BLOG DE: ESTUDOS DA ESCRITURA SAGRADA - YHVHSHÚA:


28/05/2011


parte inicial do estudo (FALANDO PELO RÚKHA DE YAOHU):

OS SÍMBOLOS DE:

 

WESTMINSTER

  (Bíblia de Estudo de Genebra):         

 

            (Primeiro, vamos à alguns estudos da bíblia para refletirmos o do por que esconderam seu único e verdadeiro nome...???): Aqui, coloco as consoantes “Originais de seu nome”:

 

            Dt 28,15-40: Será porém, que, se não deres ouvidos à voz do YHWH, teu Deus, para não cuidares em fazer todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então, sobre ti virão todas estas maldições e te alcançarão:

            Maldito serás tu na cidade e maldito serás no campo.

            Maldito o teu cesto e a tua amassadeira.

            Maldito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e a criação das tuas vacas, e os rebanhos das tuas ovelhas.

            Maldito serás ao entrares e maldito serás ao saíres.

            O YHWH mandará sobre ti a maldição, a turbação e a perdição em tudo que puseres a tua mão para fazer, até que sejas destruído e até que repentinamente pereças, por causa da maldade das tuas obras, com que me deixaste.

            O YHWH te fará pegar a pestilência, até que te consuma da terra, a qual passas a possuir.

            O YHWH te ferirá com a tísica, e com febre, e com a quentura, e com o ardor, e com a secura, e com destruição das sementeiras, e com ferrugem; e te perseguirão até que pereças.

            E os teus céus que estão sobre a cabeça serão de bronze; e a terra que está debaixo de ti será de ferro.

            O YHWH, por chuva da tua terra, te dará pó e poeira; dos céus descerá sobre ti, até que pereças.

            O YHWH te fará cair diante dos teus inimigos; por um caminho sairás contra eles, e por sete caminhos fugirás diante deles, e serás espalhado por todos os reinos da terra.

            E o teu cadáver será por comida a todas as aves dos céus e aos animais da terra; e ninguém os espantará.

            O YHWH te ferirá com as úlceras do Egito, e com hemorróidas, e com sarna, e com coceira, de que não possas curar-te.

            O YHWH te ferirá com loucura, e com cegueira, e com pasmo do coração.

Escrito por anselmo.estevan às 19h04
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

parte inicial do estudo............

            E apalparás ao meio-dia, como o cego apalpa na escuridade, e não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os dias; e não haverá quem te salve.

            Desposar-te-ás com uma mulher, porém outro homem dormirá com ela; edificarás uma casa, porém não morarás nela; plantarás uma vinha, porém não lograrás o seu fruto.

            O teu boi será morto aos teus olhos, porém dele não comerás; o teu jumento será roubado diante de ti e não voltará a ti; as tuas ovelhas serão dadas aos teus inimigos; e não haverá quem te salve.

            Teus filhos e tuas filhas serão dados a outro povo, os teus olhos o verão, e após eles desfalecerão todo o dia; porém não haverá poder na tua mão.

            O fruto da tua terra e todo o teu trabalho o comerá um povo que nunca conheceste; e tu serás oprimido e quebrantado todos os dias.

            E ficarás aterrado pelo que verás com os teus olhos.

            O YHWH te ferirá com úlcera malignas nos joelhos e nas pernas, de que não possas sarar, desde a planta do teu pé até ao alto da cabeça.

            O YHWH te levará a ti e a teu rei, que tiveres posto sobre ti, a uma gente que não conheceste, nem tu nem teus pais; e ali servirás a outros “deuses”, feitos de MADEIRA e de PEDRA.

            E serás por pasmo, por ditado e por fábula entre todos os povos a que o YHWH te levará.

            Lançarás muita semente ao campo; porém colherás pouco, porque o gafanhoto a consumirá.

            Plantarás vinhas e cultivarás; porém não beberás vinho, nem colherás as uvas, porque o bicho as colherá.

            Em todos os termos, terás oliveiras; porém não te ungirás com azeite, porque a azeitona cairá da tua oliveira.

 

            Dt 25,58-59: Se não tiveres cuidado de guardar todas as palavras desta lei, que estão escritas neste livro, para TEMERES este “NOME” GLORIOSO E “TERRÍVEL”, O “YHWH”, teu “DEUS!”, Então, o YHWH fará maravilhosas as tuas pragas e as pragas de tua semente, grandes e duradouras pragas, e enfermidades más e duradouras.

 

            Dt 32,37-39: Então, dirá: Onde estão os seus deuses, a rocha em quem confiavam, de cujos sacrifícios comiam a gordura e de cujas libações bebiam o vinho? Levantem-se e vos ajudem, para que haja para vós escondedouro.

            Vede, agora, que eu, eu o sou, e mais nenhum deus comigo; eu mato e eu faço viver; eu firo e eu saro; e ninguém há que escape da minha mão! (NÃO TÊM UM deus ALÉM DE MIM!).

            O medo de pronunciar o NOME correto (TEU NOME):

            1Rs 8,43: Ouve tu nos céus, assento da tua habitação, e faze conforme tudo o que o estrangeiro a ti clamar, a fim de que todos os povos da terra conheçam o teu NOME, para te temerem como o teu povo de Israel e para saberem que o teu NOME é invocado sobre esta casa que tenho edificado.

 

            - A fim de que todos os povos da terra conheçam o teu Nome! Salomão orou para que, um dia, todos os povos entregassem sua vida ao ETERNO. Posteriormente, os profetas predisseram que isso aconteceria depois que o povo fosse restaurado do exílio, e o Novo Testamento proclama a mesma verdade por meio do ministério do evangelho (cf. Is 56,6-8; Zc 8,3; Mt 28,19). VAMOS LÁ VER CADA PASSAGEM SEM ADULTERAÇÃO OU CORRUPÇÃO DO SEU “NOME” PARA ENTENDER O ESTUDO:

 

            Is 56,6-8: E os filhos dos estrangeiros que se chegarem ao YHWH, para o servirem e para amarem o nome (“de”) YHWH, sendo deste modo servos seus, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que abraçarem o meu concerto, [Obs.: “O texto original trás: {“do”} -, se referindo a “alguém” à outro nome! Ficando assim: do SENHOR! Ora o “Senhor” aqui é uma forma de respeito – um substantivo que indica alguém que não foi falado na cena.....! Mas aí veio a corrupção de adotar esse termo comum como nome......veja mais pra frente a explicação!”]. Grifo meu. Voltando ao texto: , também os levarei ao meu santo monte e os festejarei na minha Casa de Oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar, porque a minha casa será chamada Casa de Oração para todos os povos.

            Assim diz o YHWHYaohu, que ajunta os dispersos de Israel: Ainda ajuntarei outros aos que já se ajuntaram.

 

            Zc 8,3: Assim diz o YHWH: Voltarei para Sião e habitarei no meio de Jerusalém; e Jerusalém chamar-se-á a cidade de VERDADE, o monte do YHWH dos Exércitos, monte da santidade.

 

            Mt 28,19 Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em Nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. [Veja que aqui um único Nome é falado! Então, todos, sendo uma Trindade – compartilhão de um ÚNICO NOME: SALVAÇÃO – SHUA. (sendo: Yaohu – Yaohushua – Rúkha hol – RODSHUA). Grifo meu.].

 

            Então o que aconteceu? O que deu errado para esconderem seu Nome??     

            Veja:

Escrito por anselmo.estevan às 19h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

parte central do estudo.....

            Jd 11; 12; 13; 18: Aí deles! Porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Cora.

            Estes são manchas em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se convosco e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações, estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas.

            Os quais vos diziam que, no último tempo, haveria escarnecedores que andariam segundo as suas ímpias concupiscências.

 

            Ap 13,1.5-7; 16,8-9; 2,9; 14,8; 17,1-18: E eu pus-me sobre a areia do mar e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e, sobre os chifres, dez diademas, e, sobre as cabeças, um NOME DE BLASFÊMIA. E foi-lhe dada uma boca para proferir grandes coisas e BLASFEMAS: e deu-se-lhe poder para continuar por quarenta e dois meses.

            E abriu a boca em BLASFÊMIAS contra o ETERNO, para BLASFEMAR do SEU NOME, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.

            E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos e vence-los; e deu-se-lhe poder sobre toda TRIBO, E LÍNGUA, E NAÇÃO!

            E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo.

            E os homens foram abrasados com grandes calores e BLASFEMARAM o NOME do ETERNO, que tem poder sobre estas pragas; e não se ARREPENDERAM PARA LHE DAREM GLÓRIA!

            Eu sei as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a BLASFÊMIA dos que se dizem judeus e não o são, mas são a sinagoga de SATANÁS!

            E O OUTRO ANJO SEGUIU, DIZENDO: CAIU! CAIU BABILÔNIA. AQUELA GRANDE CIDADE QUE A TODAS AS NAÇÕES DEU A BEBER DO VINHO DA IRA DA SUA PROSTITUIÇÃO!

            E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças e falou comigo, dizendo-me: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre muitas águas, com a qual se prostituíram os reis da terra; e os que habitam na terra se embebedaram com o vinho da sua prostituição.

            E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma mulher assentada sobre uma besta de cor escarlate, que estava cheia de NOMES DE BLASFÊMIA E TINHA SETE CABEÇAS E DEZ CHIFRES.

            E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, adornada com ouro, e pedras preciosas, e pérolas, e tinha na mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição.

            E, na sua testa, estava escrito o nome: MISTÉRIO, A GRANDE BABILÔNIA, A MÃE DAS PROSTITUIÇÕES E ABOMINAÇÕES DA TERRA.

            E vi que a mulher estava embriagada do sangue dos santos e do sangue das testemunhas de Yaohushua. E, vendo-a eu, maravilhei-me com grande admiração.

E o anjo me disse: Por que te admiras? Eu te direi o mistério da mulher e da besta que a traz, a qual tem sete cabeças e dez chifres.

            A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição. E os que habitam na terra (cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde a fundação do mundo) se admirarão vendo a besta que era e já não é, mas que virá.

Aqui há sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada.

            E são também sete reis: cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo.

            E a besta, que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.

            E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão o poder como reis por uma hora, juntamente com a besta.

Estes têm um mesmo intento e entregarão o seu poder e autoridade à besta.

            Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o YHWH dos “senhores” e o Rei dos reis; vencerão os que estão com ele, chamados, eleitos e fiéis. (Por isso sou fiel ao seu verdadeiro Nome!). Grifo meu.

            E disse-me: As águas que vistes, onde se assenta a prostituta, são povos, e multidões, e nações, e línguas.

            E os dez chifres que viste na besta são os que aborrecerão a prostituta, e a porão desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo.

            Porque o ETERNO tem posto em seu coração que cumpram o seu intento, e tenham uma mesma ideia, e que dêem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras do ETERNO! (Operação do erro – quanto a seu nome...). 2Ts 2. Grifo meu.

            E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.

 

            - O “mal” se uniu ao TEMOR! Mas isso não é exagero? Não! E, tenho uma prova concreta que, após esses estudos -,  que vão completar a minha linha de raciocínio – veja: A história “real” de uma “Bíblia” “Reformada” – PROTESTANTE, PARA PODER SER REDIGIDA, TEVE QUE FAZER UM “CONTRATO” – QUE ESSA “BÍBLIA” – ESTARIA, MESMO SENDO PROTESTANTE, DE ACORDO COM OS TERMOS CATÓLICOS...!!!

Escrito por anselmo.estevan às 19h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

parte central do estudo....

MOSTRANDO QUE NÃO ERA UMA “HERESIA”! “O SÍMBOLO DE FÉ DAS IGREJAS REFORMADAS”.

            Veja logo após estes complementos do porque esconderam seu NOME...?????!

 

            Gn 4,26: A SETE NASCEU-LHE TAMBÉM UM FILHO, AO QUAL PÔS O NOME DE ENOS; DAÍ SE COMEÇOU A INVOCAR O NOME (DO) YHWH!

 

            (“DO”). Representa alguém!!! (Quem?). “DO”. Contr. Da Prep. “DE” com o artigo ou Pron. “O”.

            ARTIGO, s.m. Palavra que antecede os SUBSTANTIVOS para indicar determinação (artigo definido) ou GENERALIZAÇÃO (ARTIGO INDEFINIDO).

            SUBSTANTIVO. S.m (Gram). “NOME” “PALAVRA” pela qual “NOMEAMOS” OS “SERES”  as “IDÉIAS; adj. Que por si só DESIGNA a própria SUBSTÂNCIA; que designa uma coisa que subsiste.

 

            Aí, foi o começo do erro pois, fala “do” e, “do” lembra outra pessoa o certo seria colocar “de”; aí sim está falando do Nome da pessoa! A palavra “do” se refere a um termo que identifica outrem!!! Pelo menos assim eu entendo! E aí veio a corrupção! Pois um termo comum para representar como respeito a outrem virou Nome próprio!!! E, TUDO O QUE CONHECEMOS DE “DEUS” FOI ELE MESMO QUE REVELOU A NÓS. SUA CRIAÇÃO COMO NOSSO CRIADOR...!!! EM NENHUM PONTO DA BÍBLIA OU ESCRITURA SAGRADA É CITADO: “ME CHAMEM POR ESSE NOME....!!!! O QUE FOI REVELADO SÓ FICOU SUAS CONSOANTES SAGRADAS – “YHWH” SOMENTE ISSO E ESSAS CONSOANTES JAMAIS LÊ-SE – “SENHOR” SÓ SE LÊ “SENHOR” NA “ACRESCENTAÇÃO” PARA SE LER ESSE NOME POR VONTADE HUMANA. DAÍ, A CORRUPÇÃO.....!”.

 

            REFLITA:

            At 4,12: E em nenhum outro há SALVAÇÃO, porque também debaixo do céu nenhum OUTRO NOME HÁ, DADO ENTRE OS HOMENS, PELO QUAL DEVAMOS SER SALVOS.

            At 17,23: Porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais não o conhecendo é o que eu vos anuncio!

            Mt 17,23: E mata-lo-ão, e, ao terceiro dia, ressuscitará. E eles se entristeceram muito.

            Mt 6,9: Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu NOME!

Lv 24,10-16: E apareceu um filho de uma mulher israelita, o qual era filho de um egípcio, no meio dos filhos de Israel; e o filho da israelita e um homem israelita porfiaram.

            Então, o filho da mulher israelita BLASFEMOU o NOME DE YHWH (no original corrompido para não falar o nome correto usa-se o “doSENHOR) e o amaldiçoou, pelo que o trouxeram a Moisés; e o nome de sua mãe era Selomite, filha de Dibri, da tribo de Dã.

            E o levaram à prisão, até que se lhes fizesse declaração pela boca de YHWH.

            E falou o YHWH a Moisés, dizendo:

            Tira o que tem blasfemado para fora do arraial; e todos os que o ouviram porão as suas mãos sobre a sua cabeça; então, toda a congregação o apedrejará.

            E aos filhos de Israel falarás, dizendo: Qualquer que amaldiçoar o seu Deus levará sobre si o seu pecado.

            E AQUELE QUE BLASFEMAR O NOME DE YHWH CERTAMENTE MORRERÁ; TODA A CONGREGAÇÃO CERTAMENTE O APEDREJARÁ; ASSIM O ESTRANGEIRO COMO O NATURAL, BLASFEMANDO O NOME DE YHWH, SERÁ MORTO!

Is 26,8; 42,8: Até no caminho dos teus juízos, YHWH, te esperamos; no teu NOME e na tua memória está o desejo da nossa alma.

            EU SOU O YHWH; ESTE É O MEU NOME; A MINHA GLÓRIA, POIS, A OUTREM NÃO DAREI, NEM O MEU LOUVOR, ÀS IMAGENS DE ESCULTURA!

 

            (Após isso, o seu Nome foi esquecido...........!!!! Não mais foi pronunciado! E, para não cair em esquecimento a pronuncia correta de “YHWH” – UMA VEZ QUE NÃO PODIA SER PRONUNCIADO COM O MEDO DE BLASFEMAR OU FAZER OUTREM BLASFEMAR DO SEU NOME VEIO A CORRUPÇÃO..... ADONAY, SENHOR.....!). ÊXODO 20,7: NÃO TOMARÁS O NOME DE YHWH, TEU, DEUS, EM VÃO; PORQUE O YHWH NÃO TERÁ POR INOCENTE O QUE O TOMAR A SEU NOME EM VÃO!

 

            ENTÃO  REFLITA SOBRE ESTE ESTUDO....!!! VEJA AGORA A VERÍDICA HISTÓRIA DE UMA IGREJA:

 

 

            Símbolos de Fé das Igrejas Reformadas:

Escrito por anselmo.estevan às 18h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

parte central do estudo......

            Confissão Belga.

 

            Catecismo de Heidelberg.

 

            e Cânones de Dort.

 

            O primeiro dos padrões doutrinários da Igreja Reformada na Holanda foi chamado Confissão de Fé e se tornou conhecido com Confissão Belga por ter-se originado na área agora denominada Bélgica. Seu principal autor foi Guido de Brès, um pregador reformado, martirizado em 1567. Durante o século 16, as igrejas naquela região foram expostas às mais terríveis perseguições pelo governo católico. Para protestar contra essa cruel opressão e para provar aos opressores que os reformados não eram rebeldes revolucionários, como os acusavam, mas cidadãos cumpridores das leis, que professavam as verdadeiras doutrinas cristãs de acordo com as Sagradas Escrituras, de Brès preparou essa Confissão no ano de 1561. No ano seguinte, uma cópia dela foi enviada ao rei Felipe II, junto com uma declaração em que os signatários afirmavam estar prontos a obedecer ao governo em tudo que fosse legítimo, mas que se submeteriam à tortura e à morte antes de negar as verdades expressas na Confissão.

            O Catecismo de Heidelberg é o segundo dos padrões doutrinários da Igreja Reformada e originou-se no ano de 1563, na cidade de Heidelberg (daí seu nome), capital do eleitorado alemão do Palatinado. O príncipe eleitor Frederico III, que se tornou calvinista em 1560, encarregou Zacarias Ursinus (professor da faculdade de teologia de Heidelberg) e Caspar Olevianus (pregador da corte) de prepararem um manual de instrução doutrinária para consolidar a fé reformada em seus domínios. O novo catecismo foi aprovado e publicado em 1563. O sucesso foi imediato e, em sua terceira edição as perguntas e respostas foram agrupadas em 52 dias do ETERNO – YHWH, de modo que seu conteúdo pudesse ser estudado ao longo de um ano. O Catecismo de Heidelberg tornou-se o mais importante símbolo de fé das Igrejas reformadas, junto com a Confissão Belga e – a partir do Sínodo de Dort (1618-1619) – com os Cânones de Dort.

O terceiro padrão adotado pelas Igrejas reformadas chama-se Cânones de Dort. Jacobus Arminius, pastor da Igreja Reformada em Amsterdã (daí os “arminianos”, adeptos ou defensores dos seus ensinamentos), afirmava que a salvação depende da presciência de Deus, no que foi contestado. Depois da sua morte, em 1609, o grupo arminiano publicou, em 1610, “A Remonstrância” (pleito, pedido). O documento expunha o Arminianismo em cinco pontos: 1) Deus elegeu os que creriam; 2) o sacrifício do Christós é para todos, mas somente o crente o recebe; 3) a fé é um dom da graça de Deus; 4) essa graça, porém, pode ser rejeitada, e 5) os crentes também podem causar a própria perdição.

            Os teólogos fiéis à Escritura também publicaram um documento, a “Contra-Remonstrância” e esclareceram o ponto de vista bíblico em sete artigos: 1) Deus, em seu beneplácito, escolhe alguns a fim de salva-los por Christós, sendo as demais pessoas preteridas; 2) este decreto se aplica também a crianças; 3) aos eleitos, Deus da a fé; 4) para eles vale o sacrifício reconciliatório de Christós; 5) o Espírito Santo os renova; 6) o Espírito os guarda na fé, e 7) eles mostram gratidão por meio das obras.

            No dia 13 de novembro de 1618, o Sínodo reuniu-se em Dort, ou Dortrecht, na Holanda, para decidir a questão. Os cinco artigos dos arminianos foram discutidos e uma comissão preparou o texto dos “cânones” ou regras de doutrina em que se condenava a doutrina arminiana e se expunha a doutrina da Escritura.

            Os Cânones de Dort foram aceitos por todos os delegados e solenemente promulgados. As Igrejas reformadas dos Países Baixos tinham agora sua terceira confissão de fé; ao lado da Confissão Belga (1561) e do Catecismo de Heidelberg (1563); os Cânones de Dort tiveram influência também na preparação da Confissão de Westminster (1647), a confissão de fé mais conhecida no mundo presbiteriano.

 

            Os Símbolos de Westminster:

 

            A Confissão de .

            E os Catecismos Maior e Breve:

 

 

            A AUTORIDADE DA CONFISSÃO DE FÉ E DOS CATECISMOS.

           

            Há pessoas que estranham a Igreja Presbiteriana adotar uma Confissão de Fé e Catecismos como padrão doutrinário, quando sustenta sempre ser a ESCRITURA SAGRADA sua única regra de fé e de prática. A incoerência é apenas aparente. A Igreja Presbiteriana coloca a Bíblia em primeiro lugar. Só ela deve obrigar a consciência.

            É também princípio fundamental da Igreja Presbiteriana que toda autoridade eclesiástica é ministerial e declarativa; que todas as decisões dos concílios devem harmonizar-se com a revelação divina. A consciência não deve se sujeitar a essas decisões se elas forem contrárias à Palavra de Deus.

            Ainda outro princípio da mesma Igreja é que os concílios, sendo de homens falíveis, podem errar, e muitas vezes têm errado. Suas decisões, portanto, não podem ser recebidas como regra absoluta e primária de fé e prática; servem somente para ajudar na crença ou na conduta que se deve adotar. [É exatamente

Escrito por anselmo.estevan às 18h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

parte final do estudo......

isto que venho pregando...!!! QUE AS BÍBLIAS SÃO DE COMPILAÇÃO HUMANA! AGORA AS ESCRITURAS SAGRADAS FORAM REVELADAS E INSPIRADAS PELO QADÔSH RÚKHA DE YAOHU!” E, AS BÍBLIAS TIVERAM POR ENGANO E ATE MESMO VONTADE HUMANA – ERROS! ELA NÃO SE CONTRADIZ! POIS AINDA ASSIM É A PALAVRA DE UM DEUS VIVO!!! MAS FOI INTRODUZIDA, NELA, CORRUPÇÕES, E ADULTERAÇÕES PARA O BEL PRAZER DE ALGUNS HOMENS QUE DETINHAM O PODER.... É ESSA BANDEIRA QUE LEVANTO...VEJA QUEM TIVER OUVIDOS PARA OUVIR E OLHOS PARA VER....]. GRIFO MEU. ANSELMO ESTEVAN. O supremo juiz de todas as controvérsias, em matéria religiosa é o Espírito Santo falando na  e pela Escritura. Por esta, pois, devem-se julgar toda e qualquer decisão dos concílios e toda e qualquer doutrina ensinada por homens.

            Admitir a falibilidade dos concílios não é depreciar a autoridade da Confissão de Fé e dos Catecismos para aqueles que de livre vontade os aceitem. Admitindo tal, a igreja somente declara que depende do Autor da Escritura e recebe a direção do seu Espírito na interpretação da Palavra e nas fórmulas de aplicar suas doutrinas. A Igreja Presbiteriana sustenta que a Escritura é a suprema e infalível regra de fé e prática; e que a Confissão de Fé e os Catecismos apresentam o sistema de doutrina ensinado na Escritura, dela deriva toda a sua autoridade e a ela tudo se subordina. [NO COMEÇO DE TUDO, O “HOMEM” JAMAIS PODERIA PERDER ESSA CHANCE DE PODER HÁ QUE TODOS SE SUBMETERIAM... E, POR ISSO PREFERIU AGRADAR A SI MESMO. “AS COISAS CRIADAS”, A ADORA-LAS AO INVÉS DO ÚNICO CRIADOR CHAMANDO-O MESMO DE SENHOR COMO HOMENS COMUNS RECEBEM ESSE MESMO TERMO! SE FAZENDO DEUSES...!!! ROMANOS 1, 18-23 {A IGREJA CATÓLICA} GRIFO MEU.].

            É justamente porque cremos que a Confissão de Fé e os Catecismos estão em harmonia com a Escritura, nossa regra infalível, que os aceitamos. Não existem, pois, na Igreja Presbiteriana, duas regras de fé, mas uma só, suprema e infalível. A outras fórmulas são subordinadas e falíveis, necessárias para a pureza, governo e disciplina da igreja. Assim, a experiência de muitos séculos o tem demonstrado.

 

            NOTA HISTÓRICA

Desde julho de 1643 até fevereiro de 1649, reuniu-se em uma das salas da Abadia de Westminster, na cidade de Londres, o Concílio conhecido na História pelo nome de Assembléia de Westminster. Esse Concílio foi convocado pelo Parlamento inglês, para preparar uma nova base de doutrina, uma forma de culto e um governo eclesiástico que devia servir para a igreja do Estado.

            Os teólogos mais eruditos daquele tempo tomaram parte nos trabalhos da Assembléia. A Confissão de Fé e os Catecismos foram discutidos ponto por ponto, aproveitando-se o que havia de melhor nas Confissões já formuladas. O resultado foi à organização de um sistema de doutrina cristã baseado na Escritura e notável pela sua coerência em todas as suas partes.(Se a escritura é perfeita...! Por que precisa disso....). Grifo meu. [Resposta: “A compilação da Bíblia” é que fez isso tudo....!!!]. Grifo meu.

            A confissão de Westminster foi à última das confissões formuladas durante o período da Reforma. Até agora, houve na história da igreja somente dois períodos que se distinguiram pelo número de credos ou confissões que neles foram produzidos. O primeiro pertence aos séculos 4º e 5º, que produziram os credos formulados pelos concílios ecumênicos de Níceia, Constantinopla, Éfeso e Calcedônia; o segundo está sincronizado com período da Reforma. Os símbolos do primeiro período chamam-se de “credos”; os do segundo, “confissões”. Uma comparação entre o Credo dos Apóstolos, por exemplo, e a Confissão de Westminster mostrará a diferença. O Credo é a fórmula de uma fé pessoal e principia com a palavra creio. A Confissão de Westminster segue o plano adotado no tempo da Reforma, é mais elaborada e apresenta um pequeno sistema de teologia.

            A utilidade de uma Confissão de Fé evidencia-se na história das igrejas reformadas ou presbiterianas. Sendo a Confissão de Westminster a mais perfeita que elas conseguiram formular, une e estreita as relações entre os presbiterianos de todo o mundo. Os Catecismos especialmente têm servido para doutrinar os crentes nas puras verdades do evangelho.

John M. Kyle.

 

            Esse contrato redigido acima, contém 86 páginas com parágrafos e artigos. Igual a um contrato de registro de compra, venda, etc...Só que aqui, deixo uma pergunta: Se a Bíblia é perfeita... Por quê:  a “Reforma”, “Concílios”, “Credos”, e tudo o mais que se pode descobrir nela.....?

            RESPOSTA: “PORQUE, SOMENTE A ESCRITURA SAGRADA FOI PERFEITA! NÃO TEVE ALTERAÇÕES DE HOMENS!!! (1 e 2 TIMÓTEO; [2Tm 3,14-17] – NÃO A “BÍBLIA”, MAS, SIM, A ESCRITURA SAGRADA!!”. NÃO DESMENTINDO A PRÓPRIA BÍBLIA. MAS, SIM FALANDO DA ADULTERAÇÃO DO HOMEM EM RAZÃO DO PODER QUE TEVE NAS MÃOS....SOMENTE A ISTO ME REFIRO! ANSELMO ESTEVAN.

            “Presbítero”: 1Tm 4,14; At20,17,28; 1Tm 3,1-7; Tt 1,5-9. E, é somente isso que o ETERNO Yaohu – aguarda: “Que todos tenham um único pensamento...!!”.

Escrito por anselmo.estevan às 18h56
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

26/05/2011


ESTUDO DE REFLEXÃO: (AGUARDEM)......!

ESTUDO DE REFLEXÃO:

 

QUANTO AO: “SEU NOME ESQUECIDO!”:

 

 

            Aqui é só um exemplo para mostrar que: “onde seu Nome foi esquecido, adulterado e corrompido pela sua própria criação sendo relacionado à (Êx 6,3; 3,15; Lv 24,10-16; Is 26,8; 42,8), - vindo, depois disto ao total esquecimento, mostrando o desrespeito a um “Deus” vivo, que nos deu a sua imagem e semelhança – no rûah – não na “carne”! Pois Ele é Espírito e importa que o adoremos também em espírito! Pois ele não foi “Deus” só de um povo para quem apareceu por invocar seu nome...!!! Mas é um “Deus” vivo e de todos...!!! Pois o invocar em pensamento sabendo seu nome é uma coisa! Mas, levar o Nome Dele para outros povos Com Um Nome que Não é o Dele??? Só porque esse “Deus” apareceu primeiro para eles... há isso é muito errado por isso faço esse protesto! Depois do estudo: dá onde tudo começou – Uma pequena amostra que revela seu Nome – o “espaço que está adulterado e corrompido – ficará em branco” – Para protestar o grande ERRO COMETIDO PELO HOMEM!”.

QUERIDOS LEITORES: PEÇO QUE AGUARDEM. POIS ESTOU DIGITANDO ESTE NOVO ESTUDO, QUE LOGO COLOCAREI EM PRÁTICA NO MEU BLOG. NÃO SEI AINDA QUAL VAI SER. MAS LOGO, LOGO ESSE ESTUDO ESTARÁ EM PAUTA. POIS FAZEM TANTOS PROTESTOS.....!!!!! O MEU É QUANTO A ADULTERAÇÃO, CORRUPÇÃO E ENGANO QUANTO AO SEU NOME VERDADEIRO.........AGUARDEM.....(ESTUDO PRINCIPALMENTE BASEADO EM ATOS 4,12 DA BÍBLIA) - NÃO TEM NADA DE PESSOAL MEU ISSO É UMA HISTÓRIA VERIDICA QUE O "HOMEM" TEM QUE ACEITAR OU PELO MENOS ALGUÉM TEM QUE LEVANTAR ESSA BANDEIRA: EU FAÇO A DIFERENÇA....!!!. ANSELMO ESTEVAN. AGUARDEM.....!!!!! NOVO ESTUDO!

Escrito por anselmo.estevan às 18h14
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

24/05/2011


PORQUE SABER SEU NOME?????????????

DEUS” –

QUAL A ORIGEM DESSE TERMO?

 

            Olá, caros irmãos e irmãs. Neste estudo, vamos discutir o “título Deus!” de onde, veio esse termo!!! SÓ QUE, QUERO DEIXAR BEM CLARO:  QUE ESTAMOS FALANDO DO TERMO! E, NÃO DESMENTINDO OU QUERENDO DESACREDITAR DE “DEUS”!

 

 

            A GERAÇÃO DE Deuses:

 

            Hesíodo forneceu-nos uma tentativa interessante de explicar como os deuses sugiram. A sua Teogonia (a geração dos deuses) explana a geração e a descendência dos deuses, quem era o principal deles, quem veio em seguida, e então como os deuses foram surgindo ordem após ordem. Ele tentou criar um sistema com base na teologia pagã, o que não foi tarefa pequena e fácil. Outras noções sobre isso emergem de obras como o Timeu , de Platão e De Natura Deorum, de Cícero. Vários dos pais da Igreja antiga, com Justino Mártir, Tertuliano, Amóbio, Eusébio, Agostinho e Teodoreto expressaram seu espanto diante da extensão da idolatria pagã. Havia divindades superiores, inferiores, nobres, vis, no céu, na terra, nos prados, nas águas, no ar, no céu distante e no hades, debaixo da terra. Cada lugar existente simplesmente estaria repleto de deuses.

            Marcus Terentius Varro Reatinus, o mais erudito dos romanos (cerca de 116 a.C.), teria escrito mais de seiscentos livros! Ele contou nada menos de trinta mil deuses pagãos. Mas, na realidade, seu número é incalculável.

 

            Alguns Deuses Falsos Referidos na Bíblia

 

            (Bem, como o artigo é muito extenso, alguns desses deuses, vou somente relatar seus respectivos nomes, e ao que são mais relevantes para o estudo vou falar deles):

 

            1) Adrameleque. 2) Anameleque. 3) Asima. 4) Aserá. 5) Astarte. 6) Baal. 7) Baal-Berite. 8) Baalins. 9) Baal-Peor. 10) Baal-Zebube. 11) Bel. 12) Adoração ao Bezerro. 13) Castor e Pólux. 14) Camus. 15) Quium. 16) Dagom. 17) DEUS, LAT. PARA O GREGO “Zeus”, deus dos céus. É este aqui que vamos estudar daqui há pouco!!! 18) Diana. 19) Gade. 20) Júpiter: Esse é o nome latino da divindade chamada, em grego, Zeus. Na mitologia romana, Júpiter era a divindade máxima, tal como Zeus o era para os gregos. Essa palavra significa “pai dos céus”. Portanto, é interessante notar que essa divindade pagã superior é identificada com o conceito da paternidade de Deus. O termo Júpiter poderia ser traduzido por “Pai celeste”. Na mitologia romana, Júpiter é considerado filho de Saturno e de Ópis, nomes correspondentes aos gregos Urano e Réa respectivamente. Júpiter seria a luz brilhante, o alvorecer a lua cheia. Os idos , dias treze a quinze de cada mês, eram sagrados em homenagem a Júpiter. Acredita-se que ele controlava todas as manifestações celestes, como as condições atmosféricas, embora também fosse o doador do vinho e o juiz daqueles que deveriam vencer nas batalhas, o doador da vitória e o deus dos juramentos. O trecho de Atos 14,12.13 tem uma alusão a Júpiter, onde lemos que ele teria aparecido como Barnabé, ao passo que Mercúrio (mensagem de Júpiter) foi identificado com Paulo, que era o orador principal. A passagem de Atos 19,35 mostra que os efésios criam que a estátua de Diana (Ártemis), que adoravam, havia caído de parte de Júpiter. Sem dúvida, era um fragmento de meteorito. Ver esse versículo, no NT, quanto a maiores detalhes. 21) Malcã. 22) Meni. 23) Mercúrio. Esse era o nome do deus do comércio dos romanos, protetor do comércio de cereais Era identificado com o grego Hermes, filho de Zeus e Naiade, filha de Atlas. Diziam-no inventor da lira, e que, com freqüência, era empregado como arauto dos deuses. Também era o encarregado de guiar as almas ao hades. Foi o deus da mineração, da agricultura e das estradas. Era o deus patrono da oratória. Em Atos 14,12, Paulo é confundido com Mercúrio, e Barnabé com Júpiter. A palavra latina é Mercurius, que se deriva de Merx, “comércio”. 24) Merodaque. 25) Milcom. 26) Moleque ou Moloque. 27) Nebo. 28) Neustã. 29) Nergal. 30) Nibaz. 31) Nisroque. 32) Pólux. 33) Refã. 34) Rimon. 35) Sátiro. 36) Sicute. 37) Sucote-Benote. 38) Tamuz. 39) Tartaque. Os aveus, que foram levados a Samaria para ocupar o lugar deixado vago pelo exílio dos israelitas, por parte dos assírios, trouxeram com eles vários cultos religiosos, incluindo aquele que girava em trono de Tartaque. Ver 2 reis 17,31.

 

            Zeus: Principal divindade do panteão grego, o qual, conforme se acreditava, vivia no monte Olimpo. Era o deus dos céus e também do trovão e controlava as condições climáticas. Entre os romanos, era conhecido com Júpiter. Seu mensageiro, na mitologia grega, era chamado de Hermes (Mercúrio, em Roma). É mencionado nas Escrituras somente no relato da visita de Paulo e Barnabé à cidade de Listra. O apóstolo pregou o evangelho e curou um homem coxo de nascença. O povo imediatamente supôs que os dois missionários fossem deuses. Chamavam Barnabé de Zeus e Paulo de Hermes – porque este falava mais, e concluíram que era o mensageiro (At 14,12.13). O sacerdote do templo de Zeus trouxe ofertas aos dois, as quais foram veemente recusadas. Para mais detalhes sobre a resposta de Paulo e sua pregação na ocasião, veja Hermes.

            HERMES. 1. O terceiro nome de um grupo de messiânicos de Roma, saudados por Paulo em sua carta aos Romanos (16,14). O cuidado pessoal e a preocupação pastoral que o apóstolo tinha pelos seguidores de Yaohushua, que se refletiam em suas saudações, é algo digno de atenção.

            2. Divindade grega, que se supunha ser o filho de Zeus, considerado um mensageiro divino e o deus da oratória. Os romanos chamavam-no de Mercúrio. Essa relação entre Zeus e Hermes explicam por que, em Atos 14,12, os moradores de Listra, maravilhados com um grande milagre esperado por Paulo, ao crerem que se tratava de um deus, chamaram-no de Hermes e a Barnabé, de Zeus (Júpiter). Pensaram que o apóstolo dos gentios era um mensageiro dos deuses e por isso o sacerdote de Júpiter veio de um templo, a fim de oferecer-lhes sacrifícios (v. 13). Atônito com tal blasfêmia e falta de entendimento. Paulo dirigiu-se à multidão, dizendo: “Senhores, por que fazeis essas coisas? Nós também somos homens como vós, sujeitos às mesmas paixões, e vos anunciamos que vos convertais dessas vaidades ao Deus vivo, que fez o céu, e a terra, o mar e tudo o que neles há” (v. 15). A seguir, mostrou como o YHWH que anunciava não deixou de dar testemunho de sua bondade e graça, ao proporcionar-lhes chuvas, colheitas e alimentos. Embora essas palavras tenham pelo menos impedido os sacrifícios, a Bíblia não diz se ele teve chance de prosseguir na exposição do Mashiach e ver essas pessoas experimentar a SALVAÇÃO!

            O fato de Paulo apelar para a revelação geral de Deus  a todas as pessoas, antes de dar os detalhes sobre o Evangelho do Mashiach, é um excelente exemplo tanto de sua convicção de que a revelação geral podia ser vista por todos, como do seu método de falar e pregar, que freqüentemente começava com aquilo com que sua audiência tivesse afinidade.

            [TA VENDO O PORQUE DA IMPORTÂNCIA DE NOSSO ETERNO SALVADOR TER UM NOME??? POR CAUSA DISSO TUDO. POR QUE – ATÉ O TERMO OU TÍTULO: “DEUS” – SER DERIVADO DA PALAVRA “ZEUS” UM DEUS GREGO. MAS ACHO QUE É AO CONTRÁRIO: DA NOSSA LÍNGUA VAI PARA A LÍNGUA LATINIZADA COMO ZEUS!!! MAIS, DE QUALQUER FORMA, O DEUS DA BÍBLIA É ÚNICO! O RESTO É INVENÇÃO DE HOMENS MAS COMO FOI DESCRITO, TEMOS QUE TOMAR O MÁXIMO DE CUIDADO COM OS NOMES QUE DAMOS COMO JÁ TENHO UM ESTUDO QUE NÃO COLOQUEI NESSE, MAS FALA DE BAAL UM DEUS QUE É CHAMADO DE SENHOR NA NOSSA LÍNGUA E COM “S” MAIÚSCULO.......!!! POR ISSO TEMOS QUE SABER SEU VERDADEIRO NOME PARA NÃO SERMOS IGUAIS AOS POVOS DA ANTIGUIDADE DA BÍBLIA QUE ELA MESMA FALA QUE YHWH VAI REIVINDICAR SEU SANTO NOME....].Atos 17,23. Pois, se não caímos nesse mesmo termo de deuses... desconhecido por pregar um Deus sem nome! GRIFO MEU: Anselmo Estevan.

 

         ZELO, ZELOSO. No Antigo Testamento encontramos a palavra hebraica qissa, “ardor”, “ciúme”, que aparece por quarenta e três  vezes no Antigo Testamento.

Escrito por anselmo.estevan às 20h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

POR QUE SABER SEU NOME????? PARTE 2:

Para exemplificar, ver 2 Reis 10,16; Salmos 69,9; 119,139; Isaias 9,7; 37,32; 59,17; 63,15; Ezequiel 5,13. O termo grego equivalente é zelos, “zelo”, que ocorre por dezesseis vezes: João 2,17 (citando Salmo 69,10) Atos 5,17; 13,15; Romanos 10,2; 13,13; 1 Coríntios 3,3; 2 Coríntios 7,7.11; 9,2; 11,2; 12,20; Gálatas 5,20; Filipenses 3,6; Hebreus 10,27; Tiago 3,14.16. Ainda no hebraico, temos a forma qana, “ser zeloso”, “ciumento”, que ocorre por trinta e quatro vezes no Antigo Testamento, conforme se vê, por exemplo, em Números 25,11.13; 2 Samuel 21,2; 1 Reis 19,10.14; Joel 2,18; Zacarias 1,14; 8,2. O termo grego zeloso, “ter zelo” aparece por onze vezes: Atos 7,9; 17,5; 1Coríntios 12,31; 13,4; 14,1.39; 2 Coríntios 11,2; Gálatas 4,17.18; Tiago 4,2. Ver Salmos 69,9 e 2 Coríntios 7,7, quanto ao zelo em sentido positivo. Mas também há um zelo negativo, indicando uma atitude egoísta, segundo se vê, por exemplo, em Números 5,14 e Atos 5,17. [Foi, exatamente o que o seu próprio povo fez com seu nome YHWH – que não podendo ser pronunciado, acrescentaram as “consoantes” vogais – e, essas vogais nunca representaram seu nome verdadeiro que por zelo negativo – de não falar seu Nome, acrescentaram as vogais de um Deus grego – Adonay! E, assim foi e veio para nossa língua com a transliteração – SENHOR – REPRESENTANDO UM DEUS PAGÃO COMO DESCRITO LOGO ACIMA...!! E, ISSO SÓ POR “ZELO-NEGATIVO”! E O YHWH É ZELOSO E ZELA PELO SEU NOME!!!! OU NÃO? O QUE VOCÊ ACHA??] GRIFO MEU. Além disso, o zelo pode ser bom, embora opere de acordo com maus motivos (ver Romanos 10,2; Filipenses 3,6). Paulo tinha um bom zelo em favor das Igrejas que havia fundado, para que prosperassem no sentido espiritual (2 Coríntios 11,2). Deus é um Deus zeloso (ver Êxodo 20,5; 34,14; Deuteronômio 4,24; 5,9). [Se a Bíblia fala que “Deus é um Deus zeloso” – Ele sabia o que aconteceria com seu Nome.....!!! Mas o que é feito? Relatado na Bíblia por várias passagens:“BLASFEMARAM MEU NOME....” Mas isso é para saber quem que está com ele e lhe vai dar glória ao seu Nome! não um “nome inventado por zelo....!!! Ele tem que ver qual é a nossa reação! Senão isso não estaria na Bíblia??? (Romanos 2,24; Isaias 52,5; Ezequiel 16,27; Isaias52,5-6; 2,10-22; Malaquias 2,2-3; 1,6; Zacarias 14,9; Oséias 2,16; Ezequiel 36,20-23). Há, isso não é importante! É o que muita gente pensa!!!! Pra mim que o amo em ESPÍRITO E EM VERDADE, COMO DIGO: A BÍBLIA PRA MIM É DE SUMA IMPORTÂNCIA. POIS QUANDO ELE REIVINDICAR SEU NOME VOU FALAR O QUE? HÁ ACHO QUE É SENHOR!!! NÃO TE CONHEÇO! AFASTA-TE DE MIM MALDITO.......POR QUE FALO ASSIM? PORQUE “DEUS - QUE TEM UM NOME, E, ESSE DEUS – QUE É ESPÍRITO E NÃO MATÉRIA – IMPORTA QUE O ADORE EM ESPÍRITO E EM VERDADE! POIS SÓ ASSIM O RECONHECEREIS PELO ESPÍRITO NÃO ADIANTA FALAR SEU NOME MESMO QUE VERDADEIRO SÓ DA BOCA PRA FORA!! PORQUE? POR ISTO: MATEUS 22,37-39; JOÃO 3,6; 4,23-24; 1 CORÍNTIOS 2,11-16! AGORA. SE VOCÊ QUE ESTÁ LENDO ESTA MENSAGEM. NÃO ACHA IMPORTANTE SABER SEU NOME PORQUE TEM TANTA COISA MAIS IMPORTANTE....ENTÃO CONTINUE ADORANDO-O EM CARNE COMO UM “DEUS” DE PEDRA............!!!! COMO MUITOS O FIZERAM E FAZEM E PERECEM....!!!!”)]. GRIFO MEU. P.s. como um deus pagão...!!! E com nome em!

            A palavra grega zeein, “borbulhar”, “ferver”, acha-se à raiz da ideia de “zelo”. A palavra portuguesa vem daí, passando pelo termo latino, zelus. Uma ideia cognata é entusiasmo, o estado de quem está “cheio de Deus”, divinamente impulsionado. O zelo puro pode realizar mais do que o conhecimento: mas sem esse fator, geralmente mostra-se mais orientado ou exagerado, para nada dizermos que pode ser até abertamente prejudicial. O zelo por alguma causa errada é perigosa e arruinador. E até o zelo mal orientado por uma boa causa pode criar um espírito acalorado e prejudicial, se não for equilibrado pela razão e pelo conhecimento. {Exatamente isto que aconteceu com seu único NOME YHWH} GRIFO MEU.

            O zelo tem inspirado e levado a bom termo grades projetos espirituais que indivíduos destituídos de zelo ou tímidos jamais teriam realizado. Por outra parte, o zelo mais orientado tem provocado muitas perseguições, banimentos, encarceramentos e até mesmo crimes de sangue. Ver o artigo intitulado Tolerância. Talvez tenham razão àqueles que dizem que Deus é o inspirador do zelo deles. Por outro lado, podemos apenas supor que o ódio é inspirado por poderes malignos, se é verdade que homens maus precisam de ajuda externa. Assim, há um zelo piedoso e há também um zelo satânico!

            O Antigo Testamento vincula a piedade ao zelo (Êxodo 34,14; Deuteronômio 4,24; 5,9; 6,15; Josué 24,19; Naum1,12), fazendo assim o Ser divino entrar no quadro, presumivelmente uma qualidade a ser imitada de um Deus “zeloso”, promove o conceito de um zelo piedoso. No Novo Testamento, o Filho do Deus (ver João 2,17) e os filhos de Deus (ver 2 Coríntios 7,11; 11,2) é que se mostram zelosos na piedade.

         É o RÚKHA hol – RODSHUA (ESPÍRITO SANTO) quem inspira o zelo na vida espiritual do crente, porquanto o zelo faz parte integrante da espiritualidade. A inspiração e a iluminação espirituais produzem o seu próprio zelo. [Seja você também zeloso e procure dar honra a seu único, santíssimo e verdadeiro NOME – YAOHU!!!!]. GRIFO MEU ANSELMO ESTEVAN.  

Escrito por anselmo.estevan às 20h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

22/05/2011


POR QUE EU DEVO ME PROCUPAR EM SABER SEU NOME...??

POR QUE EU DEVO ME PREOCUPAR EM SABER O "NOME" DE "DEUS? EXATAMENTE POR ISTO VEJA:

ESTOU PREPARANDO UM ESTUDO QUE: "VAI DAR O QUE FALAR" - SÃO 39 "DEUSES" FALSOS - "TODOS CITADOS COM NOMES E QUE ERAM DOS TEMPOS BÍBLICOS E ESTAVAM NA BÍBLIA!".

NESSE ESTUDO VAI ENTRAR: A PALAVRA "ZELO" - POIS O NOSSO "DEUS" - É "ZELOSO".

E O PRINCIPAL: "DEUS" - DA ONDE VEM ESSE TERMO??? É CERTO CHAMAR O ETERNO CRIADOR PELO TÍTULO - "DEUS?" - POIS ESSE TERMO VEM DE UMA ENTIDADE PAGÃ (ZEUS). TAMBÉM TIRADO DA BÍBLIA!

"TÁ VENDO? O PORQUE DE PROCURAR SEU ÚNICO E VERDADEIRO NOME! ENTÃO AGUARDEM...!

SÓ QUE COMO É UM TEXTO EXTENSO E ACOMPANHARÁ ESTUDOS. SOMENTE ESTARÃO A DISPOSIÇÃO DOS (ACHINU E ACHOTENU) NOSSOS IRMÃOS E IRMÃS. NO MEU 2º BLOG!!!!

MATERIAL DE RESPONSABILIDADE: SENDO TIRADO - DO DICIONÁRIO ENCICLOPÉDICO VOL. 6 E 7. O ANTIGO TESTAMENTO INTERPRETADO VERSÍCULO POR VERSÍCULO (AUTOR R.N. CHAMPLIN, PH.D. EDITORA AGNOS; E, DO LIVRO: A HISTÓRIA DE TODAS AS PERSONAGENS DA BÍBLIA - QUEM É QUEM NA BÍBLIA SAGRADA. EDITADO POR PAUL GARDNER). Somente no meu blog... (aguardem).:

http://anselmo-estevan.blogspot.com/ ANSELMO ESTEVAN. (OLÁ IRMÃOS!!! CONSEGUI COLOCAR ESTE MATEIRAL QUE CITO AQUI - É O ESTUDO ACIMA!! OK. ESTÁ NOS DOIS BLOGS.) ESTUDO NESTE BLOG:

Escrito por anselmo.estevan às 21h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Perfil

Histórico

Outros Sites

Visitante Número