara o Senhor Deus de Israel."

JOSUÉ 11:6 O senhor ordena o mutilamento (corte dos tendões das pernas) dos cavalos. ENTRE OUTROS...

RESPEITO O TUA FÉ. MAS POR FAVOR TORNAR JESUS CRISTO O SATANÁS É DEMAIS.

Escrito por anselmo.estevan às 17h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SINAIS DO ANTICRITO! ONDE TUDO COMEÇOU:

GRAÇA E PAZ.

         É pra ver como vêem o Y’hoshua (Josué) na Escritura Sagrada....???? Então, o que falar de: David?????????

 

  

I CRÔNICAS 22

 

Davi faz preparativos para edificar o templo 

 

1 Então disse Davi: Esta é a casa de Senhor YHVH, e este é o altar de holocausto para Ysrael.

 

2 Então Davi deu ordem que se ajuntassem os estrangeiros que estavam na terra de Ysrael, e encarregou pedreiros de lavrarem pedras de cantaria para edificar a casa de YHVH,

 

3 Também aparelhou ferro em abundância, para os pregos das portas das entradas e para as junturas; como também bronze em abundância, sem pesá-lo;

 

4 e madeira de cedro sem conta, porque os sidonios e tírios traziam a Davi cedro em abundância

 

5 Porque dizia Davi: Shlomoh (Salomão), meu filho, ainda é moço e tenro, e a casa que se há de edificar para o Senhor deve ser magnífica em excelência, de renome e glória em todas as terras; eu, pois, agora lhe farei os preparativos. Assim fez Davi grandes preparativos antes da sua morte.

 

6 Então chamou a Shlomoh (Salomão), seu filho, e lhe ordenou que edificasse uma casa ao Senhor YHVH de Israel.

 

7 Disse Davi a Shlomoh (Salomão): Filho meu, quanto a mim, tive em meu coração a propósito de edificar uma casa ao nome do Senhor meu YHVH.

 

8 A palavra do Senhor YHVH, porém, veio a mim, dizendo: Tu tens derramado muito sangue, e tens feito grandes guerras; não edificarás casa ao meu nome, porquanto muito sangue tens derramado na terra, perante mim.

 

9 Eis que te nascerá um filho, que será homem de repouso; porque lhe darei repouso de todos os seus inimigos ao redor; portanto Sholomoh (Salomão) será o seu nome, e eu darei paz e descanso a Israel nos seus dias.

 

10 Ele edificará uma casa ao meu nome. Ele me será por filho, e eu lhe serei por pai, e confirmarei o trono de seu reino sobre Ysrael para sempre.

 

11 Agora, meu filho, o Senhor YHVH seja contigo; prospera, e edifica a casa de Senhor teu YHVH, como ele falou a respeito de ti.

 

12 Tão somente te dê o Senhor YHVH prudência e entendimento para governares sobre Ysrael, e para guardares a lei do Senhor teu YHVH.

 

13 Então prosperarás, se tiveres cuidado de guardar os estatutos e os juízos que o Senhor YHVH ordenou a Mosheh (Moisés) acerca de Ysrael. Esforça-te, e tem bem ânimo; não temas, nem te espantes.

 

14 Com trabalhos penosas preparei para a casa do Senhor YHVH cem mil talentos de ouro, e um milhão de talentos de prata, e bronze e ferro que por sua abundância, não se pesou; também madeira e pedras preparei; e tu os aumentarás ainda.

 

15 Além disso tens trabalhadores em grande número, canteiros, pedreiros e carpinteiros, e toda sorte de peritos em toda espécie de obra.

 

16 Do ouro, da prata, da bronze e do ferro não há conta. Levanta-te, pois; mãos à obra! E o Senhor YHVH seja contigo!

 

17 Também Davi deu ordem a todos os chefes de Israel que ajudassem a Sholomoh (Salomão), seu filho, dizendo:

 

18 Porventura não está convosco o Senhor YHVH vosso ‘ULHÍM (ETERNO), e não vos deu repouso por todos os lados? Pois entregou na minha mão os habitantes da terra; e a terra foi subjugada diante do Senhor YHVH e diante do seu povo.

 

19 Disponde, pois, agora o vosso coração e a vossa alma para buscardes ao Senhor YHVH vosso ‘ULHÍM (ETERNO); e levantai-vos, e edificai o santuário do Senhor YHVH ‘ULHÍM (ETERNO), para que a arca do pacto do Senhor YHVH e os vasos sagrados de YHVH sejam trazidos, para a casa que se há de edificar ao Nome do Senhor YHVH.

 

         HORA, TODO MUNDO CONHECE DAVID! E O QUE O ETERNO CRIADOR FALA DELE? QUE: 8 A palavra do Senhor YHVH, porém, veio a mim, dizendo: Tu tens derramado muito sangue, e tens feito grandes

Escrito por anselmo.estevan às 17h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SINAIS DO ANTICRISTO! ONDE TUDO COMEÇOU:

guerras; não edificarás casa ao meu nome, porquanto muito sangue tens derramado na terra, perante mim.

 

       MAS, DAVID É SEU HOMEM DE GUERRA....!!!!!! E FAZIA TUDO PELO ETERNO....!!!! ENTÃO POR QUE Y’HOSHUA (JOSUÉ) É TÃO MASSACRADO????

 

O QUE JOSUÉ, O GUERREIRO DE DEUS DA ANTIGA ALIANÇA, TEM EM COMUM COM HITLER, O GUERREIRO DA ALEMANHA NAZISTA?

Iniciado por Joao Joaquim Martins em Dicas de Blogs 4 horas atrás . 0 Respostas 0Curtiram isto+1

QUAL O ÚNICO ATENUANTE, QUE JOSUÉ Josué 8:29 E NABUCODONOSOR, Jeremias 27:6 AMBOS HOMICIDAS E SERVOS DO DEUS VIVO, TEM A SEU FAVOR,…

 

 

 

         Mas, o Mascniyah, também, está em: 1 e 2 Reis! E 1 e 2 Crônicas!!!!!! E Y’hoshua é “sanguinário”?????

 

         Vejam:

 

Christós (Maschiyah) [Yahushua] em: 1 e 2 M’lakhim (REIS).

         O relato histórico de Reis aponta para o Maschiyah de várias maneiras. Pelo menos duas questões aparecem em primeiro plano. Em primeiro lugar, a família de Davi é destacada como elemento central de Israel. Todas as esperanças de vitória e salvação – e até mesmo de regresso do exílio – estavam baseadas na misericórdia de Yahu demonstrada para com a casa real de Davi e por meio dela. O Novo Testamento ensina que o Maschiyah é o grande Filho de Davi, por meio do qual Yahu cumpriu todas as promessas que havia feito a Davi e a seus filhos (Mt 1,1-17; At 2,22-36).

            Em segundo lugar, a monarquia e o culto no templo também ocupam uma posição central no relato. Na verdade, os reis de Israel e Judá são avaliados quase inteiramente de acordo com sua lealdade ou deslealdade para com o templo em Jerusalém e com a pureza do culto naquele local. Esse tema também se cumpriu em o Maschiyah. O Novo Testamento ensina que ele é o sumo sacerdote eterno do povo de Yahu (Hb 3,1; 4,14-15,

Escrito por anselmo.estevan às 17h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

SINAIS DO ANTICRISTO! ONDE TUDO COMEÇOU:

cujo sangue expiou os seus pecados (Hb 2,17; 9,25-28). Ele reúne seu povo num santuário na terra (1Pe 2,4-5.9), e ministra no átrio celestial de Yahu (Hb 6,19-20; 8,1-2; 9,24). A importância da fidelidade exclusiva ao culto no templo de Salomão corresponde ao chamado do Maschiyah para seus seguidores confiarem em sua mediação sacerdotal para receberem a salvação (Jo 14,6; At 4,12) durante o seu ministério presente no santuário celestial e, por fim, ao substituir o santuário terreno na nova terra (Ap 21,22).

 

Christós (Maschiyah) [Yahushsua] em: 1 e 2 Divrei-HaYamim (CRÔNICAS).

Ao se concentrar no seu interesse pelo povo de Yahu, pelo rei e pelo templo, bem como pela bênção e pelo julgamento divino, o cronista redigiu a sua história visando estimular a esperança de Israel na vinda do Messias. Seu foco imediato é a restauração da comunidade pós-exílio, mas o Novo Testamento revela que o Ideal do reino restaurado expressado pelo cronista se cumpriu em o Maschiyah.

         A esperança do cronista para o povo de Yahu se realizou em o Maschiyah. Aqueles que seguem ao Maschiyah são os herdeiros das promessas feitas a Israel (Gl 3,14.29; 4,28; Ef 2,11-22; 3,6), como também o eram os fiéis da comunidade pós-exílio. A Igreja do Maschiyah se estende além de Israel de modo a incluir os gentios (Lc 2,32; At 9,15; 11,1.18). Na volta do Maschiyah, todos os eleitos serão reunidos sob a Eternidade do Maschiyah (Ef 2,11-22).

         O interesse do cronista pela restauração do trono de Davi também se cumpriu em o Maschiyah. Ele é o Filho de Davi, o herdeiro legítimo do trono davídico (Lc 1,32; Rm 1,3; Ap 22,16). O SALVADOR cumpriu todos os requisitos de obediência impostos à linhagem de Davi (Rm 5,19; Fp 2,8; Hb 5,7-10). Na ressurreição, o Maschiyah se assentou no seu trono celestial (At 2,33-35; Ef 1,20-23; Fp 2,9; Ap 3,21). Ele conduz o seu povo à bênção e à vitória (Rm 8,37; Ef 4,7-13) e reinará até que todos os seus inimigos tenham sido derrotados (1Co 15,24-26).

         A ênfase do cronista sobre o templo também se cumpriu em o Maschiyah. Ele se entregou na cruz como expiação perfeita pelo pecado (Hb 9,11-28; 1Pe 3,18a; 1Jo 2,2), e intercede pelo seu povo no átrio celestial de Yahu (Hb 3,1; 4,14-16; 6,20; 7,16; 8,1). Quando o Maschiyah voltar, levará todo o seu povo à presença santa de Yahu (Jo 14,1-4; 1Ts 4,16-17).

         O enfoque do cronista sobre a bênção e o julgamento divino também antevê a obra do Maschiyah. O SALVADOR advertiu a sua Igreja acerca da necessidade de fidelidade a Yahu (Mt 5,17-20). Ele sofreu a morte na cruz para que o seu povo pudesse ser livrado do julgamento (Rm 3,21-26). Ele lhes concede nova vida para que tenham certeza da recompensa da bênção eterna (Jo 3,16; 2Pe 3,13; 1Jo 2,25).

         O cronista escreveu para encorajar seus leitores pós-exílio a renovarem o reino em sua época. No entanto, a sua história também aponta para o futuro, para o início do reino da primeira vinda do Maschiyah e sua consumação gloriosa quando ele voltar.

 

         O MASCHIYAH ESTÁ NO ANTIGO TESTAMENTO INTEIRO! POIS, SEM ELE NADA SERIA FEITO!!!!! QUAL É A SUA PALAVRA? SEM MIM NADA PODEIS FAZER! E TUDO FOI FEITO POR MEIO DELE.....!!!!!!!

 

Escrito por anselmo.estevan às 17h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

QUE TIPO DE HOMEM, COMPARA JOSUÉ À HITLER????

O ESPÍRITO SANTO


O Espírito Santo, a terceira Pessoa da Trindade, é, nas Sagradas Escrituras, denominado "o Espírito", "o Santo Espírito", "o Espírito de Deus", "o Espírito do Filho de Deus", e o "Consolador".

Na criação / Velho Testamento
O Espírito pairava por sobre as águas (Gn 1.2; Jó 26.13); foi dado a certos homens para realizarem a sua obra:
Bezalel (Ex 31.2,3),
Josué (Nm 27.18), Gideão (Jz 6.34), Jefté (Jz 11.29), Saul (1Sm 11.6), Davi (1Sm 16.13); foi especialmente manifesto nos profetas (Ez 11.5; Zc 7.12), foi dado para luz dos homens (Pv 1.23), prometido ao Messias (Is 11.2; 42.1), e a "toda a carne" (Jl 2.28).

No Novo Testamento
O Espírito Santo se manifesta no batismo de Jesus (Mt 3.16;Mc 1.10), e na tentação (Mt 4.1; Mc 1.12; Lc 4.1); imediatamente depois da tentação (Lc 4.14); e na ocasião em que Jesus, falando em Nazaré, recorda a promessa messiânica de Is 61.1,2 (cp. com 42.1-4). Do mesmo modo fala o Santo Espírito ao velho Simeão dirigindo-o nos seus passos e pensamentos (Lc 2.25-27). O dom do ES é, de uma maneira determinada, prometido pelo nosso Salvador (Lc 11.13).

No Evangelho de João
O ensino de Jesus quanto à obra do Espírito é mais preciso. "Deus é Espírito", com respeito à Sua natureza. A não ser que o homem novamente nasça "da água e do Espírito", ele não pode entrar no reino de Deus (Jo 3.5). O Espírito é dado sem medidas ao Messias (3.34). referindo-se Jesus às promessas messiânicas (Is 44.3; Jl 2.28) falou do Espírito que haviam de receber os que nele cressem" (7.39); porquanto, ainda não tinha sido dado (7.39); mas, na qualidade de consolador, Paracleto, Advogado (14.16,26; 15.26; 16.7; Jo 2.1); Espírito da verdade, por quem a verdade se expressa e é trazida ao homem (15.26; 16.13). Ele havia de ser dado aos crentes pelo Pai (14.16), habitando neles e glorificando o Filho (16.14), pelo conhecimento que Dele dava. Em 1Jo 3.24 a 4.13 esta presença íntima do Espírito é um dos dois sinais ou característicos da união com Cristo; e o Espírito, que é a verdade, dá testemunho do Filho (1Jo 5.6).

Nos Atos
A manifestação do Espírito é feita no dia de Pentecoste, e o fato acha-se identificado com o que foi anunciado pelo profeta (2,4,17,18); Ananias e Safira "tentam" o Espírito, pondo à prova a Sua presença na igreja (5.9); o Espírito expressamente dirige a ação dos apóstolos e evangelistas (1.2; 8.29,39; 10.19; 11.12; 16.7; 21.4); e inspira Ágabo (11.28).

Nas epistolas de Paulo
A presença do Espírito Santo está claramente determinada (Rm 8.11; 1Co 3.16; 6.17-19). É ele o autor da da fé (1Co 12.3; cp. com 2Co 4.13); no Espírito vivem os homens (Gl 5.25), por Ele são ajudados nas suas fraquezas (Rm 8.26,27), fortalecidos por Ele (Ef 3.16), recebendo Dele dons espirituais (1Co 12), e produzindo frutos como resultado da Sua presença (Gl 5.22). Por meio Dele há a ressurreição dos que crêem em Cristo (Rm 8.11).

Pedro
(1Pe 1.2) escreve acerca da santificação, como sendo obra do Espírito Santo.

No apocalipse
Se vê que João conscientemente é influenciado pelo Espírito (1.10; 4.2); e a mensagem dirigida à sete igrejas é a mensagem do Espírito (2.7,11,17,29).

Escrito por anselmo.estevan às 17h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

O Espírito Santo é uma pessoa da Santíssima Trindade, e não simplesmente um método de ação divina ( vejam-se especialmente as palavras de Jesus: Jo 14.16,17; 15.26; 16.7,8; Mt 12.31,32; At 5.3,9; 7.51; Rm 8.14; 1Co 2.10; Hb 3.7).

O Espírito procede do Pai e do Filho (Gl 4.6; 1Pe 1.11). É Ele tanto "o Espírito de Deus" como "o Espírito de Cristo" (Rm 8.9).

E assim nos mistérios da redenção, e de uma nova vida, na regeneração, na santificação, e na união com Cristo, é uma Pessoa que, na Sua operação, como auxiliador do homem, é ainda Aquele que pode ser negado, entristecido e apagado (Ef 4.30; 1Ts 5.19).

Dicionário Bíblico Universal

Batismo do Espírito Santo na Bíblia

Então Josué disse ao povo: Não podereis servir ao Senhor, porque é Deus santo, é Deus zeloso, que não perdoará a vossa transgressão nem os vossos pecados.
Josué 24:19

Veio sobre ele o Espírito do Senhor, e ele julgou a Israel; saiu à peleja, e o Senhor lhe entregou Cusã-Risataim, rei da Mesopotâmia, contra o qual prevaleceu a sua mão:
Juízes 3:10

Mas o Espírito do Senhor apoderou-se de Gideão; e tocando ele a trombeta, os abiezritas se ajuntaram após ele.
Juízes 6:34

Deus suscitou um espírito mau entre Abimeleque e os cidadãos de Siquém; e estes procederam aleivosamente para com Abimeleque;
Juízes 9:23

Então o Espírito do Senhor veio sobre Jefté, de modo que ele passou por Gileade e Manassés, e chegando a Mizpá de Gileade, dali foi ao encontro dos amonitas.
Juízes 11:29

E o Espírito do Senhor começou a incitá-lo em Maané-Dã, entre Zorá e Estaol.
Juízes 13:25

Então o Espírito do Senhor se apossou dele, de modo que ele, sem ter coisa alguma na mão, despedaçou o leão como se fosse um cabrito. E não disse nem a seu pai nem a sua mãe o que tinha feito.
Juízes 14:6

Então o Espírito do Senhor se apossou dele, de modo que desceu a Asquelom, matou trinta dos seus homens e, tomando as suas vestes, deu-as aos que declararam o enigma; e, ardendo em ira, subiu à casa de seu pai.
Juízes 14:19

Quando ele chegou a Leí, os filisteus lhe saíram ao encontro, jubilando. Então o Espírito do Senhor se apossou dele, e as cordas que lhe ligavam os braços se tornaram como fios de linho que estão queimados

Escrito por anselmo.estevan às 17h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

do fogo, e as suas amarraduras se desfizeram das suas mãos.
Juízes 15:14

Mas Ana respondeu: Não, Senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; não bebi vinho nem bebida forte, porém derramei a minha alma perante o Senhor.
1 Samuel 1:15

Ninguém há santo como o Senhor; não há outro fora de ti; não há rocha como a nosso Deus.
1 Samuel 2:2

Disseram os homens de Bete-Semes: Quem poderia subsistir perante o Senhor, este Deus santo? e para quem subirá de nós?
1 Samuel 6:20

E o Espírito do Senhor se apoderará de ti, e profetizarás com eles, e serás transformado em outro homem.
1 Samuel 10:6

Quando eles iam chegando ao outeiro, eis que um grupo de profetas lhes saiu ao encontro; e o Espírito de Deus se apoderou de Saul, e ele profetizou no meio deles.
1 Samuel 10:10

Então o Espírito de Deus se apoderou de Saul, ao ouvir ele estas palavras; e acendeu-se sobremaneira a sua ira.
1 Samuel 11:6

Então Samuel tomou o vaso de azeite, e o ungiu no meio de seus irmãos; e daquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi. Depois Samuel se levantou, e foi para Ramá.
1 Samuel 16:13

Ora, o Espírito do Senhor retirou-se de Saul, e o atormentava um espírito maligno da parte do Senhor.
1 Samuel 16:14

Então os criados de Saul lhe disseram: Eis que agora um espírito maligno da parte de Deus te atormenta;
1 Samuel 16:15

dize, pois, Senhor nosso, a teus servos que estão na tua presença, que busquem um homem que saiba tocar harpa; e quando o espírito maligno da parte do Senhor vier sobre ti, ele tocara com a sua mão, e te sentirás melhor.
1 Samuel 16:16

E quando o espírito maligno da parte de Deus vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa, e a tocava com a sua mão; então Saul sentia alívio, e se achava melhor, e o espírito maligno se retirava dele.
1 Samuel 16:23

Escrito por anselmo.estevan às 17h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

O Rúkha hol – RODSHÚA: O RÚKHA (ESPÍRITO) QADÔSH (SANTO): NA BÍBLIA:

 

Gn 1,2; 6,3; 41,38; Êx 31,3; 35,31; Nm 11,17; 11,25; 11,26; 11,29; 24,2; 27,18; Jz 3,10; 6,34; 11,29; 13,25; 14,6; 14,19; 15,14; 1Sm 10,6; 10,10; 11,6; 16,13; 16,14; 19,20; 19,23; 2Sm 23,2; 1Rs 18,12; 22,24; 2Rs 2,16; 1Cr 12,18; 2Cr 15,1; 18,24; 20,14; 24,20; Ed 5,1; Ne 9,30; Jó 33,4; Sl 51,11; 104,30; 106,33; 139,7; 143,10; Is 4,4; 11,2; 32,15; 34,16; 40,13; 42,1; 44,3; 48,16; 59,19; 59,21; 61,1; 63,11; 63,14; Ez 2,2; 3,12; 3,14; 3,24; 8,3; 11,1; 11,5; 11,24; 36,27; 37,1; 37,14; 39,29; 43,5; Jl 2,28; 2,29; Mq 2,7; 3,8; Ag 2,5; Zc 4,6; 6,8; 7,12; Mt 1,18; 1,20; 3,11; 3,16; 4,1; 10,20; 12,18; 12,28; 12,31; 12,32; 22,43; 28,19; Mc 1,18; 1,10; 1,12; 3,29; 12,36; 13,11; Lc 1,15; 1,35; 1,41; 1,67;

2,25; 2,26; 2,27; 3,16; 3,22; 4,1; 4,14; 4,18; 10,21; 11,13; 12,10; 12,12; Jo 1,32; 1,33; 3,5; 3,6; 3,8; 3,34; 7,39; 14,17; 14,26; 15,26; 16,13; 20,22; At 1,2; 1,5; 1,8; 1,16;2,4; 2,14; 2,18; 2,33; 2,38; 4,8; 4,25; 4,31; 5,3; 5,9; 5,32; 6,3; 6,5; 6,10; 7,51; 7,55; 8,15; 8,17; 8,18; 8,19; 8,29; 8,39; 9,17; 9,31; 10,19; 10,38; 10,44; 10,45; 10,47; 11,12; 11,15; 11,16; 11,24; 11,28; 13,2; 13,4; 13,9; 13,52; 15,8; 15,28; 16,6; 16,7;19,2; 19,6; 20,23; 20,28; 21,4; 21,11; 28,25; Rm 5,5; 8,2; 8,4; 8,5; 8,6; 8,9; 8,11; 8,13; 8,14; 8,16; 8,23; 8,26; 9,1; 14,17; 15,13; 15,16; 15,19; 15,30; 1Co 2,4; 2,10; 2,11; 2,12; 2,13; 2,14; 3,16; 6,11; 6,19; 7,40; 12,3; 12,4; 12,7; 12,8; 12,9; 12,11; 12,13; 2Co 1,22; 3,3; 3,8; 3,17; 3,18; 5,5; 6,6; 13,13; Gl 3,2; 3,3; 3,5; 3,14; 4,6; 4,29; 5,5; 5,16; 5,17; 5,18; 5,22; 5,25; 6,8; Ef 1,13; 2,18; 2,22; 3,5; 3,16; 4,3; 4,4; 4,30; 5,18; 6,17; 6,18; Fp 1,19; 2,1; 3,3; Cl 1,8; 1Ts 1,5; 1,6; 4,8; 5,19; 2Ts 2,13; 1Tm 4,1; 2Tm 1,14; Tt 3,5; Hb 2,4; 3,7; 6,4; 9,8; 9,14; 10,15; 10,29; Tg 4,5; 1Pe 1,2; 1,11; 1,12; 4,14; 2Pe 1,21; 1Jo 3,24; 4,2; 4,13; 5,6; 5,7; 5,8; Jd 19; 20; Ap 1,4; 2,7; 2,11; 2,17; 2,29; 3,6; 3,13; 3,22; 14,13; 22,17!

Agora, para não dizerem que é algo meu pessoal, vamos a um resumo da “Pessoa do Espírito Santo!”. Como um Espírito pode ser chamado de: Pessoa???

Estudo tirado da: ENCICLOPÉDIA BÍBLICA: O ANTIGO TESTAMENTO, E, O (NOVO TESTAMENTO – COM AS PASSAGENS EM PORTUGUÊS E EM GREGO), INTERPRETADOS VERSÍCULO POR VERSÍCULO!

DA: EDITORA HAGNOS.

AUTOR: R.N.CHAMPLIN, Ph. D.

 

2ª EDIÇÃO – SÃO PAULO: HAGNOS, 2001.

Escrito por anselmo.estevan às 17h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

VAMOS AO TEXTO: (LIVRO Nº 6. Páginas 4267-4272 (Resumo):

 

 

 

 

O ESPÍRITO SANTO É UMA PESSOA

          As obras e características desta Pessoa Divina.

 

          O Espírito Santo é um ser vivo, dotado de personalidade própria, não sendo meramente uma influência ou emanação de (Deus) ‘Ulhim Yahu. Antes, é uma pessoa, claramente divina, que faz parte da trindade da deidade (Ver João 14,16.17.26; 16,7-15 e Mateus 28,19).

          1. Como o Espírito Santo é visto no AT? Ele é visto como: A. Uma pessoa divina, dotada de atributos divinos (ver Gn 1). B. Compartilhou da obra da criação, o que nos pode dar a entender a sua  onipotência (ver Gn 1,2; Jó  26,13 e Sl 104,30). C. Dotado de onipresença (ver 139,7). D. Testifica aos homens no tocante ao pecado e à justiça (ver Gn 6,3). E. Age como agente iluminador do entendimento humano (ver Jó 32,8). F. Dota os homens de poder (ver Êx 28,3). G. Aparece como o Espírito de sabedoria (ver Jz 3,10 – 6,34; 11,29 e 13,25). H. Inspira as declarações divinas e as profecias (ver Nm 11,25 e 2Sm 23,2). I. É um agente que ajuda aos servos de Yahu (ver Sl 51,2; Jl 2,23; Mq 3,8; e Zc 4,6). J. É santo e bom (ver Sl 51,11 e 143,10). L. Age como juiz (ver Is 4,4). M. Possui os atributos de sabedoria, entendimento, conselho, poder, bondade, conhecimento, e inspira o temor de Yahu (ver Is 11,2). N. Influência e vem habitar nos homens em ocasiões especiais, para realizar propósitos especiais, não o fazendo permanentemente (ver Sl 51,11; não havendo nenhuma indicação no AT, de que o Espírito descesse sobre qualquer pessoa, exceto os profetas ou outros indivíduos de importância, para alguma finalidade específica). O. A influência do Espírito Santo é vista atuante, no AT, a saber: I, no intelectual (ver Êx 28,3; 35,3.31; Dt 34,9); II, no nível moral (ver Sl 51,11; Is 63,10 e 143,10); III, no nível espiritual ou religioso (ver Os 9,7; Ez 2,2; e 3,24). P. O Espírito Santo foi prometido para uma nova dispensação futura, em que se manifestaria de outras formas, a tal ponto que, nos tempos do Messias, ele seria derramado sobre “TODA A CARNE” (ver Joel 2,28 e ss).

          2. Como o Espírito Santo é visto no NT? Em face do fato de que o Novo Testamento se alicerça sobre o Antigo, é natural que a nova dispensação comparti-lhe, em termos gerais, das idéias da antiga, ainda que com algumas adições e esclarecimentos.

         a. Em relação ao Messias, o Espírito Santo é visto na concepção da Virgem Maria (ver Mt 1,18-20 e Lc 1,23), é visto como aquele que ungiu e fortaleceu ao Messias, quando de seu batismo, para que ele pudesse dar início à sua missão especial como o “MESSIAS” (ver Mt 3,16). Também o Espírito Santo é visto como o agente capacitador

Escrito por anselmo.estevan às 17h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

do Messias em seu labor, maneira de andar e serviço (ver Lc 4,1.14), como a força ressuscitadora (ver Rm 8,11) e, desde então até o presente, na qualidade de “alter ego” do Messias neste mundo, o Espírito Santo é visto a realizar a obra do Messias, como sua testemunha poderosa (ver João 15,26; 16,8-11.13.14).

          B. Em relação a todos os homens o Espírito Santo é visto como uma força influenciadora universal, que testifica sobre o pecado, a retidão e o julgamento. Ele controla o mal que há no mundo e convence os homens do pecado, atuando sobre todos os homens através de sua influência, personalidade e presença (ver João 16,7-11). Podemos supor que o mundo seria intoleravelmente mau, não fora à influência do Espírito Santo, que constrange a iniquidade inerente nos homens.

          C. Em relação à Igreja, o Espírito Santo é visto como o único que pode regenerar a uma alma, mediante seu toque operador e transformador (ver João 3,3-5). Todos os crentes, portanto, devem possuir o Espírito Santo (ver Rm 8,9), ainda que a sua influência varie grandemente de um crente individual para outro, dependendo isso exclusivamente de como cada qual permite que o Espírito Santo o controle (ver Atos 2; Ef 1,13.14 e 5,18). É igualmente o Espírito Santo que forma a unidade da Igreja, em um corpo (ver Mt 16,18; Hb 12,23 e 1Co 12,12.13; [2,12.13], o que pode ser chamado de “batismo”, ainda que não se trate de um batismo da mesma natureza com que o crente individual pode ser batizado). E é desse modo que a igreja se torna o templo do Espírito, seu lugar especial de manifestação (ver 1Co 2,26.17). A presença habitadora do Espírito Santo, entre os crentes, deve ser continua e perpétua (ver João 14,16). Essa presença habitadora produz frutos no crente, semelhantes à natureza moral positiva de Yahu (ver Gl 5,22.23). O alvo precípuo da implantação dos frutos do Espírito no crente, bem como de todas as suas operações na alma, é o de transformar os crentes segundo a imagem de O MESSIAS, nos termos mais literais possíveis, de tal modo que estes venham a compartilhar da natureza moral e metafísica essencial de O MESSIAS (ver Rm 8,29. Ef 1,23 e 2Co 3,18). E, sendo o Espírito aquele que nos impulsiona na direção desse alvo, ele é o intercessor em favor dos crentes, orando naquilo que o crente nem ao menos é CAPAZ DE PROFERIR, VISANDO O BENEFÍCIO DOS MESMOS (VER Rm 8,2-17). O Espírito Santo é igualmente a garantia da herança que os crentes têm no Messias (ver Rm 8,15-17). No funcionamento das Igrejas locais, o Espírito Santo é o distribuidor de todas as manifestações carismáticas (ver 1Co 12 – 14).

 

          Vamos resumir um pouco ok! Pois o texto é muito longo:

          4. O Espírito Santo é o terceiro membro da TRINDADE (ver as notas expositivas referentes a João 5,6 no NT).

         “O pano de fundo sobre o que Paulo tem a dizer concernente ao Espírito Santo tem bases no AT. Ali o Espírito aparece como o ‘SOPRO’ DE (DEUS) YAHU”, NO

Escrito por anselmo.estevan às 17h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

SENTIDO DE SER A PRESENÇA DE YAHU OU O PODER DE YAHU COMO ALGO VISÍVEL E OPERANTE NO MUNDO. Somos informados de que o Espírito de Yahu pairava sobre o caos primevo (ver Gn 1,2); que os profetas foram iluminados e fortalecidos pelo Espírito (ver 1Sm 10,10, além de muitas outras referências); que ninguém é capaz de fugir da presença do Espírito Santo de Yahu (ver Sl 139,7). O Espírito de Yahu é a presença auto-autenticadora do poder de Yahu (....). O Espírito Santo (descrito em Rm 5,5 como ‘amor de Yahu... derramado em nossos corações’) é, portanto, a base empírica da fé esperança. Ele é a garantia tanto da significação do que ocorreu, (isto é a morte e ressurreição de YahuShúa o Filho prometido para a salvação – grifo meu, bem como a justificação dos crentes) COMO DA REALIDADE DO QUE AINDA ACONTECERÁ (OU SEJA, A VOLTA DO MESSIAS E A NOSSA TOTAL LIBERTAÇÃO DO PODER DO PECADO E DA MORTE). É O ESPÍRITO SANTO QUE REÚNE TODAS AS PEÇAS COMPONENTES DAQUELE ACONTECIMENTO E QUE DENOMINAMOS DE REVELAÇÃO EM O MESSIAS – YAHUSHÚA, TRANSPONDO O HIATO ENTRE O PASSADO E O FUTURO, O QUE, ATÉ ESTE PONTO, COM TANTA FREQUÊNCIA TEM APARECIDO COMO IMPORTANTE CARACTERÍSTICA E ELEMENTO DO PENSAMENTO PAULINO”. (JOHN KNOX, NA INTRODUÇÃO AO OITAVO CAPÍTULO DA EPÍSTOLA AOS ROMANOS).

 

 Bem, esse texto é bem mais longo.... Mas, acho que já deu para entender!!! Como pode o Espírito Santo ser invenção da Igreja Católica de Roma???? Se o próprio Paulo Fala dele!!!! Mesmo que seja invenção “O Espírito Santo”???!!!! Poxa vida viu! Que invenção!!! Que mal há nisso???? Pois se for assim, temos que reinventar a “Bíblia” que é cópia da ESCRITURA SAGRADA! A Palavra de Yahu!!!! Claro que há erros, adulterações, corrupções, etc. Mas se for verdade de que o Espírito Santo não existe, então deveríamos falar para Paulo que ele está errado nas suas afirmações bem como muitas personagens de Yahu......concordam comigo!?

 

          ESTE TRABALHO VISA ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE EM DEFENDER A 3ª PESSOA DA TRINDADE! ELE EXISTE SIM, É UMA PESSOA SIM, COM DONS DE ONIPOTÊNCIA, ONIPRESENÇA E ONISCIÊNCIA ELE PERTENCE AO: PAI! E AO FILHO! SENDO COETERNO SEMPRE EXISTIU JUNTO AO PAI E FILHO! É UM ESPÍRITO VIVO!!!! NÃO MATÉRIA OU UMA CRIAÇÃO! MAS É YAHU EM PESSOA!!!!!!!

 

ANSELMO ESTEVAN.

 

         Bem, agora que sabemos um pouco mais do Rúkha do (Espírito de YHVH), VAMOS VER QUEM FOI O SUCESSOR DE MOSHEH (MOISÉS) A QUEM

Escrito por anselmo.estevan às 17h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

YHVH MANDOU QUE MOSHEH COLOCASSE AS MÃOS PARA RECEBER O SEU RÚKHA (ESPÍRITO):

 

          Bemidbar (No Deserto) Números 27,18-23:

 

          Y’hoshua designado sucessor de Mosheh (Moisés):

 

          YHVH DISSE A MOSHEH (MOISÉS) ‘TOME Y’HOSHUA (JOSUÉ), O FILHO DE NUN, UM HOMEM ESPIRITUAL, E IMPONHA SUA MÃO SOBRE ELE. PONHA-O DIANTE DE EL’AZAR (ELEAZAR), O KOHEN (SACERDOTE), E DE TODA A COMUNIDADE, E COMISSIONE-O À VISTA DELES. DELEGUE A ELE UM POUCO DE SUA AUTORIDADE, PARA QUE TODA A COMUNIDADE DE YISRA’EL LHE OBEDEÇA. ELE DEVE APRESENTAR-SE A EL’AZAR (ELEAZAR) O KOHEN (SACERDOTE), QUE DEVERÁ DESCOBRIR POR MEIO DO URIM A VONTADE DE YHVH PARA AS DECISÕES DE Y’HOSHUA (JOSUÉ). E, DE ACORDO COM A PALAVRA, ELES SAIRÃO E, DE ACORDO COM A PALAVRA, RETORNARÃO, ELE E TODO O POVO DE YISRA’EL QUE ESTIVER COM ELE, TODA A COMUNIDADE’.

          MOSHEH (MOISÉS) FEZ COMO YHVH LHE TINHA ORDENADO. TOMOU Y’HOSHUA (JOSUÉ), PÔS DIANTE DE EL’AZAR (ELEAZAR), O KOHEN (SACERDOTE), E DE TODA A COMUNIDADE, IMPÔS SUAS MÃOS SOBRE ELE, E COMISSIONOU-O COMO YHVH DISSE POR INTERMÉDIO DE MOSHEH (MOISÉS)!

 

 

          Ok! Mas tem gente que separa o AT do NT! De Y’hoshua (Josué) do Maschiyah (Messias)! E dizem que Y’hoshua é comparado a ‘Hitler’! Que Y’hoshua fez muita matança...........

 

O QUE JOSUÉ, O GUERREIRO DE DEUS DA ANTIGA ALIANÇA, TEM EM COMUM COM HITLER, O GUERREIRO DA ALEMANHA NAZISTA?

QUAL O ÚNICO ATENUANTE, QUE JOSUÉ Josué 8:29 E NABUCODONOSOR, Jeremias 27:6 AMBOS HOMICIDAS E SERVOS DO DEUS VIVO, TEM A SEU FAVOR, QUE HITLER NÃO TEM?

Escrito por anselmo.estevan às 17h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

ALGUÉM DISSE: Do mesmo modo que a primeira parte do livro apresenta Josué como um guerreiro, liderando a conquista de Canaã; o Novo Testamento fala do Maschiyah, como o grande Guerreiro, que conduz o seu povo a tomar posse dos novos céus e da nova terra.

MAS NÃO HÁ NENHUMA RELAÇÃO ENTRE AS TREVAS QUE SÃO O LIVRO DE JOSUÉ, COM A LUZ QUE VEM DO PRÍNCIPE DA PAZ.

JESUS É UM COM DEUS PAI, DELE DEPENDE TODAS AS COISAS. NELE NÃO HÁ GUERRA, JESUS NÃO É GUERREIRO.

JESUS É TUDO. (........).

          Hora, matança? O que é Matança em relação ao que YHVH assim o determina? Vejam isto: (“UM ANJO FERE 185 MIL (...)! E, Y’HOSHUA (JOSUÉ) É COMPARADO A MATANÇA....??????”):

 

          (Y’HOSHUA [JOSUÉ] É COMPARADO A HITLER??!! E, O ANJO, DE YHVH, A QUEM SE COMPARA?????):

 

          M’lakhim Bet [2 Reis] 19,35:

 

          “NAQUELA NOITE, O ANJO DE YHVH SAIU E FERIU 185 MIL HOMENS NO ACAMPAMENTO DE ASHUR (ASSIRIOS). NA MANHÃ DO DIA SEGUINTE, LÁ ESTAVAM ELES, TODOS ELES , CADÁVERES – MORTOS! ENTÃO SANCHERIV (SENAQUERIBE), REI DE ASHUR (ASSÍRIA), PARTIU E RETORNOU À SUA HABITAÇÃO EM NINVEH (NINIVE).

          CERTO DIA, EN          QUANTO ELE ESTAVA ADORANDO NO TEMPLO DE NISROKH (NISROQUE), SEU ‘ELOHÍM (DEUS), [SEUS FILHOS] ADRAMELEKH (ADRAMELEQUE) E SHAR’ETZER (SAREZER) O FERIRAM COM A ESPADA E FUGIRAM PARA O TERRITÓRIO DE ARARAT (ARARATE). ENTÃO SEU FILHO ESAR-HADON (ESAR-HADOM) TOMOU SEU LUGAR COMO REI!”.

 

         Isso, sim, eu chamaria de matança!!!!!!!!!!! Mas toda matança que houve no Antigo Testamento sempre foi predita pelo ETERNO! Nada foi ou era feito sem sua vontade e autoridade! Pois se fosse ao contrário, Y’hoshua (Josué) não teria recebido o Rúkha (Espírito) de YHVH! Ou será que também estou errado???? O Antigo Testamento era a “Torah” (Lei)! E, não havia a HESSED (GRAÇA)! E ESSA ERA A LEI DE YHVH! DEPOIS DO FILHO, AÍ SIM HOUVE MUDANÇAS!!!!! MAS O ANTIGO TESTAMENTO NÃO É PARA NÓS E SIM A HISTÓRIA DE SEU POVO

Escrito por anselmo.estevan às 17h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

LIBERTADO POR UM GUERREIRO YHVH DOS TZV’OT (EXÉRCITOS. HOSTES).

 

BEM, O TEXTO ABAIXO MOSTRA QUE O NOME Y’HOSHUA (Josuè) é o Nome do Maschiyah! Do Messias!!!! E quem fala que esse Nome é um Demônio não terá perdão nem nessa vida ou na outra! Vejam o texto logo abaixo e depois a palavra do Filho: (POIS, Y’HOSHUA FOI CHEIO DO ESPÍRITO SANTO!):

 

 

           

  •  

[editar] Etimologia

O nome "Yeshua" deriva-se de uma raiz hebraica formada por quatro letras – ישוע (Yod, Shin, Vav e Ayin) - que significa “salvar”, sendo muito parecido com a palavra hebraica para “salvação” – ישועה, yeshuah – e é considerado também uma forma reduzida pós-exilio babilônico do nome de Josué em hebraico – יהושע, Yehoshua – que significa “o 'Eterno' (YHWH) salva”. Essa forma reduzida era muito comum na Bíblia hebraica (ou Tanakh), que cita dez indivíduos que tinham este nome – como podem ser visto nos versos de Esdras (Ezra) 2:2, Esdras (Ezra) 3:2 e Neemias (Nehemiá) 12:10. "Josué", o Yehoshua, reduzido como Yeshua (aramaico), ou reduzido como Iesous (grego; onde não se pronuncia o "s" final); com esse último nome, a Roma-Grécia apelidou o sucessor de Moshê ("Moisés"), onde virou cultura e tradição. O Hebreu era filho de Num da tribo de Efraim, nascido no Egito, circuncidado com o nome de Hoshêa, ao consagrá-lo para seu sucessor Moshê deu-lhe o nome de Yehoshua, pois dentre os que saíram do Egito, ele foi achado digno de conduzir o povo de Israel à terra de Canaã.

[editar] Yeshua como o nome original de "Jesus"

A afirmação de que a forma Yeshua é o nome original de "Jesus" tem sido muito debatida atualmente – alguns afirmam que era Yehoshua ou que a própria forma grega do nome “Jesus” era usada entre os cristãos antigos (comunidades falantes do Grego existentes em Israel, durante o período helenístico e posteriormente, sempre afirmaram que os manuscritos originais do Novo Testamento foram escritos primariamente em Grego). De qualquer forma, já se tem provas explícitas de que "Jesus", seus primeiros discípulos e a população que vivia na Terra de Israel naquele período, falavam aramaico (ou um tipo de hebraico-aramaico). Eusébio de Cesareia relata que Mateus escrevera seu evangelho em “hebreu” (um termo que era usado referente a um dialeto do aramaico ou a língua hebraica propriamente dita).

Escrito por anselmo.estevan às 17h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

Temos também o testemunho que restou da versão de "Áquilla" (um judeu que havia se convertido a Yeshua e posteriormente o renegou, retornando ao judaísmo) que, diferentemente da Septuaginta, traz em Deuteronômio a expressão IESOUA', com ALPHA no final, o que daria a entender que mesmo em grego havia uma forma para YESHUA, embora seja possível perceber Yeshua também em outras formas gregas, como IESOU', IESOUS (onde não se lê o "s" final, semelhante a um sotaque aramaico que pronuncia IEShU'.). Ainda na Septuaginta e na língua grega usada em textos judaicos como os escritos de Josefo e de Fílon de Alexandria, Ιησούς (Iēsoûs - lembrando que não se lê o "s" final) foi a forma padrão grega do nome hebraico “Josué” - יהושע (Yehoshua). Os indivíduos chamados pelo nome de "Yeshua" (aportuguesado por Jesuá nas Bíblias portuguesas) sempre foram transliterados também como Iēsoûs (ou primeiramente na forma Iēsoua´, como está na versão de "Áquilla".). Demonstrando ser realmente uma forma reduzida do nome “Josué” – Yehoshua – usado no dialeto falado durante tempo de Esdras e Neemias, Yeshua foi o nome preferido para o filho de "José" (Yosseph) segundo o que temos de Novo Testamento, assim mesmo, resumidamente, seja em grego (IESOU/IESOUS - lido como Yeshu') ou em aramaico YESHU' (às vezes lido como Yísho, Yeshua, dentre outros). Todas as ocorrências desta forma reduzida se encontram nos livros de Crônicas, Esdras e Neemias. Dois destes indivíduos são citados em outros livros bíblicos, mas na sua forma longa – Yehoshua (Josué filho de Nun e Josué filho de Jozadaque). A forma reduzida do nome é usada por Jesus filho de Sirá em fragmentos hebraicos do Livro de Sirá ou conhecido também como Eclesiástico. Baseados numa comparação destes textos, acadêmicos aceitam o fato de que este livro de Jesus ben Sirach foi originalmente escrito em hebraico, deixando evidente nele referências a estes antigos fragmentos hebraicos originais. Se isso for verdadeiro, pode-se estender a evidência do uso do nome Yeshua até o século II a.C.. Nenhum uso do nome Yeshua é achado no Talmud, exceto em citações literais da Bíblia hebraica quando esta cita Josué filho de Jozadaque. Porém o nome Yehoshua foi muito utilizado durante o período dos Hasmoneus e até um pouco depois. Ao referir-se a um certo "Jesus" (Cristo?), o Talmud o chama de "Yeshu", pois podemos ler no Talmude Babilônico a acusação dos judeus contra ele: "Na véspera da Páscoa eles penduraram Yeshu [...] ia ser apedrejado por prática de magia e por enganar Israel e fazê-lo se desviar [...] e eles o penduraram na véspera da Páscoa." (Talmude Babilônico, Sanhedrim 43a)

Escrito por anselmo.estevan às 17h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

[editar] Yeshu no Talmud

Nos relatos de Toledoth Yeshu, elementos dos Evangelhos sobre Jesus são conflitados com descrições dos indivíduos chamados pelo nome de “Yeshu” no Talmud. Price [1] interpreta “Yeshu” como uma forma abreviada de “Yeshua” e argumenta que esta era a forma pelo qual Jesus era conhecido pelos Judeus. De qualquer forma, as narrativas de Toledoth Yeshu tipicamente explicam a designação Yeshu como um acrônimo da frase hebraica ימח שמו וזכרו - Yemach Shemô Vezichrô (Seja apagado seu nome e sua memória) e declararam que este nome originalmente era Yehoshua (querem dizer: na forma longa, para "Josué", primeiramente fora sim Yehoshua.). Já outros, dizem que o responsável pela diminuição, por assim dizer, foi o sotaque galileu, que pronunciou YESHU devido sua dificuldade de falar a letra final gutural. Isso também podemos detectar em nomes de pessoas árabes, como por exemplo o sobrenome IACHOUH (pronuncia-se: i-ê-shu, ou às vezes i-ê-shu-ah).

[editar] Yeshua na Antiga Bíblia Siríaca

Um argumento a favor da originalidade da forma “Yeshua” pode ser encontrada no fato do uso dessa na Antiga Bíblia Siríaca (composta no século III d.C.). A Peshitta (versão aramaica do Novo Testamento) usa também a forma “Yeshua” em seus escritos. A moderna pronúncia do Síriaco deste nome é Eeshoo, Yíshuh (às vezes Yíshoh), ou seja, temos o testemunho árabe da problemática da letra "E", e do "A" final - como visto no sobrenome citado acima; mas sua pronúncia antiga era similar a “Yeshua” (i-ê-shu-ah) [1]. Com isso, pode-se argumentar que os falantes do aramaico, que usavam este nome na sua forma “Yeshua”, escreveram-na em seus escritos e evangelhos a fim de preservar o nome original de "Jesus" usados por eles.

 

VEJAM AGORA AS VERDADES FALADAS PELO FILHO...!!! E QUE HOMENS MORTAIS DESFAZEM POR TER POR PAI SATANÁS :

 

YOCHANAN (JOÃO) 8

 

38 Eu falo do que vi junto de meu Pai; e vós fazeis o que também ouvistes de vosso pai.

 

39 Responderam-lhe: Nosso pai é Abraão. Disse-lhes YAHUSHÚA: Se sois filhos de Abraão, fazei as obras de Abraão.

 

40 Mas agora procurais matar-me, a mim que vos falei a verdade que de YHVH ouvi; isso Abraão não fez.

 

41 Vós fazeis as obras de vosso pai. Replicaram-lhe eles: Nós não somos nascidos de prostituição; temos um Pai, que é ‘ELOHÍM (DEUS).

 

42 Respondeu-lhes YAHUSHÚA: Se O ‘ULHÍM (ETERNO) fosse o vosso Pai, vós me amaríeis, porque eu saí e vim de YHVH; pois não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.

 

43 Por que não compreendeis a minha linguagem? é porque não podeis ouvir a minha palavra.

 

44 Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.

Escrito por anselmo.estevan às 17h22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

A cura do homem que tinha uma das mãos mirrada

Mc.3.1-6 Lc.6.6-11 

 

9 Partindo dali, entrou YAHUSHÚA na sinagoga deles.

 

10 E eis que estava ali um homem que tinha uma das mãos atrofiadas; e eles, para poderem acusar a YAHUSHÚA, o interrogaram, dizendo: É lícito curar nos sábados?

 

11 E ele lhes disse: Qual dentre vós será o homem que, tendo uma só ovelha, se num sábado ela cair numa cova, não há de lançar mão dela, e tirá-la?

 

12 Ora, quanto mais vale um homem do que uma ovelha! Portanto, é lícito fazer bem nos sábados.

 

13 Então disse àquele homem: estende a tua mão. E ele a estendeu, e lhe foi restituída sã como a outra.

 

14 Os fariseus, porém, saindo dali, tomaram conselho contra ele, para o matarem.

 

15 YAHUSHÚA, percebendo isso, retirou-se dali. Acompanharam-no muitos; e ele curou a todos,

 

16 e advertiu-lhes que não o dessem a conhecer;

 

17 para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta YESHA’YAHU (Isaías):

 

18 Eis aqui o meu servo que escolhi, o meu amado em quem a minha alma se compraz; porei sobre ele o meu espírito, e ele anunciará aos gentios o juízo.

 

19 Não contenderá, nem clamará, nem se ouvirá pelas ruas a sua voz.

 

20 Não esmagará a cana quebrada, e não apagará o morrão que fumega, até que faça triunfar o juízo;

 

21 e no seu NOME (YAHUSHÚA) os gentios esperarão.

Escrito por anselmo.estevan às 17h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

A basfêmia dos fariseus

Lc.11.14-23 

 

22 Trouxeram-lhe então um endemoninhado cego e mudo; e ele o curou, de modo que o mudo falava e via.

 

23 E toda a multidão, maravilhada, dizia: É este, porventura, o Filho de Davi?

 

24 Mas os fariseus, ouvindo isto, disseram: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios.

 

25 YAHUSHÚA, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá.

 

26 Ora, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seus reino?

 

27 E, se eu expulso os demônios por Belzebu, por quem os expulsam os vossos filhos? Por isso, eles mesmos serão os vossos juízes.

 

28 Mas, se é pelo RÚKHA (Espírito) de YHVH que eu expulso os demônios, logo é chegado a vós o reino de YHVH.

 

29 Ou, como pode alguém entrar na casa do valente, e roubar-lhe os bens, se primeiro não amarrar o valente? e então lhe saquear a casa.

 

30 Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.

 

31 Portanto vos digo: Todo pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o RÚKHA (Espírito) não será perdoada.

 

32 Se alguém disser alguma palavra contra o Filho do homem, isso lhe será perdoado; mas se alguém falar contra o RÚKHA QADÔSH (Espírito Santo), não lhe será perdoado, nem neste mundo, nem no vindouro.

 

 

Árvores e seus frutos

Lc.6.43-45 

 

33 Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom; ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore.

 

34 Raça de víboras! como podeis vós falar coisas boas, sendo maus? pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.

 

35 O homem bom, do seu bom tesouro tira coisas boas, e o homem mau

Escrito por anselmo.estevan às 17h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

do mau tesouro tira coisas más.

 

36 Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo.

 

37 Porque pelas tuas palavras serás justificado, e pelas tuas palavras serás condenado.

 

 

O milagre de Jonas

Lc.11.16, Lc.19-32 

 

38 Então alguns dos escribas e dos fariseus, tomando a palavra, disseram: Mestre, queremos ver da tua parte algum sinal.

 

39 Mas ele lhes respondeu: Uma geração má e adúltera pede um sinal; e nenhum sinal se lhe dará, senão o do profeta Jonas;

 

40 pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre do grande peixe, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra.

 

41 Os ninivitas se levantarão no juízo com esta geração, e a condenarão; porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis aqui quem é maior do que Jonas.

 

42 A rainha do sul se levantará no juízo com esta geração, e a condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui quem é maior do que Salomão.

 

43 Ora, havendo o espírito imundo saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra.

 

44 Então diz: Voltarei para minha casa, donde saí. E, chegando, acha-a desocupada, varrida e adornada.

 

45 Então vai e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entretanto, habitam ali; e o último estado desse homem vem a ser pior do que o primeiro. Assim há de acontecer também a esta geração perversa.

Escrito por anselmo.estevan às 17h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DEFENDENDO SUA PALAVRA:

A familía de YAHUSHÚA

Mc.3.31-35 Lc.8.19-21 

 

46 Enquanto ele ainda falava às multidões, estavam do lado de fora sua mãe e seus irmãos, procurando falar-lhe.

 

47 Disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, e procuram falar contigo.

 

48 Ele, porém, respondeu ao que lhe falava: Quem é minha mãe? e quem são meus irmãos?

 

49 E, estendendo a mão para os seus discípulos disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos.

 

50 Pois qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, irmã e mãe.

 

 

FINALIZANDO: QUEM CONFUNDE O ANTIGO TESTAMENTO COM O NOVO TESTAMENTO É COLOCAR A CORROÇA NA FRENTE DOS BURROS!!!!! COMO CONFUNDIR A TORAH (LEI) COM A GRAÇA DE YHVH?????? É SÓ TOMANDO O LUGAR DE QUEM PUXA A CORROÇA........ E CONFUNDE Y’HOSHUA O PRECURSOR DE MOSHEH (JOSUÉ – MOISÉS) E, COMO O COMPARAM COM: HITLER! UM SANGUÍNÁRIO! MAS COMO SE AGIA PELO PODER DO RÚKHA DE YHVH...!!!! HÁ, SIM, A CARROÇA NA FRENTE................!!!!!!!

 

SALMOS 119.105
A tua palavra é luz

A tua palavra é lâmpada para guiar os meus passos, é luz que ilumina o meu caminho.

AGORA EU ME PERGUNTO: COMO ENTENDER ESSA PASSAGEM ACIMA SE DIZEM QUE O LIVRO DE Y'HOSHUA - O SEXTO LIVRO E O PRIMEIRO DEPOIS DO PENTATEUCO, É CONCIDERADO A UM MORTAL COMO HITLER????? COMO COLOCAR A ANTIGA ALIANÇA QUE ERA SOMBRAS DO QUE HAVERIA DE VIR (A NOVA ALIANÇA) COMO ENTÃO ENTENDER A PASSAGEM ACIMA???? SE NÃO FOSSE PELO SUCESSOR DE MOSHEH (MOISÉS) NEM TERIAMOS O NOVO TESTAMENTO!!!!!!!!

NEVI'IM (PROFETAS):

NEVI'IM RISHONIM (PROFETAS ANTERIORES):

Y'HOSHUA: (JOSUÉ)! POIS SE ELE NÃO FOSSE O SUCESSOR DE MOSHEH (MOISÉS) ESCOLHIDO PELO RÚKHA DE YHVH (SEU ESPÍRITO) COMO PODERIA EXISTIR TODO O RESTO??????? SERIA: O DEPOIS SEM O ANTES......!!!!!! COMO UM MORTAL, QUE NEM SABE OU QUER SABER DO HEBRAICO A LINGUA SAGRADA DA TANAKH (ESCRITURA) ENTENDER DA PALAVRA DE YHVH???? CONFUNDIR Y'HOSHUA COM HITLER UM TIPO DE ANTICHRISTÓS CONTRA O MESSIAS!!!!!! TOMANDO O LUGAR DELE! AÍ SIM ENTRA OUTRA PROFECIA DE SHA'UL (PAULO): ROMANOS 15,4 - 16,1-27 (TUDO O QUE FOI ESCRITO FOI PARA NOS ENSINAR......)! OU SERÁ QUE A BÍBLIA DELE ELE RISCA Y'HOSHUA (JOSUÉ) POR COMPARÁ-LO A HITLER???????? É ACHO QUE SIM!!!!!!!!!!!!!!

 

 

BÍBLIAS CONSULTADAS: BÍBLIAS DIGITAIS INTERNET. WIKIPÉDIA. BÍBLIA JUDAICA COMPLETA (ESTUDO). BÍBLIA DE GENEBRA EDIÇÃO REVISTA E AMPLIADA 2ª EDIÇÃO. (E, COMO JÁ FOI CITADO ACIMA, A ENCICLOPÉDIA BÍBLICA DA EDITORA HAGNOS DO ANTIGO TESTAMENTO...). COM MEUS GRIFOS. ANSELMO – FORMADO EM BACHAREL EM TEOLOGIA PELA FACULDADE IBETEL. [“EM DEFESA DE: Y’HOSHUA – JOSUÉ! A PREFIGURAÇÃO DO MESSIAS QUE HAVIA DE VIR. E OS CAMINHOS PRECISAVAM SER APLAINADOS POIS O FILHO NÃO O PODERIA FAZER ISSO SE NÃO SERIA TAMBÉM CHAMADO DE O SANGUINÁRIO..........!!!!”]. INFELIZMENTE POR QUEM PÕE O ANTIGO TESTAMENTO NA FRENTE DO NOVO TESTAMENTO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Escrito por anselmo.estevan às 17h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

20/02/2012


POR ISSO EU PROCURO POR TI: YHVH! E POR TUA SABEDORIA A DO ALTO:


SALMOS 119.9-16
Guardo a tua palavra no meu coração

 

 

Como pode um jovem conservar pura a sua vida? É só obedecer aos teus mandamentos. Eu procuro te servir de todo o coração; não deixes que eu me desvie dos teus mandamentos. Guardo a tua palavra no meu coração para não pecar contra ti. Eu te louvo, ó SENHOR YHVH! Ensina-me as tuas leis. Costumo repetir em voz alta todas as ordens que tens dado. Fico mais alegre em seguir os teus mandamentos do que em ser muito rico. Estudo as tuas leis e examino os teus ensinamentos. As tuas leis são o meu prazer; não esqueço a tua palavra.

Escrito por anselmo.estevan às 19h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

"SERÁ QUE PODE SE COMPARAR A SABEDORIA HUMANA COM YHVH?":

POR QUE QUE EU DEFENDO Y'HOSHUA (JOSUÉ)? PORQUE SOU TOTALMENTE DEPENDENTE DE YHVHSHÚA:

Trezentos Não É Exército | Pr. Olavo Feijó

Juízes 7:7 - E disse o SENHOR a Gideão: Com estes trezentos homens que lamberam as águas vos livrarei, e darei os midianitas na tua mão; portanto, todos os demais se retirem, cada um ao seu lugar.

O exército dos midianistas, cercando os hebreus, era muito grande e muito bem armado. O escolhido do Senhor YHVH para defender o povo foi Gideão. “Disse o Senhor YHVH a Gideão: Com estes trezentos homens que lamberam as águas vos livrarei...” (Juízes 7:7).

Por menor que seja a experiência militar de uma pessoa, o contrate era gritante. No lugar de Gideão, qualquer pessoa sensata, com um mínimo conhecimento de matemática, teria todo o direito de questionar a estratégia do Senhor YHVH. Onde já se viu, na história das guerras, uns míseros esquadrões de trezentos soldados sequer pensar em enfrentar um inimigo composto por milhares? Um dos nomes do Senhor YHVH não é YAHU dos Exércitos? Por que, então , YAHU não permitiu que Gideão convocasse um exército digno, de verdade? Não teria sido mais ajuizado mobilizar os trinta e dois mil que se apresentaram?

As estratégias que o Senhor YHVH nos oferece, para vencer as batalhas de nossa vida, continuam a ser esquisitas. Onde já se viu, por exemplo, o Senhor YHVH prometer que tudo quanto fizermos prosperará e, na semana seguinte, permitir que sejamos desempregados? Como entender o apelo do Senhor YHVH aos jovens, dizendo para “fugir das paixões da mocidade”, quando a única vaga que Ele abre é uma faculdade cheia de imoralidade e de alunos viciados? A resposta é bem simples. Hoje, como no tempo de Gideão, o Senhor YHVH quer nos ensinar a depender Dele. Ele não quer que pensemos: ‘A minha mão me livrou’. Nossa parte não é a de perder tempo, discutindo as estratégias do Senhor YHVH. Mas a de ouvir bem as instruções de YHVH, arregaçar as mangas e acreditar que nossa pedra irá se alojar bem no meio dos olhos de Golias... (YHVH FALOU MAL DE Y'HOSHUA? (JOSUÉ)? NÃO! ENTÃO PORQUE QUE EU UM SIMPLES MORTAL VOU FALAR MAL DE Y'HOSHUA? OU TENHO QUE DAR OUVIDOS A QUEM FALA DELE???? SE FOI ABENÇOADO POR YHVH E SUCESSOR SE MOSHEH (MOISÉS) E YHVH O ESCOLHEU E ELE FEZ O QUE FEZ PELO PODER DO RÚKHA DO ESPÍRITO DE YHVH.....!!!! QUEM SOU EU PARA DAR OUVIDOS A QUEM O COMPARA COM HITLER......!!!!!! O QUE YHVH PENSA DE Y'HOSHUA É O QUE VALE PRA MIM!!!!!!!!! É! É O QUE YHVH PENSA É O QUE VALE POIS ISSO MESMO ESTÁ NO SEU LIVRO!!!!! E NÃO EM INTERPRETAÇÕES HUMANAS FALHAS DE COLOCAR O AT CONTRA O NT! ISSO NÃO EXISTE! POIS A PALAVRA DO ETERNO NÃO SE CONTRADIZ! OU O HOMEM SABE MAIS DO QUE O ETERNO? O HOMEM MORTAL SÓ CONSEGUE VER AS COISAS TERRENAS A ALTURA DOS SEUS OLHOS ONDE SE ALCANÇA ANTES DA VELHICE....!!!! MAS OS OLHOS DO ETERNO ENCHERGAM AS COISAS DE CIMA!!!!!! DO ALTO! E SÃO INFINITAS! FORA DO TEMPO E SÃO ETERNAS E NÃO ENVELHECEM E SÃO COISAS DO ALTO! NÃO DE MERO MORTAIS QUE UM DIA FINDAM....ÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉ! POR ISSO EU NÃO TROCO O QUE SEI DA ESCRITURA SAGRADA! ASSIM SEJA AMÉN!).

Escrito por anselmo.estevan às 19h53
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Perfil

Histórico

Outros Sites

Visitante Número